BiG: Analise Semanal de Mercado (13/03/2018) - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

BiG: Analise Semanal de Mercado (13/03/2018)

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


ÍNDICE
Crude WTI: Possível manutenção da tendência altista
Este documento foi preparado exclusivamente para fins informativos, baseando-se em informações disponíveis para o público em geral e recolhida de fontes consideradas de confiança. O BiG não assume qualquer responsabilidade pela correcção integral da informação disponibilizada, nem deve entender-se nada do aqui é constante como indicador de que quaisquer resultados serão alcançados. Chama-se particularmente a atenção para o facto de que os resultados previstos são susceptíveis de alteração em função de modificações que se venham a verificar nos pressupostos que serviram de base à informação agora disponibilizada. Adverte-se igualmente que o comportamento anterior de qualquer valor mobiliário não é indicativo de manutenção de comportamento idêntico no futuro, bem como que o preço de quaisquer valores pode ser alterado sem qualquer aviso prévio. Alterações nas taxas de câmbio de investimentos não denominados na moeda local do investidor poderão gerar um efeito adverso no seu valor, preço ou rendimento. Este documento não foi preparado com nenhum objectivo específico de investimento. Na sua elaboração, não foram consideradas necessidades específicas de nenhuma pessoa ou entidade. O BiG, ou seus colaboradores, poderão deter, a qualquer momento, uma posição, sujeita a alterações, em quaisquer dos títulos referenciados nesta nota. O BiG poderá disponibilizar informação adicional, caso tal lhe seja expressamente solicitado. Este documento não consubstancia uma proposta de venda, nem uma solicitação de compra para a subscrição de quaisquer valores mobiliários.
banco big analise semanal de mercados

EURUSD: Quebra na tendência ascendente com inflação em destaque

  • Donald Trump efectivou a introdução de tarifas para as importações de aço e alumínio nos EUA na última quinta-feira (8/03), ainda que a exclusão do Canadá e México (os maiores importadores dos metais) das tarifas, mitigue o impacto real destas tarifas na economia. A introdução de tarifas é sempre negativa, mas consideramos que os principais efeitos nefastos decorrerão se Trump retirar a exclusão do Canadá e México, algo que está dependente do decorrer das negociações do acordo comercial de Nafta.
  • Os indicadores de preços no consumidor (IPC) divulgados esta semana na Zona Euro (sexta-feira) poderão gerar alguma volatilidade de curto-prazo no par cambial. A leitura de IPC nos EUA de hoje, em linha com as estimativas, gerou alguma força compradora para o Euro.
  • Referência técnica: O par quebrou a tendência ascendente formada nas últimas semanas, com os 1,227 a representar uma zona de suporte.

AUDUSD: Dólar australiano beneficia da isenção das taxas alfandegárias e da recuperação dos índices accionistas

  • Os activos australianos têm sido suportados pela isenção atribuída por Trump às taxas alfandegárias de 25% sobre a importação de aço e de 10% sobre a importação de alumínio. Os produtores australianos prevêem um aumento das exportações para os EUA devido a esta isenção. De qualquer modo, note-se que o aço e o alumínio não estão no grupo das maiores exportações da Austrália. Ao mesmo tempo, o dólar australiano é uma divisa de elevado rendimento e associada à apetência pelo risco, pelo que acompanhou a recuperação dos índices accionistas globais.
  • Nos EUA, a inflação no consumidor saiu hoje em linha com o esperado (0,2%). O pendor proteccionista de Trump tem um impacto negativo no dólar americano. Na passada semana, o ministro do comércio da Coreia do Sul afirmou que irá apresentar uma queixa à Organização Mundial do Comércio, enquanto Turnbull, o primeiro-ministro australiano, disse que não irá juntar-se a um protesto internacional contra as tarifas norte-americanas.
  • Referência técnica: A negociação acima da média móvel de 200 dias e a superação dos 38,2% de retracção de Fibonacci levam-nos a acreditar numa valorização adicional do AUDUSD.

Crude WTI: Possível manutenção da tendência altista

  • O crude tem estado bastante pressionado pela negativa desde finais de Janeiro tendo corrigido mais de 7% para os níveis actuais resultado de um aumento moderado nas reservas de crude, bem como um aumento das plataformas de petróleo.
  • A maioria dos membros da OPEP continuam aplicados numa redução da produção enquanto que outros países, como os Estados Unidos, têm aumentado a sua produção, sendo já os maiores exportadores desta matéria-prima.
  • Referência técnica: Em termos técnicos observou-se o crude a quebrar em força uma zona de preço bastante importante ($60/$61) tendo encetado a seguir uma correção para os mesmos níveis, zona onde se econtra agora. Nesta zona culminam vários níveis importantes: uma linha de tendência ascendente, dois suportes relevantes e ainda a média-móvel de 100 dias.
Este documento foi preparado exclusivamente para fins informativos, baseando-se em informações disponíveis para o público em geral e recolhida de fontes consideradas de confiança. O BiG não assume qualquer responsabilidade pela correcção integral da informação disponibilizada, nem deve entender-se nada do aqui é constante como indicador de que quaisquer resultados serão alcançados. Chama-se particularmente a atenção para o facto de que os resultados previstos são susceptíveis de alteração em função de modificações que se venham a verificar nos pressupostos que serviram de base à informação agora disponibilizada. Adverte-se igualmente que o comportamento anterior de qualquer valor mobiliário não é indicativo de manutenção de comportamento idêntico no futuro, bem como que o preço de quaisquer valores pode ser alterado sem qualquer aviso prévio. Alterações nas taxas de câmbio de investimentos não denominados na moeda local do investidor poderão gerar um efeito adverso no seu valor, preço ou rendimento. Este documento não foi preparado com nenhum objectivo específico de investimento. Na sua elaboração, não foram consideradas necessidades específicas de nenhuma pessoa ou entidade. O BiG, ou seus colaboradores, poderão deter, a qualquer momento, uma posição, sujeita a alterações, em quaisquer dos títulos referenciados nesta nota. O BiG poderá disponibilizar informação adicional, caso tal lhe seja expressamente solicitado. Este documento não consubstancia uma proposta de venda, nem uma solicitação de compra para a subscrição de quaisquer valores mobiliários.

Artigos Relacionados

Evergrande escapa à falência? Hoje falamos sobre as notícias! Os ursos à espera da grande queda nos mercados terão de esperar mais alguns dias. Pelo menos para ver se este gigante desencadeia a crise finance...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments