Entrar
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Tudo o que precisa saber sobre Hot Wallets para Criptomoedas

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

Assim como existem as carteiras frias, existe a sua contraparte, a Carteira Quente ou também chamadas “Hot Wallet”. Portanto, se quiserem começar no mercado das criptomoedas, este artigo pode ser de especial interesse, pois nele explicaremos em detalhe o que são as “Hot Wallets” ou “Carteiras Quentes”, como funcionam, como utilizá-las e as suas vantagens e desvantagens em relação às cold wallets ou carteiras frias.

hot wallet / carteira quente

O que é uma Hot Wallet?

Vamos começar pela sua definição: uma hot wallet ou carteira quente é uma carteira digital para criptomoedas, que funciona permanentemente conectada à internet e não requer nenhum dispositivo de hardware para o seu uso. Com isso, facilita ao seu utilizador um uso simples e um acesso rápido à sua carteira e às criptomoedas que possui dentro dela.

A partir de estarem conectadas online, as carteiras quentes / hot wallets são um atrativo para os hackers que procuram como os antigos piratas que buscavam as moedas de ouro, neste caso os piratas informáticos ou hackers procuram as criptomoedas.

👉 Descubra como começar a investir em Bitcoin neste guia: Como investir em Bitcoin de forma segura em Portugal?

Características das carteiras quentes

Vamos ver a seguir algumas das características das carteiras:

  • Uso Online: Como avançávamos na sua definição, este tipo de carteiras é utilizado de forma 100% online, sem requerer nenhum tipo de dispositivo externo além do dispositivo de uso para a conexão à internet (seja computador, tablet ou telemóvel) e as chaves de acesso à carteira.
  • Acessibilidade: Por esta razão, estas carteiras são mais facilmente acessíveis do que as Cold Wallets, que dependem de um dispositivo de hardware externo.
  • Facilidade de uso: Estas carteiras também são mais fáceis de usar. As Cold Wallets requerem a instalação de um software adicional devido à necessidade de acesso ao dispositivo externo, e também a conexão ao dispositivo externo a partir do dispositivo a partir do qual a conexão é estabelecida (computador/móvel/tablet), o que complica o seu uso, especialmente para o utilizador mais inexperiente. Isto não é necessário em certos tipos de Hot Wallets: em algumas Hot Wallets é necessária a instalação de um software, mas nunca a conexão a outro dispositivo; veremos isto explicado mais adiante no artigo.
  • Diversidade: Existem vários tipos de Hot Wallets, o que facilita a adaptação de todo o tipo de utilizador a estas; a seguir veremos os diferentes tipos de Hot Wallets.

Como funcionam as Hot Wallets?

Ao funcionar online, conectadas à Internet, o melhor é ter na hot wallet uma pequena quantia de dinheiro, assim poderão evitar o risco de serem hackeadas. A principal utilidade das hot wallets permite um rápido acesso aos fundos já que, como mencionamos, mantêm conexão à internet.

Assim, estas são as 3 ideias que devemos ter em conta sobre as hot wallets

Não estão totalmente desconectadas da rede

Este é o ponto mais controverso das hot wallets, e é que muitos utilizadores preferem as cold wallets por razões de segurança, já que estas últimas não estão conectadas à Internet, o que as torna menos vulneráveis a hacks.

Por outro lado, e apesar das hot wallets estarem conectadas à rede e à blockchain, se o utilizador da hot wallet mantiver as suas senhas seguras e não realizar atividades estranhas, não tem por que ser afetado por qualquer vulnerabilidade de segurança.

Têm uma frase semente

Este ponto é também partilhado com as Cold Wallets: toda carteira cripto segura e de qualidade tem a sua famosa “frase semente”; isto é uma série de 12 ou 24 palavras que o utilizador deve guardar e não partilhar com nenhuma outra pessoa, pois será a chave que permitirá o acesso à carteira a partir de qualquer dispositivo do mundo.

hot wallets

Têm uma chave privada

Além da frase semente, o utilizador poderá bloquear e desbloquear a carteira no dispositivo em que a tem instalada; para isso, deverá utilizar uma senha adicional à frase semente.

Outras considerações

  • As carteiras quentes são geridas por uma aplicação Web ou app móvel, que é instalada conforme seja no computador ou smartphone e a partir daí podem utilizá-la
  • Podem oferecer um serviço web que permite o acesso às criptomoedas ou um software de download gratuito para o computador ou smartphone
  • Trata-se de uma carteira que permite gerir as chaves, deverão realizar o processo manual
  • As carteiras quentes costumam ser carteiras gratuitas
  • As hot wallets costumam estar vinculadas com chaves públicas e privadas que facilitam realizar as transações e também funcionam como uma barreira de segurança.

👉 A propósito, se quiseres conhecer a próxima versão em termos de segurança das hot wallets, convido-te a visitar o nosso próximo artigo, onde explicamos em detalhe: Cold wallets – O que é, como funciona e qual é a melhor?

Importância das chaves públicas e privadas nas hot wallets

As chaves públicas criptográficas e as chaves privadas são um dos aspectos mais importantes da carteira de criptomoedas.

  • A chave pública pode ser semelhante ao nome do utilizador da conta; permitem identificar a carteira para receber tokens sem ter que revelar a identidade do receptor das criptos.
  • As chaves privadas por outro lado assemelham-se aos números de PIN; facilita o acesso à carteira e a revisão de saldos, iniciar transações e outras operações.
  • Sem este tipo de chaves, a carteira ou wallet não seria tão útil como é.

Tipos de Hot Wallets

Atualmente existem três tipos de carteiras quentes disponíveis no mercado. A maioria é gratuita, mas sempre existe algumas que são pagas.

Carteiras quentes de desktop

Estas são carteiras destinadas a serem usadas num computador de mesa ou portátil, e é necessário a instalação de um programa/software de uma aplicação de desktop para o seu uso. Uma vez instalado esse software, no entanto, podemos aceder à nossa carteira a partir do dispositivo em que o instalamos sempre que desejarmos (e tivermos ligação à internet).

Carteiras quentes de desktop

Vemos na imagem como se parece a app de desktop do Exodus Wallet, uma das carteiras quentes mais utilizadas pelos investidores em criptomoedas.

Carteiras quentes de Smartphone

As carteiras quentes de Smartphone são aquelas que têm aplicações para Android e iOS e que podem ser usadas a partir de praticamente qualquer dispositivo móvel tipo Smartphone. Hoje em dia, praticamente todas as Hot Wallets do mercado.

Carteiras quentes de Smartphone

Vemos na imagem como se parece a app móvel da Carteira Coinbase, talvez a Hot Wallet com desenho e experiência do utilizador mais atraentes do mercado.

Embora o espaço seja limitado que as carteiras de computador. A vantagem é a mobilidade e maior facilidade e manuseio de qualquer lugar.

Carteiras quentes online

Por último, também existem Hot Wallets às quais se pode aceder a partir de um navegador web, e para as quais não é necessária a instalação de uma aplicação de desktop ou móvel (embora possa ser necessária a instalação de uma extensão para Google Chrome ou similar).

Carteiras quentes online

Assim se parece Metamask, a Hot Wallet mais difundida e utilizada, vista no navegador Google Chrome.

Portanto, estas carteiras têm a comodidade de que podem ser usadas online de qualquer lugar, no entanto, isto é à custa de que para usá-las deves ceder as chaves privadas a um terceiro, ou seja, que dos teus fundos, possa dispor outra pessoa. Talvez uma das poucas mas grande desvantagem seja esse aspecto.

As melhores Hot Wallets

Vamos ver 3 das Hot Wallets mais utilizadas pela comunidade de investidores em criptomoedas:

  • MetamaskA Hot Wallet mais utilizada e expandida, compatível com uma grande variedade de blockchains (Ethereum, Binance Smart Chain, Polygon, Avalanche…) e com uma infinidade de criptomoedas e tokens.
Metamask: 
  • Trust Wallet: A Hot Wallet adquirida pela Binance em 2018 e compatível com a exchange, razão pela qual a sua expansão e aceitação a nível mundial; tem app móvel, extensão do Google Chrome e até compatibilidade com carteiras frias.
trust wallet
  • Coinbase WalletA Hot Wallet desenvolvida por Coinbase, a segunda maior exchange do mundo e a primeira a ser cotada em bolsa, e talvez com a interface mais agradável e experiência do utilizador mais simples; uma das mais recomendadas para os usuários novatos, juntamente com a MetaMask.
coinbase wallet

Melhores carteiras quentes por plataforma

Existem vários tipos de carteiras ativas ou carteiras quentes que podem ser descarregadas gratuitamente. Algumas carteiras são específicas para serem usadas em associação com apps particulares ou só permitem certas criptomoedas.

Melhores Wallets de desktop

Entre as carteiras quentes de desktop podem escolher alguma das seguintes:

Melhores carteiras de desktop
Electrum
Bitcoin Core
Exodus

Electrum: Carteira de software, fácil, alto nível de segurança e cujas chaves estão cifradas no computador e ficam no computador de desktop:

  • Permite recuperar as criptomoedas através de uma frase secreta
  • O proprietário tem controle total sobre os bitcoins e outras criptomoedas, evitando que outras pessoas bloqueiem ou os seus fundos.
  • Permite rodar endereços cada vez que recebem um pagamento, o que dificulta o rastreamento de fundos
  • Pode não descarregar toda a blockchain, tornando o peso no computador leve
  • É compatível com os SO Windows, Linux, Mac e Android.

Bitcoin Core: É uma carteira que só aceita bitcoins, sendo o primeiro software a funcionar em formato de carteira. E entre outras coisas:

  • Permite enviar e receber bitcoins através de endereços ou gerar códigos QR
  • Não permite comprar ou vender os códigos QR
  • Embora a sua utilização seja mais exigente do que outras carteiras
  • Ao utilizá-la ajudam a rede Bitcoin, ao validar as operações
  • O seu armazenamento é na blockchain
  • Exige certa largura de banda e memória no disco rígido do PC
  • É compatível com os SO de Windows, Linux e Mac.

Melhores Carteiras quentes para telefones

Entre as carteiras quentes para telefones estas são as melhores:

Melhores carteiras quentes em telefones
Electrum
Mycelium
Trust Wallet
Exodus
  • Electrum: Além da sua versão de desktop, o Electrum tem uma versão de carteira em formato de aplicação móvel:
    • Compatível com Android, o que permite instalar a carteira num smartphone
    • Tem segurança para gerir as suas criptomoedas
    • Oferece suporte atualizado constante.
  • Mycelium: É uma das melhores carteiras para dispositivos móveis pelas seguintes características:
    • Oferece segurança empresarial de alto nível para gerir bitcoins
    • Tem proteção de chaves privadas
    • Pode ser integrada com outros serviços e com carteiras físicas
    • É compatível com os SO Android e iPhone
    • Uma desvantagem é que só é compatível com Bitcoin
    • Pode comprar e vender bitcoins por dinheiro fiduciário como o dólar, euro, outros ou vice-versa
    • Tem integração com as plataformas Cashila e Glidera.
  • Trust Wallet: Outra opção de uma carteira quente em formato de app, tem as seguintes características:
    • Aplicação móvel com funções seguras
    • Permite gerir diversas criptomoedas
    • Trust Wallet é uma aplicação descentralizada de Ethereum de código aberto
    • É uma carteira multimoeda, suporta as principais criptomoedas
    • Oferece suporte para mais de 20.000 tokens como os ERC20 da rede Ethereum e os BEP2 da Binance.

Melhores carteiras quentes Online

Entre as carteiras quentes online, estas são as melhores:

Melhores hot Wallet online
BitGo
Blockchain.com
Bit2Me Wallet
  • BitGo: É uma das carteiras de Bitcoin mais recomendadas. Oferece as seguintes funções:
    • Disponibiliza um serviço de custódia e armazenamento a frio de nível institucional.
    • Conta com suporte para mais de 100 criptomoedas e tokens.
    • Opera sob uma plataforma com a tecnologia de assinatura múltipla (P2SH) e HD (BIP32) oferecendo um alto nível de privacidade.
  • Blockchain.com: Esta carteira é uma das mais populares e oferece as seguintes funções como:
    • Permite armazenar e gerir até 4 tipos de criptomoedas (BTC, ETH, BTH e XLM)
    • O seu serviço é simples, mas fácil de utilizar.
    • Dispõe de um nível de segurança com autenticação de 2 fatores
    • Para aceder à carteira online é necessário um código de SMS, Yubikey ou Google Authenticator (um dos 2 desses 3 fatores) para poder proteger as contas de acessos não autorizados.
  • Bit2Me Wallet: É outra opção de carteiras quentes entre as suas funções destacam-se as seguintes:
    • Integrada a todos os serviços da Bit2Me
    • Bit2Me Wallet é multimoedas, multidivisas e atomic swaps
    • Maneja diversos idiomas
    • Dispõe de explorador de blocos
    • Integração com serviços Bit2Me empréstimos.

Vantagens das Hot Wallets em relação às Cold Wallets

Basicamente, as duas vantagens óbvias das Hot Wallets em relação às Cold Wallets são as seguintes:

  • Rapidez no acesso: este fator torna-as uma opção atraente em comparação às Cold Wallets, sobretudo para aqueles investidores em criptomoedas que realizam transações e/ou envios de criptomoedas de maneira frequente
  • Facilidade de uso: devido à necessidade de uso de um dispositivo externo e uso de software adicional necessários para as Cold Wallets, as Hot Wallets tornam-se uma opção mais atraente sobretudo para aqueles usuários mais principiantes ao não serem necessários tais requisitos.

👉 No entanto, sobre esta dialética, refletimos mais amplamente no seguinte artigo: Hot Wallet vs Cold Wallet

Os perigos das carteiras quentes: Quais são?

Também existem dois perigos principais quando falamos do armazenamento de criptomoedas em Hot Wallets:

  • Vulnerabilidade a ataques cibernéticos: Sendo carteiras constantemente conectadas à internet, se estas tiverem algum erro ou vulnerabilidade no seu desenho, seria possível que um hacker habilidoso acedesse às carteiras e roubasse as criptomoedas armazenadas nestas. Devemos selecionar muito bem a carteira quente que usamos antes de armazenar as nossas criptomoedas nela.
  • Risco de perda da frase semente: Embora este fator seja comum tanto para carteiras frias como quentes, é também um risco a ter em conta no uso de carteiras quentes; será sempre necessário salvaguardar a senha de forma segura e procurar não a perder sob qualquer circunstância, ou será impossibilitado para sempre o acesso às criptomoedas armazenadas na carteira.

Vantagens e desvantagens das carteiras quentes em relação às carteiras centralizadas

Comparemos, finalmente, as vantagens e desvantagens de armazenar a nossa criptomoeda numa carteira quente versus fazê-lo numa exchange ou carteira centralizada:

Vantagens

  • Posses direta das suas criptomoedas: No mundo cripto, a frase “Not your keys, not your coins” é amplamente difundida; isto significa que, se não possuis a frase semente da carteira onde as tuas criptomoedas estão armazenadas, não és realmente o seu dono (como é o caso quando as criptomoedas são armazenadas em exchanges); sendo tu a única pessoa na posse da frase semente da carteira onde estão armazenadas as tuas criptomoedas, és realmente o dono destas.
  • Acesso imediato e permanente às tuas criptomoedas: Por vezes, nas exchanges centralizadas, seja por excesso de volume de usuários ou por fatores externos, a atividade nas exchanges pode ser temporariamente interrompida e o acesso dos investidores às suas criptomoedas fica impossibilitado. Isto, além disso, costuma acontecer em momentos chave, causando possíveis perdas aos investidores que desejavam fazer movimentos ou transações com as suas criptomoedas. Isto nunca acontecerá numa carteira descentralizada.

Desvantagens

  • Risco de falência da exchange: Um dos riscos de armazenar as nossas criptomoedas numa exchange descentralizada, é perder as nossas criptomoedas se a exchange falir e não tiver liquidez suficiente para nos devolver. Isto nunca acontecerá numa carteira privada própria, pois as criptomoedas estão realmente dentro da carteira (facto que também é possível numa exchange centralizada, mas do qual nunca temos a garantia a 100% de que assim seja).
  • Risco de fraude/roubo: E o outro risco principal, claro, são as pessoas; as exchanges centralizadas são geridas por pessoas, e se os gestores de exchanges cometerem uma fraude e roubarem as criptomoedas de investidores que as deixam armazenadas em tais exchanges, estes investidores perderão as suas criptomoedas.

Em suma, as “Hot Wallets” ou carteiras quentes são carteiras digitais para criptomoedas que operam constantemente ligadas à internet, facilitando um acesso rápido e simples aos fundos investidos em criptoativos. Apesar da sua conveniência e facilidade de uso, especialmente para utilizadores iniciantes, apresentam riscos de segurança como a vulnerabilidade a ataques devido à sua ligação permanente à internet, precisamente por isso, é crucial lidar com precaução as chaves privadas e a frase semente para evitar perdas.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Manual de Criptomoedas

Este e-book irá ajudá-lo a aprender o que precisa de saber para começar a compreender o que são e como funcionam as criptomoedas:

  • Noções básicas de criptomoedas
  • Como começar a investir em criptomoedas
  • Dicas sobre como fazer tudo isto em segurança

Artigos Relacionados

A máxima do trading sempre foi a mesma: obter uma estratégia vencedora e aplicá-la consistentemente, sem sair dela. Portanto, nesta guia de trading com ChatGPT, a primeira ideia – conseguir uma estratégia ve...
“Investir em ouro para se proteger da inflação”. Certamente todos já ouviram esta frase pelo menos uma vez quando se ...