Yield to Maturity (YTM): como calcular? - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Yield to Maturity (YTM): como calcular?

Yield to Maturity (YTM): como calcular?

O Yield to Maturity (YTM), denominado, rendimento até à maturidade é um dos fatores mais importantes a serem considerados ao decidir se um título deve ser vendido ou mantido até a maturidade. Vamos ver o que é, por que é importante e qual a melhor maneira de utilizá-lo.

Yield to Maturity (YTM): como calcular?

Yield to Maturity (YTM) é a renda total que  é capaz de ganhar mantendo uma garantia até o vencimento. A renda consiste no principal, mais os juros.

O valor do Rendimento até o Vencimento está em forma percentual e, embora seja difícil calculá-lo com exatidão, é muito útil, pois permite compreender quanto se pode ganhar mantendo a segurança até o vencimento. Permite que entenda se vale a pena manter a segurança ou se é melhor vendê-la assim que tiver a oportunidade de fazê-lo.

Antes de explicar-lhe como calcular o Yield to Maturity (Rendimento até a Maturidade), gostaríamos de salientar o fato de que esta estratégia de cálculo é utilizada para encontrar uma aproximação do YTM, não é o valor exato.

Pode calcular o Rendimento até o Vencimento usando a fórmula:

Dado “YTM” = Yeld to Maturity, “Vc” = Valor do cupom (juros pagos anualmente ao titular do título), “Vn” = Valor de face, “P” = Preço pago para adquirir o título e “x” = Número de anos até o vencimento, então:

YTM = {Vc + [(Vn – P) / x]} / [(Vn + P) / 2]

Para ver como o resultado é satisfatório,  pode verificar a precisão do cálculo usando a fórmula:

Dado “YTM” = Rendimento até o Vencimento, “Vc” = Valor do Cupom (juros pagos anualmente ao titular do título), “Vn” = Valor de Face, “P” = Preço pago para adquirir o título e “y” = Número de Cupons, então:

P = {Vc * {{{1 – [1 / (YTM + 1)y]} / YTM} + Vn} / (YTM + 1)y

Se os cálculos parecerem muito complicados, não se desespere. Só precisa conhecer ou mesmo ter a fórmula para aplicá-la usando calculadoras ou planilhas (como o Excel). Obviamente, uma planilha faria todos os cálculos, mas  precisará fornecer os dados primeiro, e é por isso que  ainda precisará obter o valor do cupom, valor nominal, preço e número de anos até o vencimento.

Isto não é impossível, mas  precisa certificar-se de ter os dados mais precisos possíveis para poder calcular um Rendimento até a Maturidade que seja o mais próximo possível do valor real.

Conclusão

Calcular o Rendimento até a Maturidade não é essencial, mas pode permitir que ganhe muito dinheiro ou evite perdas. Graças ao Yield to Maturity, pode entender se é melhor segurar uma segurança, ignorando até mesmo possibilidades interessantes de vendê-la, ou se, pelo contrário, é melhor vendê-la o mais rápido possível, mesmo a um preço que  teria normalmente recusado.

Como já foi dito, não é possível calcular o Rendimento até a Maturidade de forma exata, mas sua utilidade permanece, sobretudo se os dados forem combinados com outras informações, que o curso do mercado.

 

Manual de Bolsa

Sobre o autor

Diana Costa

Content Specialist for Rankia Portugal

 

Responder a este tópico

Bem-vindo(a) à comunidade!

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Ao continuar, aceita a política de privacidade