Joel Greenblatt revela o seu estilo de investimento - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Joel Greenblatt revela o seu estilo de investimento

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Estilo de investimento de Joel Greenblatt

 Joel Greenblatt é um académico americano, diretor do fundo de hedge Gotham Funds e Investidores, bem como o fundador da New York Securities leilão Corporation e diretor de Gestão de Investimentos Pzena. Para além da sua relação com os mercados financeiros Greenblatt é um professor da Universidade de Columbia e escritor.

Joel Greenblatt é reconhecido no mundo financeiro por ser o diretor de Fundos Gotham com Robert Goldstein e Gotham utiliza o enfoque de  investimento Greenblatt com o qual se constroem estratégias fundamentais de largo/curto que se implementam num formato de fundo mútuo.

Numa entrevista à Forbes Joel Greenblatt respondeu a algumas perguntas relacionadas com a sua empresa Gotham Funds e a sua visão dos mercados.

Leia também:” Joel Greenblatt: história e filosofia de investimentos

Joel Greenblatt: qual é o seu estilo de investimento?

Valorizamos ações como se fôssemos comprar um negócio. Queremos saber o que pode gerar fluxos de caixa graças ao negócio e saber se é barato em comparação com outras empresas. Como é o caso da Apple, embora o preço-to-book e o preço-to-sales não sejam baixos, eles geram uma grande quantidade de fluxo de caixa e não temos que pagar grande preço pelo mesmo.

Vê comportamentos novos nos investidores agora que os mercados se encontram em níveis record e onde as taxas de juro sobem ?  

As pessoas não mudam elas baseiam-se nas emoções a curto prazo, nós tentamos basearemo-nos na valorização das empresas e tirar proveito dessas emoções.

Eu penso ser importante não ficar preso às emoções e agir unicamente com base nas avaliações que fazemos.

Actualmente os mercados não cooperam no curto prazo então temos de ser pacientes. Os horizontes temporários são encurtados e a recompensa por ser paciente aumenta.

Tivemos muito movimento nos mercados desde que Donald Trump foi eleito presidente. O que acha sobre os valores atuais?

Penso que agora tudo é mais caro do que o normal, o que não significa que tenhamos resultados negativos. Eu não quero ser muito negativo, mas se é esperado que o S & P obtenha 4% ou 5% então, não irei comprar o índice. Compramos as ações mais baratas no índice e eliminamos as mais caras.

Conseguimos encontrar valores que são mais baratos que a média com boas perspectivas em que os nossos diretores investem bem, é aí que concentramos os nossos investimentos.

O que nota desde a chegada de Trump? São as ações vão ser subestimado?

Como já disse, olhamos para as empresas que gerem fluxo em caixa. Para nós é positivo um regime que tenha, um melhor tratamento fiscal das empresas. Temos tido dispersão de forma positiva entre os nossos longos e curtos, creio que é algo que nos permitiu ter melhores resultados desde as eleições.

Quanto ao quadro geral, nós preferimos não escolher um sector ou indústria específica, podemos encontrar oportunidades baratas em qualquer um deles não acreditamos na estratégia de investir numa área em particular.

Continua a chegar muito dinheiro aos fundos de índice o que acha desta tendência dos mercados?

Há um grande movimento em direção a uma visão mais passiva, nos últimos anos, 7 ou 8 anos índices são uma maneira barata e boa para conseguir dinheiro. Mas há melhor se você tiver Oportunidades capazes de valorizar um negócio e tirar partido das emoções no mercado.

O problema reside no facto de muitas vezes os investidores não entenderem que o processo seguido pelos diretores das empresas é o do lucro rápido, assim apenas têm que comprar aquilo que teve bons resultados e vice-versa. Há para procurar boas oportunidades e não seguir o que todos fazem.

Gotham Fund Index Plus é um sucesso, por que razão lançou o fundo ?  

Tentamos encontrar uma fórmula com a qual as pessoas acreditem e confiem no nosso fundo e não que entrem e saiam do mesmo, e explico-te o porquê de não pretender que entrem e saiam, com um exemplo.

Entre 2000-2010 o melhor fundo de investimento conseguiu 18% anualizado um resultado muito bom considerando como o mercado estava, mas o investidor médio nesse fundo perdeu 11% anuais entrando e saindo em momentos delicados por não confiar na estratégia do seu gestor.

Por isso, criamos o Gotham Index Plus, a ideia foi começar com um índice como o S&P500 sabendo que é utilizado como uma referência onde nos dão $ 1 e compramos $ 1 a partir da S & P500, mas nós compramos 90 centavos das nossas ações favoritas do S&P500, em suma queremos tirar vantagem de saber o que as ações são, mas sem nos desviarmos em demasiado do índice, para que os clientes continuem connosco.

Artigos Relacionados

Conteúdo produzido por PictetAM O fair value é um importante indicador de mercado, que visa dar objetividade a um ativo. É assim que funciona. “Fair value” significa literalmente “valor justo”. É um indicado...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments