Biografia de Warren Buffett - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Biografia de Warren Buffett

Subscrever Newsletter

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


No mundo da economia há alguns investidores que, pelas suas grandes contribuições, têm sido reconhecidos mundialmente, sendo uma inspiração para novos investidores. Neste artigo, aprenderá sobre a Biografia de Warren Buffett: Quem ele é; filosofia de investimento; cotações, livros; ações e carteira de investimentos.

Quem é Warren Buffett?

Warren Edward Buffett nasceu a 30 de Agosto de 1930 em Omaha, Nebraska, o único filho masculino de uma família de três filhos; o seu pai era Howard Homan Buffett, um corretor de bolsa e membro do Congresso dos Estados Unidos.

Desde cedo, Warren teve interesse em investir, por isso, aos 10 anos investiu o dinheiro que recebeu pela entrega de jornais em ações da Cities Service Company, que comprou a 38 dólares cada um e mais tarde vendeu a 40 dólares, uma situação que teria um grande impacto sobre ele, uma vez que as ações acabariam por ser negociadas a 200 dólares cada uma.

Além disso, Warren estudou economia na Universidade de Columbia, tornando-se aluno de Benjamin Graham, conhecido como o pai do investimento de valor.

Em 1951 Buffett criou a sua primeira empresa de investimento conhecida como Buffett Associates. Em 1966 Buffett adquiriu a Berkshire Hathaway, uma empresa têxtil que passava por alguns problemas financeiros, pelo que Warren transformou a empresa numa empresa de investimento com o seu amigo e consultor Charlie Munger.

Os seus investidores também incluem Bill Gates, e Buffett é um filantropo que investiu muito do retorno da sua firma em investimentos sociais.

Filosofia de investimento | Warren Buffett

A filosofia de investimento de Warren Buffett centra-se no investimento em grandes empresas subvalorizadas, mas com potencial de recuperação devido à sua dimensão e setor; uma estratégia de investimento baseada nos seguintes pontos:

  • 1. não siga a multidão, ou seja, não faça os investimentos que todos os outros estão a fazer.
  • 2. investir numa liderança vigilante, ou seja, olhar para o setor a que a empresa pertence e para o seu papel no mercado.
  • 3. não tenha receio de recessões, ou seja, aproveite as recessões como uma forma de comprar baixo e vender quando o preço de mercado subir.
  • 4. Investir em empresas com uma perspectiva de longo prazo; onde o negócio deve ser tão vital que o mesmo produto possa ser vendido durante 30 anos ou mais.
  • 5. Estabilidade: as empresas que mantêm a estabilidade dos preços são uma boa opção de investimento.
  • 6. Apostar em empresas com um valor intrínseco atraente: isto baseia-se em estabelecer o valor que uma empresa pode ter no futuro e, para o fazer, o seu desenvolvimento deve ser acompanhado ao longo do tempo.
  • 7. Não tenha medo de ganhar se o cenário mudar; deve ser capaz de se ajustar às mudanças sem que isso implique riscos de investimento.

Buffett segue a escola de Benjamin Graham de investimento em valor. Os investidores em valor procuram títulos com preços injustificadamente baixos com base no seu valor intrínseco. Não existe uma maneira universal aceita de determinar o valor intrínseco, mas é geralmente estimada a analisar os fundamentos de uma empresa. Como os caçadores de pechinchas, o investidor em valor procura ações que se acredita serem subvalorizadas pelo mercado, ou ações que são valiosas, mas não reconhecidas pela maioria dos outros compradores.

Buffett leva essa abordagem de investimento de valor para outro nível. Muitos investidores de valor não apoiam a hipótese de mercado eficiente (EMH). Essa teoria sugere que as ações sempre são negociadas pelo seu valor justo, o que dificulta aos investidores comprar ações  subvalorizadas ou vendê-las a preços inflacionados. Eles confiam que o mercado acabará por começar a favorecer aquelas ações de qualidade que foram, durante algum tempo, subvalorizadas.

Buffett, no entanto, não está preocupado com a questão do volume de oferta e procura nas ações. De facto, ele não está realmente preocupado com as atividades do mercado de ações. Esta é a implicação nesta paráfrase da sua famosa frase: “No curto prazo, o mercado é um concurso de popularidade. No longo prazo, é uma máquina de pesagem”.

Ele olha para cada empresa como um todo e escolhe ações apenas com base no seu potencial geral como empresa. Mantendo essas ações como uma peça de longo prazo, Buffett não busca ganho de capital, mas propriedade de empresas de qualidade extremamente capazes de gerar ganhos. Quando Buffett investe numa empresa, ele não se preocupa se o mercado reconhecerá o seu valor. Ele está preocupado com o quão bem essa empresa pode ganhar dinheiro como empresa.

Leia ainda: “Estratégia 90/10 de Warren Buffett”

Famosas citações/frases | Warren Buffett

Entre as frases que o tornaram famoso como o melhor investidor da história estão

  • “O preço é o que se paga, o valor é o que se recebe”.
  • “Não é necessário fazer coisas extraordinárias para alcançar resultados extraordinários”.
  • “Nunca invista num negócio que não consiga compreender.
  • “O tempo é amigo de empresas maravilhosas e inimigo de empresas medíocres”.
  • “Se não estiver disposto a possuir um stock durante dez anos, não pense sequer em possuí-lo durante dez minutos.
  • “É muito melhor comprar uma empresa maravilhosa a um preço justo do que uma empresa justa a um preço maravilhoso.
  • “Sejam temerosos quando os outros são gananciosos e sejam gananciosos quando os outros são temerosos”.

Livros |Warren Buffett

Entre as suas publicações financeiras mais importantes encontram-se as seguintes:

  • The Essays of Warren Buffett: Lessons for Corporate America: continua uma tradição de 25 anos de compilação da filosofia de Warren Buffett, numa colaboração marcante entre o Sr. Buffett e o Professor Lawrence Cunningham.
  • Berkshire Hathaway Letters to Shareholder: Este livro compila as versões completas e não editadas das cartas de 50 anos de Warren Buffett aos acionistas da Berkshire Hathaway. Para além de fornecer um estudo de caso do sucesso da Berkshire, Buffett mostra uma incrível vontade de partilhar os seus métodos e de agir como professor para os seus alunos.

Stocks e Portfólio

Na carteira e dos stocks de Warren Buffett, o seguinte é evidente:

  • Banco da América (BAC): 1,010 mil milhões.
  • Apple (AAPL): 887,1 milhões.
  • Coca-Cola (KO): 400 milhões.
  • Kraft Heinz (KHC): 325,6 milhões.
  • Verizon (VZ): 158,8 milhões.
  •  American Express (AXP): 151,6 milhões.
  • U.S. Bancorp (USB): 128,9 milhões.
  • Bank of New York Mellon (BK): 72,4 milhões.
  • Kroger (KR): 61,8 milhões.
  • General Motors (GM): 60 milhões.

Warren é considerado um dos investidores mais bem sucedidos do mundo com um património líquido de mais de 117 mil milhões de dólares em Março de 2022, o que o torna a sexta pessoa mais rica do mundo. Portanto, esperamos que tenha aprendido um pouco mais sobre Warren Buffett: Quem ele é; a sua filosofia de investimento; cotações, livros e ações + carteira.

Metodologia | Warren Buffett

Warren Buffett encontra um valor baixo, fazendo-se algumas perguntas quando avalia a relação entre o nível de excelência de uma ação e o seu preço. Lembre-se de que essas não são as únicas coisas que ele analisa, mas um breve resumo do que ele procura na sua abordagem de investimento.

1. Desempenho da empresa

Às vezes,retorno sobre o património líquido (ROE) é chamado deretorno do investimento do acionista. Ele revela a taxa pela qual os acionistas obtêm renda com as suas ações. Buffett sempre olha para o ROE para ver se uma empresa sempre teve um bom desempenho em comparação com outras empresas do mesmo setor. O ROE é calculado da seguinte forma:

ROE = Lucro Líquido / Capital próprio

Observar o ROE apenas no último ano não é suficiente. O investidor deve visualizar o ROE dos últimos cinco a 10 anos para analisar o desempenho histórico.

2. Dívida da empresa 

O rácio dívida / capital próprio (D / E) é outra característica importante que Buffett considera cuidadosamente. Buffett prefere ver uma pequena quantidade de dívida para que o crescimento dos lucros seja gerado a partir do capital prórpio, em oposição ao dinheiro emprestado. A relação D / E é calculada da seguinte forma:

D/E = Passivo Total / Capital próprio

Esse índice mostra a proporção de património e dívida que a empresa usa para financiar os seus ativos, e quanto maior o índice, mais dívida – e não patrimônio – está financiando a empresa. Um alto nível de dívida comparado ao capital próprio  pode resultar em lucros voláteis e grandes despesas com juros. Para um teste mais rigoroso, os investidores às vezes usam apenas dívida de longo prazo em vez do total do passivo no cálculo acima.

3. Margens de lucro

O Lucro de uma empresa depende não apenas de ter uma boa margem de lucro, mas também de aumentar consistentemente. Essa margem é calculada a dividir o lucro líquido pela receita líquida. Para uma boa indicação das margens de lucro históricas, os investidores devem olhar para trás, pelo menos, cinco anos. Uma margem de alto lucro indica que a empresa está a executar bem os seus negócios, mas margens crescentes significam que a administração tem sido extremamente eficiente e bem-sucedida no controlo de despesas.

4. A empresa é pública?

Buffett normalmente considera apenas empresas que existem há pelo menos 10 anos. Como resultado, a maioria das empresas de tecnologia que tiveram a sua oferta pública inicial (IPOs) na última década não entraram no radar de Buffett.Ele disse que não entende a mecânica por trás de muitas das empresas de tecnologia atuais e investe apenas num negócio que ele entende completamente. O investimento em valor requer a identificação de empresas que passaram pelo teste do tempo, mas que estão atualmente subvalorizadas.

Nunca subestime o valor do desempenho histórico. Isso demonstra a capacidade (ou incapacidade) da empresa de aumentar o valor do acionista. No entanto, lembre-se de que o desempenho passado de uma ação não garante o desempenho futuro. O trabalho do investidor de valor é determinar o desempenho da empresa como no passado. Determinar isso é inerentemente complicado. Mas, evidentemente, Buffett é muito bom nisso.

Um ponto importante a ser lembrado sobre as empresas públicas é que a Securities and Exchange Commission (SEC) exige que elas arquivem demonstrações financeiras regulares. Esses documentos podem ajudá-lo a analisar dados importantes da empresa, incluindo desempenho atual e passado, para poder tomar importantes decisões de investimento.

5. Confiança

Pode inicialmente pensar nessa questão como uma abordagem radical para restringir uma empresa. Buffett, no entanto, vê essa pergunta como importante. Ele tende a se afastar (mas nem sempre) de empresas cujos produtos são indistinguíveis dos da concorrência e daqueles que dependem apenas de uma mercadoria como petróleo e gás. Se a empresa não oferece nada diferente de outra empresa do mesmo setor, Buffett vê pouco que a diferença. Qualquer característica difícil de replicar é o que Buffett chama fosso económico de uma empresa ou vantagem competitiva. Quanto maior o fosso, mais difícil é para um concorrente ganhar quota de mercado.

6. É barata?

Esta é a chave. Encontrar empresas que respondem aos outros cinco critérios é uma coisa, mas determinar se elas são subvalorizadas é a parte mais difícil do investimento em valor. Esta é a habilidade mais importante de Buffett.

Para verificar isso, o investidor deve determinar o valor intrínseco de uma empresa analisando vários fundamentos de negócios, incluindo ganhos, receitas e ativos. E o valor intrínseco de uma empresa é geralmente mais alto (e mais complicado) do que o seu valor de liquidação, o que uma empresa valeria se fosse à falência e vendida hoje. O valor da liquidação não inclui intangíveis, como o valor de uma marca, que não é diretamente declarado nas demonstrações financeiras.

Após determinar o valor intrínseco da empresa como um todo, Buffett o compara à sua capitalização de mercado atual – o valor total atual ou preço4  Se a sua mensuração intrínseca de valor for pelo menos 25% maior que a capitalização de mercado da empresa, Buffett vê a empresa como aquela que tem valor. Parece fácil, não é? Bem, o sucesso de Buffett, no entanto, depende da sua habilidade incomparável em determinar com precisão esse valor intrínseco. Embora possamos delinear alguns dos seus critérios, não temos como saber exatamente como ele ganhou um domínio tão preciso do cálculo de valor.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Consent(Obrigatório)
Encontre a sua corretora

Procura a melhor corretora para si? Quer dar os seus primeiros passos no mercado financeiro ou mudar para uma corretora que melhor se adapte às suas necessidades?

  • Estudo independente, gratuito e sem compromisso

Artigos Relacionados

XTB é uma dos mais populares corretoras de CFD na Europa e no mundo, devido à sua forte regulamentação, baixo depósito mínimo e excelente plataforma de trading. Abaixo, mostramos como criar conta na XTB pass...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments