Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Como comprar ações da Apple

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

Consent(Obrigatório)

A Apple é sem dúvida uma das empresas de maior sucesso na história. A Apple é a maior empresa do mundo por capitalização de mercado, com mais de 2,4 trilhões de dólares. Este gigante tecnológico criou uma cultura própria, um culto entre os seus fãs e uma organização focada na inovação, e é por isso que cada lançamento de um novo produto da empresa californiana atrai uma atenção considerável em todo o mundo.

Por mais bem-sucedido que a Apple tenha sido, é provável que muitos investidores estejam considerando comprar ações da Apple. Neste artigo, vamos analisar alguns aspectos importantes para aqueles que consideram investir em acções da Apple, bem como mostrar-lhe como comprar acções da Apple.

O que é a Apple?

A Apple é uma marca diferente das restantes marcas e não há como negá-lo. A Apple tem alguns dos produtos mais vendidos em todo o mundo. Falamos nomeadamente do iPhone, iPad, Apple Watch, Mackbook e até dos Airpods. A marca centra-se na inovação e apresenta novidades que fazem a diferença no mercado. E apesar de toda a concorrência que a circunda, ainda não foi possível derrotar a Apple.

A empresa foi uma das primeiras a desenvolver um ecossistema baseado em aplicativos para smartphones, assim como a primeira fabricante de smartphones a introduzir o touch ID ou processadores de 64 bits, dois elementos que mais tarde foram adotados por todos os outros fabricantes de smartphones.

Apple

Quem foi o fundador da Apple?

A Apple foi fundada por Steve Jobs, Steve Wozniak e Ronald Wayne em Abril de 1976 com o objectivo de desenvolver e vender um protótipo de computador pessoal (PC) em que Wozniak tinha estado a trabalhar. Ronald Wayne logo saiu do projeto, vendendo sua participação após apenas 10 dias de trabalho. A empresa foi fundada como Apple Computer Inc no início de 1977 e o primeiro produto, o Apple I, não foi um sucesso de vendas. No entanto, o segundo computador pessoal da Apple, o Apple II, acabou por viabilizar a empresa e as vendas cresceram exponencialmente.

Steven Jobs Apple

No início dos anos 80, Jobs e Wozniak tinham contratado uma grande equipa de programadores e designers, bem como uma operação de fabricação estável. Com a ajuda de vários investidores, a Apple abriu o capital da bolsa NASDAQ e obteve sucesso internacional. Nos anos seguintes, a Apple lançou novos computadores com interfaces gráficas de usuário inovadoras, como o Macintosh original em 1984, e sua política de marketing única fez deles um líder do setor.

Após vários confrontos entre Jobs e Wozniak por causa da produção e da direção que a empresa estava tomando, em 1985, Wozniak deixou a Apple ao mesmo tempo em que Jobs fundou a NeXT porque a diretoria o demitiu de sua própria empresa.

O regresso de Jobs à Apple em 1997, a Apple desfrutou de uma recuperação impressionante, com lançamentos ininterruptos dos seus produtos de maior sucesso, o iPod em 2001 e o iPhone em 2007 .

Jobs  morreu de câncer pancreático em 2011. Desde então, a empresa tem sido liderada por Tim Cook, o braço direito do Jobs.

Porquê comprar ações da Apple?

Warren Buffet, o melhor investidor do mundo investe na Apple

Você provavelmente conhece Warren Buffet “O Oráculo de Omaha”. A sua trajetória é espetacular com um retorno anual de mais de 20% em mais de 50 anos. Dentro da sua carteira de ações cotadas, a Apple representa mais de 40%, pelo que podemos ver o peso que este lendário investidor dá às acções da empresa Apple.

A Apple é a maior empresa do mundo

Dizer que comprar ações da Apple seria comprar ações de uma das maiores empresas do mundo seria uma deturpação da verdade, pois investir na Apple é de longe a maior empresa do mundo, uma posição que ocupa há vários anos.

As vendas de iPhone continuam a disparar

Em 2007, o primeiro iPhone foi vendido, revolucionando completamente a forma como comunicamos. O seu design e características mudaram a indústria para sempre. Hoje existem mais de 1 bilhão de iPhones ativos no mundo e este número está crescendo o tempo todo. O último lançamento da empresa, o IPhone 14, conseguiu manter esta tendência de crescimento.

É provável que um em cada oito da população mundial tenha um Apple.

A Apple está presente em várias linhas de negócio de sucesso

Não foi apenas o iPhone que levou a Apple a ser considerada a empresa mais valiosa do mundo, outros produtos emblemáticos como o Apple Watch, AirPods e iPad continuam a ganhar fãs e seguidores em todo o mundo. Muitos destes dispositivos fazem agora parte da vida diária de muitas pessoas e a Apple tornou-se uma companheira sempre presente.

Apple continua recomprando as suas ações

A Apple tem se destacado entre outras empresas de tecnologia pela sua política de recompra de ações. Isso significa que quando a empresa compra parte das ações em circulação e as cancela, os lucros obtidos são distribuídos entre um número menor de acionistas. Para ver melhor, vamos imaginar que nossa fatia do bolo de lucros da Apple esteja aumentando à medida que a empresa recompra parte de seu capital. A Apple começou a recomprar ações no início de 2013 e nunca cessou essa política. Nos últimos 10 anos, o número de ações da Apple diminuiu quase 40% .

Um bem cada vez mais escasso, o que, ligado ao aumento constante das receitas dos dispositivos Apple, significa que as suas ações continuam a crescer, ou a suportar a investida quando os índices tecnológicos são duramente atingidos.

Recompra de ações Apple

Spli de ações 1:4 da Apple

Ao longo dos anos, a Apple realizou várias splits de ações, ou seja, quando as suas ações atingiram um preço muito alto, dividiu cada uma delas em um número maior, para facilitar a compra e a liquidez no mercado. Em 2020, durante o auge da pandemia de Covid, a Apple dividiu cada uma das suas ações em quatro (Split 1:4). Naquela época, uma ação da empresa estava sendo negociada por cerca de $500; posteriormente, o preço de uma ação era de cerca de $125. Como acionistas, os splits não resultam em ganho ou perda de capital, pois receberemos o mesmo valor em mais ações, mas este tipo de transação facilita a negociação e a liquidez.

Dados financeiros da Apple [Actualizado em 2022]

Como a Apple tem tanto peso no mercado acionário global (se investir em qualquer ETF americano ou no MSCI World estaremos sobre-ponderados da Apple), a indústria financeira segue de perto cada movimento do gigante da tecnologia.

No último ano completo, a Apple registrou receitas recorde de 387 bilhões de dólares, quase 40% acima do ano anterior. A empresa registrou lucros por ação de $5,61, acima dos $3,28 no ano fiscal de 2021.

As vendas líquidas de produtos Mac e iPad, artigos de uso (incluindo AirPods e o Apple Watch), artigos domésticos (como a Apple TV e o HomePod) e acessórios estavam bem à frente do ano anterior. Apesar das restrições devidas a problemas na cadeia de fornecimento, Tim Cook disse que a empresa espera continuar a crescer em receitas ano após ano.

Resultados202120202019
Vendas387,54274,52260,17
EBITDA129,5681,0281,86
Rentabilidade99,6357,4155,26
EPS5,613,282,97
Estimativa202220232024
Vendas392,78B411,63B431,01B
ESP6,116,456,84
EstruturaValor
Limite de Mercado2400,17B
Divida119,69B
Caixa48,23B
EV2340,55B
RáciosValor
P/E24,7
EV/Vendas
EV/EBITDA16,2
P/B41,3
Div Yield0,62%

Lote mínimo das ações da Apple

O valor mínimo para se tornar um accionista da Apple é o preço de uma ação. Em outras palavras, não há quantidade mínima de ações para comprar, nós podemos simplesmente comprar uma ação. Ainda menos, já que algumas corretoras oferecem a opção de fazer investimentos fracionados.

Após o split de ações que vimos acima, ser um acionista da Apple tornou-se um pouco mais fácil. Anteriormente as ações da empresa Cupertino eram negociadas por mais de 500 dólares, pelo que talvez alguns investidores tivessem dificuldade em ter acesso às ações.

Onde comprar ações da Apple?

A primeira coisa a saber sobre investir em ações da Apple é que precisa passar pelo intermediário certo. Você provavelmente já viu anúncios de”investimento na Apple 250 euros” com a promessa de retornos espetaculares e de curto prazo. A realidade é que tais propagandas e reivindicações não passam de um esquema financeiro.

Passo 1: encontrar uma corretora em Portugal com Apple Stock

Apesar de ser sediada nos Estados Unidos da América, é bastante simples investir em Portugal. Primeiro, é necessário encontrar uma plataforma de investimento que disponibilize acesso à Bolsa de Valores NASDAQ, depositar os fundos que considerar necessários e selecionar a quantia a investir. Tenha presente que deverá escolher uma corretora licenciada e regulamentada. Taxas e comissões competitivas também deverão ser tidas em conta aquando da escolha da corretora.

Busca uma corretora para investir no Nasdaq? A continuação, deixamos algumas corretoras importantes do mercado👇:

Comissões 0%
Ações e ETFs
ETFs
Grátis
Com mais de
1.5M de clientes

Passo 2: análise ao Apple Stock Price

Para qualquer investimento, por mais decidido que esteja em fazê-lo, é sempre recomendado uma análise primária. Assim, conseguirá perceber todas as potencialidades no que diz respeito a recompensas e riscos ao investir na Apple. Deixamos-lhe alguns dos principais dados desta gigante da tecnologia para análise.

  • Histórico da Apple Stock Prime

Apesar de ser considerada não raras vezes como uma empresa recente no universo da inovação tecnológica, a empresa tornou-se pública em 1980. À época, as suas ações foram cotadas em 22 dólares por ação. Em janeiro deste ano, essas mesmas ações valiam mais de 159 dólares, um valor recorde para a Apple, o que significa que a Apple nunca valeu tanto. Contudo, importa ressalvar que a Apple implementou quatro divisões de ações a partir do momento que se tornou uma empresa pública. Esta divisão foi determinante no crescimento da empresa. Isto inclui uma divisão de 7 por 1 em 2014 e de 2 por 1 em 1987, 2000 e 2005. Isto quer dizer que se tiver comprado 1.000 ações da empresa no ano de 1980, atualmente será detentor de 56.000 ações.

Importa igualmente analisar o panorama a curto prazo. Consequência da pandemia, em março de 2020 as ações da Apple (e não só) sofreram uma queda abrupta. No espaço de dois meses, as ações passaram de uma cotação de 82 dólares para apenas 53. Mas foi nessa altura que os investidores mais astutos compraram as suas ações Apple, pois apesar dessa desvalorização, a junho de 2020 os valores já tinham estabilizado… e continuaram a subir, pelo que quem investiu em março de 2020, atualmente já obteve lucros de 150%.

  • Dividendos da Apple Ações

Ao contrário de outras empresas listadas na NASDAQ, a Apple paga dividendos, pelo que consegue combinar o preço crescente das ações com rendimentos regulares pelo seu investimento. Estes pagamentos são efetuados quatro vezes por ano, mas o rendimento em dividendos é relativamente baixo, esta taxa está abaixo dos 1%, não sendo especialmente atrativa.

Passo 3: abrir uma conta e depositar fundos

Concluído o minucioso processo de análise, o passo seguinte é mesmo abrir uma conta na sua corretora de eleição.

Independentemente da plataforma que escolher, o processo é similar. Saiba que em todas as corretoras é necessário providenciar algumas informações pessoais, depositar fundos e comprar ações da Apple online.

Comprar ações do resto da FAANG

Finalmente, se você já tem a Apple no seu portfólio, uma opção muito atraente é comprar ações da FAANG. Estas são sem dúvida as ações que movem os principais índices como o Nasdaq ou o SP500.

Deixamos os artigos sobre cada ação da FAANG:

Ações Apple: Comprar ações hoje ou aguardar?

Analisado o histórico da empresa, importa analisar o que o futuro reserva à gigante tecnológica. Seguem algumas das principais razões que levam os investidores a apontarem a Apple como uma empresa para investir atualmente.

Gigantescas reservas de dinheiro

Aqueles que se opõem à viabilidade da Apple como um investimento a longo prazo, têm como referência a diminuição dos rendimentos fundamentais da empresa, obtidos pela venda do iPhone. Contudo, importa não esquecer que a Apple tem uma das maiores reservas de capital, não apenas dos EUA, mas a nível global. Falamos de uma reserva de 192 biliões de dólares.

Uma posição tão volumosa de fluxo de caixa livre é benéfica em dois pontos. Primeiro, porque a empresa não terá quaisquer dificuldades em suportar eventuais tempestades financeiras, como aconteceu aquando do aparecimento do Covid-19. Se a empresa for prejudicada pela redução de vendas ou até pela diminuição de distribuição da sua cadeia de comercialização, a preocupação dos seus acionistas é mínima. Segundo, porque uma reserva de quase 200 biliões de dólares permite à marca continuar a diversificar, o que inclui o lançamento de novos produtos, de serviços inovadores e até novas aquisições, como é exemplo a compra da NextVR, uma empresa de produtos de realidade virtual, especializada em eventos desportivos.

Divisão de serviços

Apesar dos principais investidores se centrarem na gama principal da marca, o iPhone, a verdade é que apesar desta ser a principal fonte de rendimento da Apple, a empresa continua a investir na sua divisão de serviços. Em 2019, a Apple lançou quatro serviços no mercado global que crescem exponencialmente agora, em 2022. São eles o streaming de TV, streaming de jogos, novas subscrições e um cartão de crédito da própria marca.

Rápida recuperação após perdas pela pandemia

Foram muito, muito poucas as empresas que evitaram o crash do mercado das ações a março de 2020. Imensas empresas desvalorizaram na casa dos 20% a 50%, no espaço de poucas semanas, fruto da pandemia. A própria Apple desvalorizou cerca de 30%, como vimos anteriormente. Contudo, em junho do mesmo ano, a empresa já tinha recuperado todas essas perdas, o que é um fator de confiança para os investidores. Bem analisado, podemos afirmar que a Apple não se limitou a recuperar o seu valor em dois meses e meio, pois a sua trajetória ascendente do valor das suas ações nunca parou.

Vantagens e desvantagens Ações Apple

Ao decidir se deve ou não investir em ações da Apple, precisa considerar os riscos e recompensas envolvidos:

Riscos de investir na Apple

Um dos maiores riscos é que o grupo Apple é cada vez mais frágil face à concorrência. Por exemplo, um dos mais fortes concorrentes da Apple é a Samsung e outro dos seus principais concorrentes asiáticos é a Huawei, esta última oferecendo produtos de qualidade tecnológica e inovação semelhantes, mas também vendendo-os a preços mais acessíveis. Além disso, outros riscos que podem ser identificados quando se investe na Apple são:

  • Como esta é uma ação que tem aumentado tanto ao longo dos anos, deve-se considerar que o preço pode estar sobrevalorizado.
  • Pode chegar uma altura em que as ações tecnológicas tenham de passar por uma fase difícil em alguma época e isto irá afectar o investimento das ações da Apple.

Os produtos Apple são mais caros, a Apple pode perder quota de mercado e estar em apuros.

A inflação não estaria a favor da Apple.

Vantagens de investir na Apple

Investir na Apple dá-lhe a garantia de crescimento de capital; tendo em conta que o preço das suas ações ao longo dos anos aumenta em valor e também por causa dos dividendos que a empresa distribui a cada trimestre.

Também:

  • É uma empresa que beneficia do novo normal causado pela pandemia de Covid e pelas respostas do governo, as pessoas são levadas a consumir ainda mais produtos online, tais como telemóveis.
  • É uma marca globalmente reconhecida.
  • A Apple é a empresa líder mundial de telemóveis. Domina o mercado de topo de gama a nível mundial, uma vez que o seu produto é considerado o melhor do mundo.
  • Não se esqueça de seguir os resultados financeiros da Apple e consultar o calendário financeiro desta empresa a partir da plataforma do corretor com o qual negocia, por isso será mais fácil decidir quando pode investir nas ações desta empresa.
Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Consent(Obrigatório)

Artigos Relacionados

A Nike é uma empresa cotada na NYSE, tem cerca de 77.000 empregados em todo o mundo e vende os seus produtos (calçado, vestuário, equipamento desportivo e acessórios) por lojas físicas, lojas online e retalh...
Adidas é uma multinacional alemã sediada em Heterogeneidade, Baviera. Foi fundada em 18 de agosto de 1949 por Adi Das...
A quota do grupo alemão Volkswagen, que realizou o seu IPO na bolsa de Frankfurt no final de setembro de 2022, é uma ...
A Microsoft Corporation é uma das empresas de tecnologia e software mais conhecidas do mundo. Responsável por projeta...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments