Riscos dos fundos de investimento - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Riscos dos fundos de investimento

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Riscos dos fundos de investimento

Um fundo de investimento é um instrumento de poupança coletiva sob a forma contratual, que resulta das aplicações de vários investidores, constituindo o conjunto dessas aplicações um património autónomo, pertencente a uma pluralidade de pessoas singulares ou coletivas, denominadas participantes. Os Fundos Monetários são fundos de investimento cuja tendência de investimento consiste, principalmente, na preservação do capital investido, com o objetivo de minimizar o risco de investimento dos clientes e, ao mesmo tempo, a obtenção de uma rentabilidade em linha com as taxas de remuneração praticadas no mercado monetário.

Um fundo de investimento é uma forma de aplicar dinheiro ao lado de outros investidores de forma a tirar partido das vantagens inerentes aos ativos , como a redução dos riscos do investimento numa percentagem significativa. Quais são os riscos do fundos de investimento?

Quais os riscos dos fundos de investimento?

Antes de falar especificamente dos riscos, é importante destacar que quando se fala de fundos de investimento, os principais riscos estão ligados aos ativos que constam na carteira do fundo e não à estrutura do fundo em si. Sendo assim, são os ativos comprados pelo fundo que vão determinar a maioria dos riscos aos quais o fundo está exposto.

Os riscos em investimentos costumam ser avaliados através de cinco óticas diferentes. Dependendo da estratégia do fundo de investimento, ele estará mais exposto a alguns tipos de risco do que outros, por isso é importante avaliar cada um deles.

Risco de Capital

Fundos de investimento lastreados em capital são incomuns. Quanto maior a classe de risco a que o fundo pertence, maior o potencial de valorização da carteira de ativos, mas também maior a probabilidade de que ocorram perdas, principalmente em curtos períodos de aplicação.

Risco de Mercado

Em fundos de investimento mobiliários, ações, títulos, matérias-primas, taxas de câmbio e outros ativos que compõem o patrimônio são geralmente cotados no mercado de capitais e, portanto, sofrem oscilações de preços, pelo menos que existe a possibilidade de perder parte ou a totalidade capital. Nos fundos de investimento imobiliário, o rendimento obtido está sujeito às condições do mercado imobiliário, ou seja, depende da variação dos preços dos bens e das condições do mercado de arrendamento.

Risco de remuneração

O rendimento gerado pelos fundos não é conhecido no momento da aquisição dos unidades de participação, dependendo da evolução dos preços das ações dos ativos que os compõem. As receitas geradas pelos fundos podem ser regularmente distribuídas aos participantes. Nesse caso, são chamados de fundos de distribuição. Quando a receita não é distribuída, os fundos são chamados de capitalização ou de acumulação.

Risco de Liquidez

Os fundos de investimento, principalmente os abertos, geralmente apresentam alta liquidez. As regras de resgate deverão constar dos documentos obrigatórios para constituição dos respetivos fundos. No caso de fundos de investimento fechados, o investidor terá normalmente de manter as unidades até a liquidação do fundo. É possível, no entanto, que estes sejam alienados antes desse prazo, desde que o intermediário encontre outro comprador para eles

Risco cambial

O risco de câmbio consiste na incerteza frente ao valor da moeda como resultado das oscilações da taxa de câmbio. Logo, pode ser entendido como a probabilidade de as taxas de câmbio entre as moedas dos países exportadores se moverem contrariamente, entre a data de cotação e a de liquidação de uma comercialização.

Artigos Relacionados

Conteúdo produzido por PictetAM O fair value é um importante indicador de mercado, que visa dar objetividade a um ativo. É assim que funciona. “Fair value” significa literalmente “valor justo”. É um indicado...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments