Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Melhores PPR em Portugal 2022

Subscrever Newsletter

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


São muitos os portugueses que ainda optam por colocar as suas poupanças em Planos Poupança Reforma (PPR), pensando no seu futuro aquando da reforma. Se há vários planos que, no ano passado, renderam menos de 1,5%, outros conseguiram 5 vezes mais esse desempenho. Saiba, neste artigo, quais os melhores Planos Poupança Reforma existentes em Portugal.

Sabia que os Planos Poupança Reforma absorvem aproximadamente 25 mil milhões de euros da poupança dos aforradores portugueses? Apesar deste enorme investimento, nem todos os Planos Poupança Reforma revelam ser uma boa solução de poupança. Cerca de um quarto dos produtos existentes no mercado renderam menos do que a inflação nos últimos 5 anos. Estes dados revelam que quem investiu nesses Planos Poupança Reforma tem menos poder de compra agora com o dinheiro que já investiu do que conseguiam há 5 anos com esse mesmo montante subscrito.

Melhores PPR que mais renderam o ano passado

No ano passado, metade dos Planos Poupança Reforma em comercialização conseguiram render mais de 1,5%. Entre a oferta disponível (cerca de 113 PPR), somente 5 conseguiram ganhar mais de 7%.

PPR RENTABILIDADE
Caixa Arrojado PPR/OICVM 7,77%
Vida PPR Ações Life Path 2040 8,19%
Bankinter 75 PPR/OICVM — B 7,91%
Vida PPR Ações Life Path 2030 7,32%
Bankinter 75 PPR/OICVM — A 7,01%
Vida PPR Ações Life Path 2050 8,61%
BPI Reforma Valorização PPR/OICVM 11.31%
IMGA Investimento PPR/OICVM – Categoria A 10.34%
Optimize Capital Reforma PPR/OICVM Ativo 9.89%
BBVA Estratégia Investimento PPR 14.84%

Importa referir que a rentabilidade de um ano não é suficiente para avaliar a capacidade de administração de valores das entidades que gerem estes mesmos Planos Poupança Reforma.

Melhores PPR mais rentáveis nos últimos 5 anos

PPR RENTABILIDADE
Alves Ribeiro PPR/OICVM 6,09%
Vida PPR Ações Life Path 2030 3,89%
Plano Poupança Reforma — PSN 3,65%
Bankinter 75 PPR/OICVM — A 3,52%
NB PPR/OICVM 5,26%
Lusitania Poupança Reforma PPR (71D5) 3,77%

Os planos Alves Ribeiro PPR/OICVM e o NB PPR/OICVM além de terem sido os mais rentáveis neste período de tempo, foram aqueles que igualmente alcançaram os mais elevados desempenhos nos últimos sete anos de entre os PPR em comercialização no panorama financeiro nacional.

O Alves Ribeiro PPR/OICVM, distribuído em exclusividade pelo Banco Invest, ganhou 6,96% por ano entre 2014 e 2020. O NB PPR/OICVM, do ActivoBank, no Banco Best, no Banco Invest e no Novo Banco, rendeu 6,07% por ano nos últimos 7 anos.

Os PPR que mais renderam na modalidade ‘capital garantido’

São muitos aqueles que receiam investir em produtos financeiros que não garantam o capital investido, como são exemplo os planos Alves Ribeiro PPR/OICVM e o NB PPR/OICVM. A opção por soluções muito conservadoras resulta normalmente em retornos mais baixos no longo prazo. Contudo, há no mercado diversos Planos Poupança Reforma de capital garantido, com rentabilidades históricas muito interessantes. Saiba quais são.

PPR RENTABILIDADE
Plano Poupança Reforma — PSN 3,65%
Generali PPR+Seguro (Prémios Periódicos) 2,60%
PPR Vintage 2,71%
Generali PPR+Seguro (Prémios Únicos) 2,60%
NB PPR/OICVM 5,26%
Lusitania Poupança Reforma PPR (71D5) 3,77%

Antes de investir, perca tempo a analisar todos os pormenores que aqui referimos, nomeadamente rentabilidades históricas, nível de risco e os encargos dos produtos, pois várias sociedades gestoras cobram comissões um tanto ou quanto elevadas nos Planos Poupança Reforma. A título de exemplo, o PPR da Mutualista PSN não tem encargos nem de subscrição, nem reembolso, mas o Lusitana Poupança Reforma PPR cobra até 2% no ato da subscrição e 1% aquando do reembolso.

Os investidores mais conservadores devem ter em atenção um rendimento garantido elevado. Neste aspeto, os Planos da PSN e da Lusitania são, indubitavelmente, a melhor opção, garantiram um rendimento, respetivamente, de 2% e 1,5% em 2021.

Quando for escolher o Planos Poupança Reforma que melhor se adequa a si, tenha presente estes três requisitos: começar a poupar o quanto antes, para poder beneficiar do efeito de capitalização a longo prazo; faça entregas regulares (praticamente todos os planos permitem reforços programados) e, finalmente, opte por um PPR que proporcione uma boa rentabilidade.

Os benefícios fiscais também são um dos melhores atributos dos Planos Poupança Reforma . Saiba que as suas entregas anuais são passíveis de serem deduzidas à coleta de IRS, até um determinado montante, mediante a sua idade.

 

Esta informação não constitui uma recomendação de investimento. As informações são proporcionadas exclusivamente para efeitos informativos, sem que possam ser consideradas como elemento determinante para a tomada de decisões por parte do utilizador.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Consent(Obrigatório)

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

guest
3 Comentários
Mais recente
Mais antigo Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Fábio Martins
Convidado

Boa tarde
Existe algum fundo em Portugal que não tente bater o mercado? Como diz o Filipe lemos , gostava de investir num fundo que se usa-se a titulo de exemplo ETF SP 500.
Ou estou a ver mal ou a rentabilidade anualizada do SP500 é superior a qualquer uma das opções acima demonstradas.
e beneficiando de 8% de imposto ao PPR ao invés dos 28 % que taxam era ótimo

Filipe Lemos

Boa tarde Juan.
Gostaria de investir em PPR (para aproveitar as vantagens fiscais) mas preferiria fundos com gestão passiva baseados em ETFs com comissionamento baixo (máximo de 0,5%).
Existe algo parecido em Portugal?
A minha referência são os “Target date funds” da Vangard
Filipe

Última edição 4 meses atrás por Diana Costa