O que é Blockchain e como funciona?

O que é Blockchain e como funciona?

O que é Blockchain e como funciona? Nunca se falou tanto de critpomoedas e de tecnologia cripta como agora. A Bitcoin voltou à ordem do dia depois do investimento astronómico de Elon Musk, o diretor da Tesla, a Dogecoin atingiu máximos históricos e os NFT – a criptoarte – já é vista como a salvação da arte no futuro próximo.

No entanto, para quem entra agora neste admirável mundo novo, pode não ser propriamente simples. Existem muitos conceitos, uma tecnologia totalmente nova e demasiado jargão técnico para se sentir imediatamente à vontade no universo cripto. Aliás, são mais as questões que surgem do que as respostas.

Assim, a primeira coisa a fazer é entender o que é a tecnologia Blockchain, já que é ela que sustenta todo o universo cripto. Por isso, para o ajudar nesta demanda, preparámos tudo o que necessita saber sobre Blockchain, para que a sua entrada nas criptomoedas e criptoarte seja o mais fácil e simples possível.

O que é Blockchain?

É certo que a tecnologia Blockchain surgiu com a Bitcoin, mas uma e outra estão desassociadas e, enquanto a segunda não pode viver sem a primeira, o inverso já não é bem verdade. É que a Blockchain tem várias funcionalidades além da certificação e gestão das transações utilizando criptomoedas.

Assim, a Blockchain é uma tecnologia que permite que o mundo cripto, sejam criptomoedas ou NFT apenas para mencionar dois dos mais comuns atualmente, não é copiado nem alterado. Para isso, serve-se de uma rede gigantesca de servidores, que carrega todo o conteúdo cripto e a respetiva impressão digital, para que todas as operações efetuadas sejam confiáveis e imutáveis.

Assim, a Blockchain é uma tecnologia descentralizada, que elimina a necessidade de uma terceira parte para certificar uma transação entre duas pessoas, assegurando a transparência total deste mundo. Daí que cada vez mais pessoas e empresas recorram a esta tecnologia e às criptomoedas por estas não estarem sujeitas à inflação do sistema financeiro e a influências cambiais exteriores.

Como funciona a tecnologia Blockchain?

Para entender como funciona ao certo a tecnologia Blockchain, a melhor forma é recorrer a um exemplo prático, comparando-a a uma transação simples do nosso dia-a-dia. Imagine que vai ao mercado compra açúcar e decide pagar com o cartão Visa. Ao passa-lo no terminal, a informação é enviada para o seu banco, que confirma se tem dinheiro na conta e se a operação é válida. Ao confirmar esta situação, dá autorização para que a transferência se efectue e a sua compra pode ser terminada.

O que o Blockchain faz é eliminar a necessidade desta terceira parte, garantindo que todas as transações são efetuadas apenas entre duas pessoas, garantindo uma maior privacidade e anonimato. E, para garantir a segurança, a Blockchain funciona como uma base de dados gigantesca e extremamente intrincada, à prova de falsificação, que regista todo o histórico de transação de uma pessoa ou de uma criptomoeda através da sua impressão digital.

Vantagens e desvantagens

Posto isto, é fácil entender quais são os grandes benefícios da tecnologia Blockchain. A principal será, provavelmente, a fiabilidade da rede. Como o servidor é constituído por uma rede de nós de proporções gigantescas, mesmo que um deles fique offline, o sistema não fica comprometido, ao contrário dos bancos que estão dependentes de apenas um. É assim um sistema extremamente estável, com poucas ou nenhumas falhas, o que pode ser particularmente importante para quem lida com o mundo financeiro.

Além disso, é uma tecnologia que garante a total privacidade do utilizador, que se mantém totalmente incógnito, ao eliminar o tal intermediário nas transações. Contudo, isto também é uma das suas desvantagens. Devido a esse anonimato, a tecnologia Blockchain é usada, acreditam os especialistas, para serem efetuadas operações menos lícitas, nomeadamente financiamento terrorista. Contudo, isto é apenas uma ínfima parte deste universo.

Outro problema relacionado com o Blockchain prende-se com a capacidade de armazenamento. À medida que aumenta o número de utilizadores e de transações, a dimensão dos servidores deste tecnologia terá necessariamente que crescer. Isso pode ser um desafio para o limite atual da capacidade dos discos rígidos, que pode levar a um colapso da rede ou da atividade dos seus utilizadores.

As 3 principais tendências da Blockchain para 2021

Nunca se falou tanto do mundo cripto como em 2021, como mencionámos logo de início. E até já demos algumas pistas para algumas das tendências mais fortes deste ano. No entanto, nenhuma gera tanta expectativa quanto a entrada neste universo do Banco Central. Os especialistas acreditam que as Moedas Digitais de Banco Central possam ser lançadas em breve, apesar de não haver nenhuma confirmação neste sentido.

Isso significa que este pode ser o ano da Blockchain. Sectores como o da saúde, do transporte e da logística podem beneficiar diretamente desta adoção mais ampla da tecnologia Blockchain, tornando-se mais eficientes, seguros e confiáveis, acelerando para um crescimento económico e comercial que pode ser acentuado.

Finalmente, não podemos terminar este artigo sem mencionar novamente o NFT, que tem feito correr muita tinta. O NFT é um certificado digital, gerado pela tecnologia Blockchain, que define a exclusividade de um artigo digital e tem sido utilizado amiúde para certificar obras de arte, gerando um novo mercado de arte digital que tem movimentado milhões. No entanto, este tipo de activos pode ser usado para outras funcionalidades, se bem que, para já, parece ser a criptoarte a grande tendência deste ano de 2021.

0

Sobre o autor

Diana Costa

Content Specialist for Rankia Portugal

 

Responder a este tópico