O que são demonstrações financeiras? - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

O que são demonstrações financeiras?

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Demonstrações financeiras

O que são demonstrações financeiras? Para quem está interessado no mercado financeiro e em começar a investir os seus rendimentos, o mais provável é já se ter deparado, mais do que uma vez, com a expressão demonstração financeira. Afinal de contas, este é um instrumento fundamental para qualquer investidor. Mas o mais certo é que quem esteja a dar os primeiros passos neste sector não saiba do que se está a falar.

De facto, existe um jargão técnico muito vasto no mercado financeiro, o que torna difícil a entrada de novos investidores que não tenham formação na área ou conhecimentos ligeiramente aprofundados. Contudo, este é um universo tão simples e fácil que, após começar a familiarizar-se com estes conceitos, ferramentas e estratégias, rapidamente percebe que não é nenhum bicho de sete cabeças.

Fomos então à procura de todas as informações que necessita saber sobre demonstrações financeiras, de forma a poder dominar este instrumento fundamental para investir no mercado com critério, sensatez e responsabilidade. E respondemos a todas as questões que se colocam.

O que são demonstrações financeiras e para que servem?

A primeira questão tem a ver, necessariamente, com a definição de demonstração financeira. Na verdade, estes são apenas relatórios que referem os resultados financeiros e patrimoniais de uma empresa em determinado período de tempo. No entanto, apenas as sociedades estão obrigadas a faze-lo.

Isto significa que as demonstrações financeiras são uma ferramenta fundamental para que possíveis novos investidores analisem a situação da empresa e decidam, de forma segura e com conhecimento de causa, se vão investir na sociedade ou não. Além disso, são também utilizadas pela própria sociedade para recorrer a financiamento bancário, por exemplo, pois servem às entidades financeiras para perceber a sua taxa de esforço, por exemplo.

Características das demonstrações financeiras

Assim, as demonstrações financeiras são elaboradas de acordo com uma lista de características. Primeiro que tudo, devem ser compreensíveis facilmente por quem as lê e as vai utilizar. Ou seja, são documentos que devem ser facilmente interpretados por quem tem um mínimo de conhecimento contabilístico.

A informação deve ser relevante e o mais completa possível. E a margem de erro o mais reduzida possível. Só com estes critérios cumpridos é que as demonstrações financeiras podem ser fiáveis, isentas de erro e sem viés de observação. Assim, os investidores podem utiliza-las com o máximo de credibilidade, tomando as decisões acertadas na sua carteira de investimentos.

Tipos de demonstrações financeiras

Existe mais do que um tipo de demonstração financeira. Na verdade, são cinco os diferentes tipos de demonstração financeira. Comecemos pelo mais comum, o balanço. Este é aquele que demonstra a situação atual patrimonial da sociedade, aproveitando os valores absolutos dos ativos, do passivo e do capital próprio disponível.

Existe ainda a demonstração de resultados, que apresenta a lista de todas as operações de entrada e saída de capital, ou seja, o relatório detalhado dos rendimentos e dos gastos. Com este é possível calcular o lucro ou o prejuízo final nesse período de tempo. Há ainda a demonstração de capital próprio, que aponta a liquidez da sociedade na atualidade. E, finalmente, a demonstração de fluxos de caixa, que presta toda a informação relativa a revivemos e pagamento em numerário.

Toda esta informação permite fazer uma radiografia detalhada a uma empresa, de forma a que um investidor consiga perceber todas as informações necessárias para tomar uma decisão. A isto pode-se ainda juntar uma série de anexos, que se possam referir a qualquer tipo de facto relevante para o entendimento destas demonstrações financeiras.

Vantagens e desvantagens

Compreendido o que são as demonstrações financeiras, torna-se óbvio quais são os seus benefícios para os investidores, mas também para todos os agentes com interesses em determinada sociedade. Assim, a principal vantagem da divulgação completa da informação de uma empresa prende-se com a análise e comparação entre o seu valor intrínseco e o seu valor de mercado.

Uma vez que as demonstrações financeiras são executadas de acordo com os dados reais da contabilidade da sociedade, o que elas demonstram é a realidade factual da empresa, sem a interferência de ruído exterior ou de possíveis inflações do mercado. Claro que isso também pode ser uma desvantagem, já que pode desvalorizar bastante determinada empresa, levanto-a a uma posição de fragilidade perante possíveis investidores.

Finalmente, mas não menos importante, a outra grande vantagem das demonstrações financeiras é a sua transparência. Como são credíveis e fáceis de entender, tornam-se numa ferramenta acessível e muito útil a todos os investidores, tornando-se ainda mais difícil aos atuais investidores ocultarem informações. Isso torna as empresas mais saudáveis e menos perigosas para os investidores, que têm menos riscos de virem a serem surpreendidos no futuro com situações mais obscuras ou menos claras.

Artigos Relacionados

O que são Triple Tops e Bottoms ? É um tipo de padrão gráfico usado para a análise técnica, com o fim de prever a inversão do movimento dos preços de um ativo. Os Triple Tops têm 3 picos ou pontas. O que é u...
Evergrande escapa à falência? Hoje falamos sobre as notícias! Os ursos à espera da grande queda nos mercados terão de...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments