Investimento Indexado: Tudo o que precisa saber

investimento indexado

O que é um investimento indexado?

Um fundo de índice é um tipo de fundo de investimento ou fundo negociado em bolsa (ETF) com um portfólio construído para corresponder ou rastrear os componentes de um índice do mercado financeiro , como o Standard & Poor’s 500 Index (S&P 500). Diz-se que um fundo de investimento de um determinado índice, fornece ampla exposição ao mercado, baixas despesas operacionais e baixa rotatividade de portfólio. Esses fundos seguem o seu índice de referência, independentemente do estado dos mercados.

Como funciona um investimento indexado?

“Indexação” é uma forma de gestão passiva de fundos. Em vez de uma estratégia ativa de escolher ações e o timing do mercado – ou seja, escolher títulos para investir e criar estratégias para comprá-los e vendê-los – o gestor de fundos cria um portfólio cujas participações espelhem os títulos de um índice específico. A ideia é que, imitando o perfil do índice – o mercado de ações como um todo ou um amplo segmento dele – o fundo também corresponda ao seu desempenho.

Existe um índice e um fundo de índice para quase todos os mercados financeiros existentes. Nos EUA, os fundos de índice mais populares acompanham o S&P 500. Mas vários outros índices também são amplamente utilizados, incluindo:

  • Russell 2000, composto por ações de pequenas empresas
  • Wilshire 5000 Total Market Index, o maior índice de ações dos EUA
  • MSCI EAFE, composto por ações estrangeiras da Europa, Australásia e Extremo Oriente
  • Barclays Capital US Aggregate Bond Index, que segue o mercado total de obrigações
  • Nasdaq Composite, composto por 3.000 ações cotadas na bolsa Nasdaq
  • Dow Jones Industrial Average (DJIA), composto por 30 empresas de grande capitalização
As carteiras de fundos de índices mudam substancialmente apenas quando os seus índices de referência mudam. Se o fundo seguir um índice ponderado, os seus gestores poderão periodicamente reequilibrar a percentagem de diferentes títulos para refletir o peso da sua presença no benchmark. A ponderação é um método usado para equilibrar a influência de qualquer participação num índice ou portfólio.

Fundos de Índice vs. Fundos gestão ativa

Investir num fundo de índice é uma forma de investimento passivo. A estratégia oposta é o investimento ativo, conforme realizado em fundos de investimento geridos ativamente – aqueles com o gestor de carteiras de seleção de valores e tempo de mercado descrito acima.

Custos mais baixos

Uma vantagem primária que os fundos de índice têm sobre as suas contrapartes geridas ativamente é a menor comissão de gestão. 

Como os gestores de fundos de índices estão simplesmente a replicar o desempenho de um índice de referência, eles não precisam dos serviços de analistas de pesquisa e de outros que auxiliam no processo de seleção de ações. Os gestores dos fundos de índices negociam com menos frequência as participações, incorrendo em menos taxas de transação e comissões. Em contrapartida, os fundos geridos ativamente têm equipas maiores e conduzem mais transações, aumentando o custo dos negócios.

Os custos extras da gestão do fundo são refletidos no índice de despesas do fundo e repassados ​​aos investidores. Como resultado, os fundos de índice baratos geralmente custam menos de um por cento – 0,2% a 0,5% é típico, com algumas empresas oferecendo taxas de despesa ainda mais baixas de 0,05% ou menos – em comparação com as comissão muito mais altas dos fundos com gestão ativa, normalmente 1% para 2,5%.

Melhores retornos?

A gestão passiva que leva ao desempenho positivo tende a ser verdadeiro a longo prazo. Com prazos mais curtos, os fundos de investimento ativos saem-se melhor. O Scivecard da SPIVA indica que, num período de um ano, apenas 64% dos fundos de investimento de grande capitalização apresentaram desempenho abaixo do S&P 500. Em outras palavras, mais de um terço deles venceram no curto prazo.

Se quiser aprender mais sobre Fundos de Investimento, pode fazer download do nosso manual de gratuitamentemanual fundos
0

Sobre o autor

Henrique Garcia

Analista de Mercados

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *