Entrar
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Bitcoin: o que é e como investir com segurança

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

Como investir em Bitcoin com segurança

Entender o que é Bitcoin e como investir em Bitcoin tornou-se essencial no mundo das finanças modernas, especialmente à luz dos recentes desenvolvimentos no mercado de criptomoedas. Em 2023, testemunhamos uma notável recuperação da Bitcoin, que saltou de cerca de 15.000 euros para mais de 25.000 euros, um impressionante crescimento de mais de 60% em apenas seis meses. Este fenómeno ganha ainda mais relevância considerando o contexto atual de inflação e incerteza nos mercados financeiros, levando muitos a verem a criptomoeda como um ativo de refúgio seguro, frequentemente apelidada de “ouro digital”.

Embora ainda seja prematuro comparar a Bitcoin diretamente com o ouro, um ativo que tem sido um pilar de estabilidade ao longo dos séculos, é inegável que a Bitcoin apresenta uma dinâmica fascinante e merece atenção. Neste artigo, não só exploraremos o que é Bitcoin, mas também forneceremos orientações claras e seguras sobre como investir nesta criptomoeda intrigante e cada vez mais popular.

Este artigo não deve ser considerado aconselhamento de investimento. É meramente informativo e educacional.

Bitcoin: o que é?

A Bitcoin é a criptomoeda mais antiga que existe. Foi criada em 2008 por Satoshi Nakamoto, o pseudónimo de alguém cuja identidade real é desconhecida. O objectivo era criar um sistema de pagamento alternativo à moeda fiduciária ou tradicional que fosse completamente descentralizado, ou seja, não dependente de nenhum banco central.

Assim, a criptomoeda caracteriza-se pelo facto de ser um activo finito, do qual cerca de 91% do total já foi extraído. O facto de ser um activo finito é o que o torna valioso.

Assim, esta criptomoeda é suportada pela blockchain, uma tecnologia que funciona como um livro contabilístico digital no qual são armazenadas todas as transacções efectuadas com a Bitcoin. Quando um determinado número de transacções é atingido, estas formam um bloco, que está ligado ao seguinte.

Leia também 👉Trading com criptomoedas

Como funciona a Bitcoin?

A Bitcoin é, em resumo, uma moeda digital descentralizada que pode ser trocada em qualquer lugar onde seja aceite, permitindo transações seguras sem a necessidade de instituições bancárias intermediárias. Funciona com a tecnologia blockchain, na qual apenas as partes envolvidas em cada transação, a que envia e a que recebe o BTC através de plataformas digitais conhecidas como Wallets, estão envolvidas. Isto significa que utiliza a tecnologia Peer-to-Peer para operar sem a necessidade de um banco.

Por outras palavras, a Bitcoin funciona como qualquer outra moeda, permitindo comprar bens e serviços, mas com a diferença de que o seu valor muda com base na oferta e na procura, além de outros fatores. Cada transação com BTC é registada num grande livro-razão, publicamente acessível, de modo a que as transações sejam rápidas e seguras.

Código Bitcoin: o que é?

Quando se paga um produto ou serviço com Bitcoin, pode-se usar a própria carteira e efetuar a transação manualmente ou usar um código Bitcoin. Trata-se de um código QR que armazena informações relativas a um pagamento e, uma vez escaneado, permite ao utilizador pagar diretamente da sua carteira usando os Bitcoins armazenados. Estes códigos facilitam e simplificam as transações entre os utilizadores, que são registadas da mesma forma no livro-razão.

👉 Melhores cartões de débito Bitcoin

Bitcoin halving: o que é?

A criação de novos Bitcoins é ilimitada? Não, o Bitcoin tem um número máximo de 21.000.000 de moedas que podem existir, e atualmente o número de moedas em circulação é de 19.142.200 BTC.

Para controlar esta produção, a cada quatro anos a quantidade de Bitcoin paga pela mineração é reduzida para metade. Este fenómeno é conhecido como halving do Bitcoin.

Partindo do princípio de que a escassez cria valor, o criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto, estabeleceu que apenas um número limitado de unidades monetárias da sua criptomoeda seria criado. Limitando a oferta de Bitcoin, procurou eliminar as consequências da excessiva geração de dinheiro, como acontece com o dólar, ou seja, a desvalorização. Nakamoto criou então um código que impede a criação de mais de 21 milhões de Bitcoins.

Consequentemente, a cada quatro anos a quantidade de Bitcoin que um minerador recebe pela geração de um novo bloco da cadeia é reduzida para metade, ou seja, a cada 210.000 blocos extraídos. O halving do Bitcoin visa desacelerar a velocidade com que novos Bitcoins entram na oferta, e este processo estender-se-á até 2140.

  • 2009: a recompensa por cada bloco na mineração de Bitcoin começou em 50 BTC por bloco.
  • 2012: Realiza-se o primeiro halving do Bitcoin, pelo que os mineradores recebem apenas 25 BTC por bloco.
  • 2016: Realiza-se o segundo halving do Bitcoin, e a recompensa por bloco torna-se 12,5 BTC.
  • 2020: Terceiro halving. A recompensa por cada novo bloco é atualmente de 6,25 BTC.
  • 2040: Terá lugar o último halving e será atingido o limite de 21 milhões de Bitcoins, de modo a não se poder minerar nem um novo bloco.

Quando a última bitcoin for extraída, os mineiros receberão uma recompensa sob a forma de comissões de transação. Atualmente, as comissões para os mineiros são baixas e aumentarão à medida que as recompensas em bitcoin diminuírem.

Como investir em Bitcoin?

Não existe uma única forma de investir em Bitcoin, mas é possível obter rentabilidade através desta criptomoeda de muitas maneiras. Desde Portugal, as alternativas são as seguintes:

Mineração de Bitcoin

Uma das formas de obter rentabilidade com o bitcoin é através da mineração da criptomoeda, ou seja, gerando novos Bitcoin em troca de um lucro.

Para minerar Bitcoin, é necessário um computador de alta potência. Os mineiros são responsáveis pela validação das transacções de Bitcoin através da resolução de problemas complexos que lhes são apresentados.

O número total desta criptomoeda é de 21 milhões de unidades que, uma vez completamente extraídas, significarão o fim da mineração.

Os computadores utilizados para a extracção de Bitcoin são chamados “nós (nodes)” e apoiam o sistema, evitando que este seja danificado por uma falha de energia, por exemplo.

Leia também 👉 O que é a mineração do Bitcoin e como funciona

Comprar Bitcoin directamente

Se a mineração de Bitcoin não lhe agrada ou se está simplesmente à procura de outra forma de investir nesta criptomoeda, pode comprá-la directamente. Este tipo de investimento consiste em comprar a moeda digital e armazená-la, esperando que o seu valor se valorize com o tempo.

A maior vantagem de a comprar directamente, em vez de o fazer mediante produtos financeiros mais complexos (como os CFD), é não haver necessidade de alavancagem, pelo que tudo o que precisa de fazer é armazenar o activo. No caso de o preço cair, pode continuar a guardá-lo e esperar que volte a subir no futuro.

Este é um método menos arriscado.

Se estiveres a pensar como ou onde comprar Bitcoin, tens de passar por uma bolsa, uma exchange. Algumas oferecem um serviço de armazenamento, mas explicaremos isso mais tarde. Algumas das exchanges mais populares para comprar Bitcoin são os seguintes:

  • Bitpanda
  • Bitstamp
  • Coinbase
  • GDAX.com (propriedade da Coinbase)
  • Kraken
  • Binance

A Binance é actualmente a maior bolsa do mundo, com 475 000 bitcoins em reservas. No entanto, se está preocupado com a segurança do seu dinheiro em caso de falência, fuga ou burla, o importante aqui não é onde o compra, mas onde o guarda após o comprar, o que veremos mais adiante.

Se quer saber mais leia o nosso artigo 👉 Melhores exchanges de criptomoedas

CFDs de Bitcoin mediante corretoras

Para além da compra do activo, também é possível investir em Bitcoin sem o comprar directamente, mas mediante CFDs ou contratos por diferença. Estes contratos permitem-lhe trocar, não a moeda digital, mas a diferença entre o preço de abertura e o preço de fecho da posição.

Ao investir em CFDs, especula sobre o preço do activo, pelo que pode assumir uma posição longa ou uma posição curta:

  • Posição longa: Consiste em investir num activo na expectativa de que o seu preço suba, pelo que o compra para o vender posteriormente a um preço mais elevado.
  • Posição curta: Neste caso, especula-se que o preço vai baixar, pelo que se vende a um preço elevado e se compra a um preço mais baixo.

O maior risco dos CFDs é o facto de permitirem a alavancagem ou o empréstimo. Isto significa que não é necessário depositar todo o dinheiro necessário para a transacção, mas apenas uma parte do mesmo como margem.

Por último, na Europa, a alavancagem é regulada a um máximo de 2:1, pelo que por cada euro pode ser aberta uma transacção de um máximo de 2.

Leia também 👉 Melhores corretoras de criptomoedas

ETPs e fundos de investimento em Bitcoin

Os ETP e os fundos de investimento permitem investir em Bitcoin de uma forma mais indirecta.

Começando pelos ETP (exchange traded product), trata-se de produtos transaccionados em bolsa que reproduzem o comportamento de outro produto, quer se trate de um índice, de uma mercadoria ou de uma moeda. Dependendo do que replicam, podem ser designados por ETF, ETC ou ETN.

Os fundos de investimento, por outro lado, reúnem o dinheiro de muitos investidores, sendo depois gerido por um gestor de fundos profissional. Existem fundos de investimento em criptomoedas, que detêm várias moedas, e outros fundos temáticos de tecnologia que podem ser posicionados em Bitcoin, por exemplo. Se não quiser investir directamente no activo, estes dois veículos permitem obter um retorno sobre a Bitcoin de outra forma.

Para mais informações 👉 ETFs, ETCs e ETNs para investir em Bitcoin

Futuros de Bitcoin

Os futuros são outro tipo de derivado financeiro onde a compra e a venda são acordadas numa data futura. Por outras palavras, se o investidor prevê que o preço do activo em que quer investir vai subir nos próximos meses, pode acordar a compra e venda ao preço actual, mas com uma data 3 meses no futuro.

Tal como os CFD, os futuros são produtos alavancados, uma vez que as partes envolvidas não contribuem com o montante total da transacção, mas apenas com uma parte do mesmo como margem.

Como comprar Bitcoins com segurança?

Agora que já conhece várias formas de investir em Bitcoin, vamos focar-nos na mais simples de todas, que é a aquisição directa do activo.

Passo 1: Abrir uma conta numa exchange

Abrir conta numa exchange de criptomoedas: antes de mais, verifique se a bolsa escolhida está devidamente regulamentada, se cumpre os regulamentos europeus e se oferece segurança aos seus utilizadores. Estas informações são fáceis de verificar em linha.

Depois de escolher uma, terá de fornecer os seus dados e um endereço de correio electrónico e, provavelmente, responder a algumas perguntas básicas sobre literacia financeira. Poderá então abrir a sua conta numa bolsa.

Passo 2: Efectuar um depósito mínimo

Após ter aberto a sua conta, adicione o montante de dinheiro interessado em investir. Geralmente, isto pode ser feito por transferência bancária ou cartão de crédito/débito. Outras plataformas oferecem alternativas como o PayPal.

Passo 3: Comprar Bitcoin

Assim que tiver fundos na sua conta da exchange, basta procurar a moeda digital na plataforma (normalmente existe uma opção de pesquisa onde o activo aparecerá com a sigla BTC). A seguir, indique o montante em moeda fiduciária que pretende comprar e envie a ordem.

Passo 4: Guarde os seus bitcoins num local seguro

Após compradas, guarde as suas Bitcoins numa carteira pessoal: este é o passo de segurança mais importante.

Algumas exchanges têm a sua própria wallet, mas deve informar-se sobre o seu funcionamento. Caso contrário, pode escolher entre uma hot wallet ou uma cold wallet, conceitos que explicaremos mais adiante.

Passo 5: Monitorizar os seus investimentos

Se a sua intenção é investir a longo prazo, não é necessário verificar diariamente a sua posição em Bitcoin, mas é necessário monitorizá-la para saber quando poderá estar interessado em vender ou comprar mais. Para uma monitorização mais completa, é ideal manter-se informado sobre a situação dos mercados em geral.

Corretoras para comprar Bitcoin em Portugal

Já viu que a compra directa não é a única forma de investir em Bitcoin. Outra das opções mais populares são os CFDs ou contratos por diferença.

No entanto, é importante lembrar que a negociação de CFDs envolve um alto nível de risco, devido à alavancagem. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o alto risco de perder o seu dinheiro.

Bitcoin na XTB

A XTB permite que os investidores acedam ao bitcoin através da sua plataforma, dando-lhes a oportunidade de tirar partido do seu potencial de crescimento. Assim, com a XTB, os investidores podem negociar bitcoin mediante CFDs, utilizando ferramentas e funcionalidades especializadas, como gráficos em tempo real, análise de mercado e diferentes tipos de ordens.

Além disso, a XTB oferece educação e recursos adicionais sobre bitcoin, permitindo aos investidores adquirir mais conhecimentos e tomar decisões informadas.

As suas principais características:

  • 🏆 Regulação: KNF, FCA e registada na CMVM.
  • Bitcoins reais: Não
  • ✅ CFDs de Bitcoin: Sim
  • 💲  Comissões: spreads a partir de 0,22%
  • 👛Mais de 50 CFDs sobre criptomoedas: Ethereum, Stellar, Dogecoin…

Vejamos agora as vantagens e desvantagens de investir em bitcoin através da XTB.

Vantagens

  • Pode investir muitos CFDs sobre criptomoedas
  • Permite-lhe especular com margens muito atractivas.
  • A corretora é seguro, regulamentado na Europa e até listado na bolsa de valores.
  • Muito bom serviço e suporte para os traders iniciantes.

Desvantagens

  • Cobra 20 € por levantamento de menos de 200 €.
Comissões Ações
0€
Comissões ETFs
0 €
C. abertura
0€

Comprar Bitcoin na Pepperstone

A plataforma da Pepperstone oferece várias ferramentas e funcionalidades úteis para os investidores, incluindo gráficos em tempo real, análise de mercado e diferentes tipos de ordens. Além disso, a Pepperstone oferece recursos educacionais sobre Bitcoin e outras criptomoedas, ajudando os investidores a adquirir um maior conhecimento e a tomar decisões informadas.

Aqui estão as suas principais características:

  • 🏆 Regulação: Asic; FCA; CySEC; BaFIN; SCB; CMA; DFSA
  • Bitcoins reais: Não
  • CFDs de Bitcoin: Sim
  • 💲 Comissões: Spreads a partir de 0,02
  • 👛CFDs sobre Criptomoedas: Oferece uma variedade de criptomoedas para negociação

Agora, observaremos as vantagens e desvantagens de investir em Bitcoin através da Pepperstone.

Vantagens

  • É uma corretora bem estabelecida e regulada por várias autoridades financeiras.
  • Oferece a negociação de uma variedade de criptomoedas.
  • A plataforma da Pepperstone é conhecida por ser intuitiva e fácil de usar

Desvantagens

  • Embora a Pepperstone ofereça a negociação de várias criptomoedas, a lista pode não ser tão extensa quanto em algumas outras plataformas.
Grande Variedade
CFDs
Comissões
Baixas
Variedade de produtos
e ferramentas disponíveis

Comprar Bitcoin na eToro

Com a eToro, os utilizadores podem comprar bitcoins de forma fácil e económica. Além da funcionalidade básica de compra e venda de bitcoin, o eToro também oferece recursos especiais, como a capacidade de copiar as negociações de outros investidores de sucesso na plataforma ou alavancar por meio de CFDs. Isso permite que os investidores aproveitem a sabedoria coletiva e aprendam com outros comerciantes de bitcoin experientes.

Nesse caso, essas são as características do eToro em relação ao mercado de criptomoedas: 

  • 🏆  Regulamento:  CySEC (Chipre)
  • ✅ Bitcoins Reais: Sim
  • ✅ CFDs de Bitcoin: Sim
  • 💲  Comissões: 1% operação
  • 👛 Outras criptomoedas: Mais de 70; Bitcoin, Cardano, Ethereum, IOTA, Cosmos… 

Vantagens

  • Possivelmente a corretora mais confortável para comprar criptomoedas, se o seu desconhecimento de CFDs for alto. 
  • Além diss0 pode comprar Bitcoins reais. 
  • Permita o copytrading como parte da sua estratégia de investimento em cripto. 
  • A comissão não é especialmente abusiva, pelo conforto que oferece. 
  • Não requer alavancagem, embora esteja disponível. 

Desvantagens

  • Mover os seus bitcoins para fora do eToro não é uma tarefa fácil. 

Onde guardar os seus bitcoins com segurança?

Já referimos que o Bitcoin adquirido, sendo uma moeda digital e não física, é armazenado numa wallet ou carteira electrónica. Esta pode ser “fria” ou “quente”, consoante esteja online ou offline.

Mais uma vez, sublinhamos a importância de verificar as informações sobre a exchange através da qual decidimos comprar Bitcoin. De facto, para exemplificar os perigos de operar mediante uma bolsa cuja regulamentação é opaca, basta ver o que aconteceu com a falência da FTX.

Para evitar fraudes como esta, existem duas opções de armazenamento de criptomoedas, como já referimos:

  • Hot wallets: são armazenamentos online aos quais se pode aceder com uma palavra-passe. A sua vantagem é que podem ser acedidas a partir de qualquer dispositivo, o que é muito útil para quem faz transacções frequentes. A sua desvantagem é que são mais susceptíveis de serem pirateadas.

Leia mais👉 Hot wallet – O que é e como funciona?

  • Cold wallets: as criptomoedas são armazenadas offline, ou seja, fora da internet. Pode ser um armazenamento de desktop, armazenamento USB ou mediante um código QR em papel. São menos susceptíveis de serem pirateadas, embora sejam mais caras do que as hot wallets.

Leia mais👉 Cold Wallet – O que é e como funciona?

Por que investir em Bitcoin?

Pode parecer frívolo, mas a verdade é que existem razões para comprar bitcoin. Não é por acaso que, como já mencionámos, o valor da bitcoin subiu mais de 60% até agora este ano.

Vejamos as razões mais fundamentais:

  • É escasso.
  • É durável.
  • É imune à inflação.
  • É difícil de falsificar.
  • Não está sujeito a qualquer tipo de política governamental.
  • É armazenável.
  • É aceite como meio de pagamento.

De facto, tem várias semelhanças com o metal amarelo, razão pela qual é interessante investir nele. De facto, o Bitcoin é chamado de “ouro digital” ou “ouro 2.0”.

E agora as razões mais conjunturais para este ano:

Adopção institucional

Muitas grandes empresas e fundos decidiram investir em Bitcoin e mantê-la como reserva dos seus próprios activos. A aposta de dinheiro institucional na moeda digital significa que os grandes investidores apreciam o seu potencial futuro, o que a torna bastante interessante.

Algumas das grandes empresas que apostaram na criptomoeda são:

  • Microstrategy: a empresa possui aproximadamente 0,54% de todo o Bitcoin, e obteve grandes lucros devido ao seu investimento inicial. O Bitcoin faz parte do seu capital, o que mostra que tem confiança na criptomoeda a longo prazo. Reservas: Detém cerca de 140.000 BTCs
  • Tesla: A relação de Elon Musk com as criptomoedas teve os seus altos e baixos, até porque as palavras do CEO nem sempre podem ser levadas a sério. No entanto, ele não apenas falou bem do bitcoin, mas também levantou a possibilidade de aceitá-lo como pagamento por seus veículos elétricos. Reservas: A partir de hoje, ele tem cerca de 10.000 BTCs.
  • Blackrock: a maior gestora de fundos do mundo, também mostrou interesse no Bitcoin. Não só fez parceria com a Coinbase em 2022, mas este ano adicionou a criptomoeda a um dos seus fundos, o Fundo de Alocação Global. Reservas: Possui 8,000 BTCs em reservas.

Maior consciência e aceitação

Há alguns anos, teria sido impensável para qualquer empresa considerar o Bitcoin como moeda de pagamento. No entanto, a aceitação social está a crescer e muitas pequenas empresas já a recebem como pagamento.

E não só elas, pois a economia das redes sociais e a criação de conteúdos também estão intimamente ligadas às criptomoedas. Muitos influencers aceitam pagamentos de campanhas desta forma, uma vez que as transacções são registadas na cadeia de blocos, dando-lhes transparência e segurança.

E apesar dos escândalos com certas exchanges, a sua ascensão deixou claro que há muitos que confiam neste activo a longo prazo.

Oferta predefinida

O Bitcoin é finito, e deixará de ser minerado quando atingir 21 milhões de unidades. Esta característica confere-lhe um grande valor, pois a sua oferta é limitada, pelo que, enquanto a procura for elevada, o preço também se manterá alto, um comportamento que se prevê semelhante ao do ouro.

Expectativa de descida das taxas de juro

Com as taxas de juro a rondar os 5% – 5,25%, o mercado está a descontar uma descida das taxas de juro por parte da Fed ainda este ano, entre receios de que os pânicos bancários continuem a perpetuar-se, e que coisas muito mais graves do que bancos de média dimensão continuem a quebrar.

Claramente, esta descida das taxas poderia beneficiar a Bitcoin, uma vez que o acesso à liquidez seria mais fácil e os investidores teriam, portanto, mais capital para comprar a criptomoeda. Por isso, muitos estão a investir nela agora, na expectativa de que a procura aumente e o preço suba.

Volatilidade

Citar a volatilidade como uma razão para investir em Bitcoin pode parecer estranho para os investidores mais conservadores, mas para aqueles que estão dispostos a correr mais riscos, uma maior volatilidade significa uma maior hipótese de um melhor retorno.

Opiniões sobre a Bitcoin

Tal como acontece com qualquer outro activo, as opiniões sobre a Bitcoin são mistas, geralmente associadas àqueles que defendem as criptomoedas e àqueles que não têm confiança no seu desenvolvimento a longo prazo.

Os que se opõem ao investimento nesta moeda digital invocam argumentos como as fraudes do mundo criptográfico, a insegurança do seu armazenamento ou, simplesmente, que não confiam que se torne um activo de refúgio, como o ouro.

Do lado oposto, aqueles que defendem o Bitcoin reconhecem que o mercado das criptomoedas teve muitos excessos, mas acreditam no seu potencial como primeira moeda digital criada e, dado o interesse institucional, estão confiantes de que o seu preço continuará a subir. No entanto, o seu verdadeiro valor deve-se a de que seria um regresso ao dinheiro real, sem a manipulação dos bancos centrais e de outras agências governamentais.

Quanto à segurança, é verdade que pode ser uma desvantagem, embora existam alternativas seguras, como as cold/hot wallets, concebidas para evitar a pirataria informática.

Além disso, como já referimos, o Bitcoin é finito e demonstrou o seu potencial de crescimento em tempos de incerteza do mercado, pelo que aspira a tornar-se uma alternativa digital ao ouro.

Vantagens e desvantagens de investir em Bitcoin

Por fim, vejamos uma lista das vantagens e desvantagens da exposição ao bitcoin como resumo:

Vantagens

Muitos aforradores e investidores particulares consideram a Bitcoin um investimento interessante, seja a curto, médio ou longo prazo. Os motivos são diversos:

  • Descentralizada
  • Escassa
  • Difícil de falsificar
  • Transacções mais rápidas
  • Moeda internacional

Desvantagens

E agora as desvantagens:

  • Pode ser utilizada para acções criminosas.
  • Ainda não é aceite em muitos estabelecimentos.
  • Tecnologia complexa
  • Ainda sujeita a episódios de alta volatilidade.

Em suma, neste artigo avaliámos as diferentes opções de como comprar bitcoin, subtraindo um dos seus principais perigos, os golpes de extorsores financeiros.

No entanto, gostaria de saber a sua opinião: percebê o investimento em bitcoin como apenas mais um activo especulativo ou, pelo contrário, considera que é um activo real com muito potencial a longo prazo?

Tenho que pagar impostos sobre os lucros obtidos com Bitcoins em Portugal?

No mundo dinâmico das criptomoedas, uma questão frequente entre investidores é sobre a tributação dos lucros obtidos, especialmente em relação ao Bitcoin, a mais conhecida das criptomoedas.

O cenário fiscal para investidores de Bitcoin em Portugal sofreu alterações significativas com o Orçamento do Estado para 2023. Uma das principais mudanças é a introdução de impostos sobre ganhos de capital para vendas de Bitcoin realizadas dentro de um ano após a compra.

A partir de 2023, se vender Bitcoin que deteve por menos de um ano, terá de pagar um imposto de 28% sobre os lucros.

As transações realizadas em 2023 devem ser declaradas no IRS de 2024, especificamente no anexo G. É crucial manter todos os comprovativos de transações para esclarecimentos necessários na declaração.

👉 Declarar as criptomoedas no IRS

Que alternativas existem ao Bitcoin?

No mercado das criptomoedas, existem várias opções além da Bitcoin para aqueles que procuram diversificar os seus investimentos neste setor. Nos últimos anos, surgiram diversas criptomoedas que se destacam como alternativas viáveis. Entre as mais notáveis para investimento, encontramos:

  • Ethereum: Esta plataforma digital tem como moeda o Ether, que se posiciona como a segunda mais valiosa do mercado. O Ethereum apresenta-se como uma opção potencialmente mais acessível para investidores, devido ao seu preço mais baixo em comparação com o Bitcoin.
  • Litecoin: Esta criptomoeda é outra alternativa significativa ao Bitcoin. A principal diferença reside no número máximo de unidades disponíveis, que é consideravelmente maior do que a da Bitcoin, além de um processo de mineração e transações mais rápidos.
  • Ripple: Criada com o objetivo de facilitar transações bancárias, a Ripple se destaca por sua colaboração com bancos, o que pode ser tanto um ponto forte quanto uma fraqueza. Esta colaboração pode comprometer o princípio de descentralização, que é uma característica fundamental das criptomoedas.

Leia ainda 👉 Como investir em criptomoedas

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF

Manual de Criptomoedas

Este e-book irá ajudá-lo a aprender o que precisa de saber para começar a compreender o que são e como funcionam as criptomoedas:

  • Noções básicas de criptomoedas
  • Como começar a investir em criptomoedas
  • Dicas sobre como fazer tudo isto em segurança

Artigos Relacionados

A máxima do trading sempre foi a mesma: obter uma estratégia vencedora e aplicá-la consistentemente, sem sair dela. Portanto, nesta guia de trading com ChatGPT, a primeira ideia – conseguir uma estratégia ve...
“Investir em ouro para se proteger da inflação”. Certamente todos já ouviram esta frase pelo menos uma vez quando se ...

Deixar uma Resposta

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Mais recente
Mais antigo Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
João Manuel Neves Dias dos Reis
Convidado

Gostaria de saber como posso investir algum dinheiro nesta moeda obrigado

Henrique Garcia

Consegue procurando uma wallet de criptomoedas. https://www.rankia.pt/promocion/manual-de-criptomoedas/

Última edição 2 anos atrás por Diana Costa