Entrar
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Alavancagem financeira: o que é e como funciona

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

alavancagem financeira

A alavancagem financeira é um instrumento sofisticado que, se manejado corretamente, pode potencializar consideravelmente o retorno do investimento; no entanto, se utilizado inadequadamente, pode também amplificar as perdas. Ela caracteriza-se pelo uso de capital de terceiros numa tentativa de aumentar a capacidade de investimento e, consequentemente, os potenciais retornos.

Este artigo visa explorar a fundo o conceito de alavancagem financeira, elucidar os seus possíveis benefícios e riscos inerente. A compreensão completa deste instrumento é de suma importância para qualquer investidor, seja iniciante ou experiente, pois facilita a tomada de decisões de investimento mais informadas e conscientes

O que é a alavancagem financeira?

A alavancagem financeira consiste em utilizar o endividamento para financiar qualquer operação. Por outras palavras, quando realizamos uma operação, investimos o nosso dinheiro, para além do montante que recebemos através de um crédito. De tal forma que seja estabelecida uma proporção entre o capital investido e o empréstimo ou crédito. O resultado desta operação, caso ocorra com sucesso, é a multiplicação dos lucros com uma excelente rentabilidade, de acordo com a proporção de alavancagem.

O principal mecanismo de alavancagem é através da dívida, o que nos permite investir mais dinheiro do que temos graças ao que nos foi emprestado (em troca de juros). No entanto, a dívida não é o único instrumento através do qual se pode obter alavancagem financeira, mas existem muitos instrumentos financeiros (especialmente derivados como futuros ou CFDs) em que é necessário deixar uma garantia do montante total investido. Além disso, com opções financeiras, ao comprarmos um direito sobre um activo subjacente, que normalmente tem um preço muito superior ao prémio, é gerado um efeito de alavanca.

Por outras palavras, com alavancagem financeira, investe-se mais dinheiro do que se tem realmente disponível. Desta forma, as pessoas podem obter mais lucros (ou mais perdas) do que se tivessem investido apenas o capital disponível. Assim, uma transacção alavancada (com dívida) tem um retorno mais elevado relativamente ao capital investido.

Importância da alavancagem financeira

A importância da alavancagem financeira é evidente quando consideramos os motivos pelos quais ela é amplamente utilizada por empresas e investidores para maximizar retornos e aproveitar oportunidades de investimento. Alguns pontos-chave a serem discutidos são:

Ampliação dos retornos: A alavancagem financeira permite que as empresas e investidores utilizem capital de terceiros para aumentar o potencial de retorno sobre o investimento. Ao utilizar recursos financeiros adicionais, é possível expandir as operações, investir em novos projetos ou adquirir ativos com um investimento inicial menor. Isso pode resultar em retornos maiores do que seriam possíveis apenas com o capital próprio.

Aproveitamento das oportunidades de investimento: A alavancagem financeira pode ser particularmente útil quando surgem oportunidades de investimento lucrativas, mas que exigem um capital inicial significativo. Por exemplo, uma empresa pode utilizar empréstimos para financiar a aquisição de uma empresa concorrente ou para expandir a sua capacidade produtiva. Isso permite que a empresa aproveite oportunidades de crescimento e aumente a sua participação no mercado.

Otimização da estrutura de capital: A alavancagem financeira permite que as empresas otimizem a sua estrutura de capital, equilibrando o uso de capital próprio e capital de terceiros. Ao obter financiamento por meio de empréstimos ou emissão de títulos, as empresas podem aproveitar os benefícios fiscais dos juros dedutíveis, enquanto retêm parte do capital próprio para garantir uma base sólida e flexível para as suas operações.

Melhoria da rentabilidade dos acionistas: A alavancagem financeira pode beneficiar os acionistas ao amplificar os retornos sobre o património líquido investido. Isso ocorre porque o uso de capital de terceiros pode aumentar o lucro líquido disponível para os acionistas, uma vez que os custos de juros são dedutíveis para fins fiscais. Assim, a alavancagem financeira pode contribuir para a valorização das ações e o aumento dos dividendos pagos aos acionistas.

É importante ressaltar que, embora a alavancagem financeira possa oferecer oportunidades significativas, ela também acarreta riscos. O aumento do endividamento implica no pagamento de juros e na necessidade de cumprir as obrigações financeiras. A capacidade de gerar fluxo de caixa suficiente para cobrir os custos de juros e principal do empréstimo é crucial para evitar problemas financeiros.

Concluindo, a alavancagem financeira desempenha um papel importante na maximização de retornos e na criação de oportunidades de investimento para empresas e investidores. No entanto, é fundamental utilizar a alavancagem com sabedoria, considerando cuidadosamente os riscos e as capacidades financeiras da empresa ou do investidor.

Classificação da Alavancagem Financeira

A alavancagem financeira pode ter 3 resultados possíveis:

Alavancagem financeira positiva

Isto é quando o retorno do investimento é superior ao custo da dívida incorrida. Por exemplo, se for feito um empréstimo de 10.000 a uma taxa de juro anual de 10%, pagando 1.000 de juros, com a compra de acções de investimento de uma empresa, o que no ano dará um retorno de 1.500; o retorno é positivo, uma vez que foram obtidos 1.500, dos quais 1.000 foram pagos como custo do empréstimo, resultando num retorno líquido positivo de 500.

Alavancagem financeira negativa

Isto é gerado quando o retorno dos investimentos feitos com a dívida é inferior ao custo da dívida. Por outras palavras, a alavancagem financeira negativa ocorre quando a taxa de retorno sobre os ativos é inferior à taxa de juro paga sobre os passivos.

Alavancagem financeira neutra

A alavancagem financeira neutra ocorre quando o que foi ganho com os investimentos financiados é igual ao que foi pago pelas responsabilidades que financiaram os investimentos (sem ganho ou perda).

Como a alavancagem financeira é calculada?

O grau de alavancagem é geralmente medido em unidades fracionárias. Uma alavancagem de 1: 2, por exemplo, significa que, para cada euro investido, dois euros estão a ser investidos, ou seja, a dívida também é de um euro. Alavancagem 1: 3 é que para cada euro investido há dois euros de dívida.

Assim, a fórmula para calcular a alavancagem financeira de uma operação será:

Alavancagem Financeira = 1 : (Valor do investimento / capital próprio investido)

Por exemplo, se investimos 1.000 euros do nosso próprio dinheiro, mas o valor do nosso investimento (seja porque estamos usando dívida ou produtos derivados) é de 10.000 euros. A alavancagem será de 1:10

Alavancagem Financeira = 1 : (10 000/1 000) = 1:10

Quando a alavancagem financeira é o resultado da dívida, essa outra fórmula é normalmente utilizada para calcular o percentual de alavancagem que utilizamos:

Alavancagem Financeira = Diíida / Total os ativos investidos

Todos os investidores devem diversificar o seu portfólio em diferentes produtos. Dependendo do nível de aversão ao risco, deve ser alocada uma percentagem maior ou menor dos mesmos para os produtos que podem fornecer maiores benefícios, sabendo que, com isso, assumimos um nível mais elevado de risco. As posições de risco mais altas não devem exceder 10% a 15% do total da carteira.

Para essa parte do bolo, podem ser utilizados produtos alavancados, com os quais se obtém maior exposição do mercado que se obteria investindo em dinheiro com outros tipos de produtos.

Quais são as contas do mercado de ações a crédito?

As contas de crédito são contas que nos permitem realizar transações de compra e venda de títulos reais em mercados organizados, com a diferença de que numa conta de bolsa ordinária o investidor deve desembolsar todo o capital da operação e numa conta de crédito apenas uma parte deve ser desembolsada (o restante da operação é um empréstimo da instituição financeira). Ou seja, essas contas aumentam o seu poder de investimento, já que pode fazer um investimento maior do que se utilizasse apenas o capital pago por si. Tem que considerar que essas contas apresentam um risco maior, porque ao negociar com alavancagem as quedas no preço são mais amplas, podendo até perder mais do que o montante que investiu.

E a alavancagem operacional? O que é?

A alavancagem operacional é um conceito financeiro que descreve o impacto da estrutura de custos fixos de uma empresa na sua rentabilidade e lucratividade. Refere-se à capacidade de uma empresa utilizar custos fixos para amplificar os efeitos das alterações nas receitas e, assim, afetar o seu resultado final.

Em termos simples, a alavancagem operacional ocorre quando uma empresa apresenta custos fixos significativos em relação aos custos variáveis. Os custos fixos são aqueles que não se alteram independentemente do nível de produção ou vendas, como renda de instalações, salários de funcionários fixos e depreciação de ativos. Por outro lado, os custos variáveis estão diretamente relacionados com o volume de produção ou vendas, como custos de matéria-prima ou mão-de-obra direta.

Quando uma empresa possui uma elevada alavancagem operacional, isso significa que os seus custos fixos representam uma proporção significativa dos custos totais. Isso cria uma situação em que pequenas variações nas receitas têm um impacto amplificado nos lucros.

Em períodos de aumento nas vendas ou receitas, a alavancagem operacional pode ser vantajosa, pois uma pequena percentagem de aumento nas vendas pode resultar num aumento maior nos lucros. Isso ocorre porque os custos fixos permanecem constantes, enquanto as vendas estão a aumentar. Como tal, a empresa pode gerar maiores margens de lucro.

Por outro lado, em períodos de queda nas vendas ou receitas, a alavancagem operacional pode tornar-se uma desvantagem. Os custos fixos ainda precisam de ser pagos, independentemente das vendas. Isso pode levar a uma redução acentuada nos lucros e até mesmo a prejuízos, caso as vendas diminuam significativamente.

A alavancagem operacional é particularmente relevante em setores com elevados custos fixos, como indústrias de manufatura, transporte, telecomunicações e energia. Empresas nesses setores precisam gerir cuidadosamente o seu ponto de equilíbrio (break-even point) e a estrutura de custos para mitigar os riscos associados à alavancagem operacional.

Leia ainda 👉 “Alavancagem financeira e operacional: qual a diferença?”

Quem utiliza produtos alavancados no trading?

Aqueles que utilizam produtos alavancados no trading são investidores e os próprios traders para aumentar a sua exposição a vários mercados. Isto permite-lhes manter mais liquidez nas suas carteiras para colocar noutros investimentos, de forma que o seu capital seja mais diversificado do que se tivessem adquirido fisicamente os ativos. Além disso, a alavancagem pode ser utlizada na maioria dos mercados tais como ações, forex, mercadorias, índices, obrigações, ETPs e muito mais.

As empresas também utilizam alavancagem para investir em ativos a partir dos quais podem obter um retorno relativamente elevado. Uma estratégia empresarial popular é utilizar a dívida para financiar ativos, pois as empresas acreditam que podem ganhar mais com estes investimentos do que os juros que têm de pagar sobre a sua dívida.

Como conclusão, pode-se dizer que saber como calcular “alavancagem” é importante, pois a alavancagem real utilizada numa negociação não é necessariamente a alavancagem máxima oferecida pela “Corretora”. Na verdade, a corretora é necessária para aceder aos mercados financeiros onde são necessárias grandes quantidades de capital.

No entanto, quando se trata de gerir o risco de perda, é o cálculo da alavancagem real que conta. Quanto maior for a alavancagem, mais arriscada é a negociação. No entanto, se usar a “Alavancagem Financeira” o risco deve ser gerido adequadamente utilizando o “Stop Loss” e calculando a perda máxima para um determinado tamanho da posição ou para um determinado nível de “Alavancagem Atual”.

Instrumentos que se caracterizam pela utilização da alavancagem financeira

Existem vários instrumentos financeiros que se caracterizam pelo uso da alavancagem financeira. Alguns dos mais comuns são:

Contratos futuros: Os contratos futuros permitem que os investidores comprem ou vendam um ativo subjacente a um preço acordado no futuro. Eles são caracterizados pela alavancagem, ao exigirem apenas uma fração do valor total do contrato como margem inicial. Isso significa que os investidores podem controlar uma grande quantidade de ativos com um investimento relativamente pequeno.

Opções: As opções são contratos financeiros que dão ao detentor o direito (mas não a obrigação) de comprar ou vender um ativo subjacente a um preço predeterminado num período específico. As opções também são alavancadas, pois exigem apenas o pagamento de um prémio para obter exposição ao ativo subjacente. Os investidores podem alavancar os seus retornos ao comprar opções com um pequeno investimento em comparação com a compra direta do ativo subjacente.

Negociação em margem (Margin Trading): A negociação em margem envolve a compra e venda de ativos financeiros utilizando fundos emprestados de uma corretora. Os investidores depositam uma margem inicial e a corretora fornece o restante do capital necessário para realizar as transações. Isso permite que os investidores alavanquem os seus investimentos, ampliando os retornos potenciais. No entanto, é importante lembrar que a negociação em margem trading também aumenta o risco, pois as perdas são amplificadas da mesma forma que os lucros.

Derivados financeiros: Os derivados financeiros, como os contratos de swap, contratos de forwards e contratos de opções, são instrumentos que derivam o seu valor de um ativo subjacente. Eles permitem que os investidores especulem sobre movimentos de preços futuros, alavancando o seu capital para obter maior exposição ao ativo subjacente.

É importante notar que o uso da alavancagem financeira aumenta o potencial de retornos, mas também amplifica os riscos. Os investidores devem estar cientes dos riscos envolvidos e ter uma compreensão sólida dos instrumentos e das estratégias utilizadas antes de se envolverem em transações alavancadas. Aconselha-se buscar orientação profissional e realizar uma análise cuidadosa dos riscos e recompensas antes de utilizar instrumentos alavancados.

Leia ainda 👉 Derivados financeiros: o que são e tipos

Corretoras que oferecem serviços de negociação alavancada

Algumas corretoras oferecem serviços de negociação alavancada. Aqui está uma breve explicação sobre a alavancagem financeira e como ela é utilizada por algumas dessas corretoras:

XTB

A XTB é conhecida por oferecer negociação alavancada numa variedade de instrumentos financeiros, como forex, índices, commodities e criptomoedas.

A alavancagem permite que os traders aumentem a sua exposição ao mercado com um investimento menor, amplificando os possíveis lucros e perdas.

Os níveis de alavancagem oferecidos podem variar conforme o instrumento negociado e as políticas dao corretora.

Comissões Ações e ETFs
0€
Ações fracionadas
Com 0€ Comissões
Variedade de mercados
CFDs, Forex, Cripto…

Admirals

A Admirals oferece serviços de negociação alavancada em diversos mercados, incluindo forex, ações, índices e commodities.

A alavancagem pode ser utilizadausada para amplificar os retornos potenciais dos traders, permitindo-lhes abrir posições maiores do que o seu capital próprio.

Assim como outras corretoras, a Admirals define limites de alavancagem diferentes para cada tipo de instrumento financeiro.

Grande Variedade de
Instrumentos Financeiros
Plataformas de Negociação
MT4, MT5 e própria
Ampla gama de
ferramentas analiticas e indicadores técnicos

Pepperstone

A Pepperstone também é uma corretora que oferece negociação alavancada em vários mercados, como forex, índices e commodities.

A alavancagem permite que os traders tenham uma exposição maior aos movimentos do mercado, mesmo com um investimento inicial menor.

É importante destacar que a alavancagem também aumenta o risco, pois as perdas podem ser amplificadas da mesma forma que os lucros.

Grande Variedade
CFDs
Comissões
Baixas
Variedade de produtos
e ferramentas disponíveis

Freedom Finance

A Freedom Finance oferece uma variedade de serviços financeiros, incluindo negociação alavancada em ações, ETFs, opções e outros instrumentos financeiros.

A alavancagem permite que os investidores ampliem a sua exposição aos ativos subjacentes, potencialmente aumentando os retornos.

É fundamental entender os termos e condições da alavancagem oferecida pela Freedom Finance antes de optar por se envolver em negociações alavancadas.

Corretora cotada
Nasdaq
30 dias de negociação
Gratuita
Sem depósito
mínimo

Vantagens e desvantagens da alavancagem financeira

A seguir, exploraremos mais a fundo as principais vantagens e desvantagens da alavancagem financeira, proporcionando uma perspectiva equilibrada e uma compreensão mais aprofundada de este instrumento financeiro.

Vantagens

  • Multiplica o poder de investimento da sua carteira, pelo que é preciso um menor investimento;
  • É possível ganhar com a subida ou com a descida. Podemos tomar posições longas se a nossa expetactiva será de bull marke, ou tomar posições curtas se tivermos num bear market;
  • Sem limites mínimos e máximos;
  • Sem custos de crédito nem garantias. A única garantia é a sua carteira de investimentos;
  • Se a carteira de investimentos valoriza, aumentará a capacidade ou venda para realizar novos investimentos;

Desvantagens

  • O mercado está sujeito a variações constantes, na qual podem ser geradas algumas perdas. Se estamos alavancados, a perda poderá ser significativa;
  • Em algumas contas de investimento, se ocorrerem perdas, as perdas podem ser superiores ao valor investido. No geral, o que acontece, é o encerramento das suas posições mais negativas quando a sua conta ronda um nível baixo.
  • Em alguns ativos, poderão ser cobrados juros de investimento.

O investimento alavancado pode ser uma ferramenta para aumentar os resultados dos nossos investimentos, quer estes sejam bons, quer estes sejam maus. Nesse sentido, devemos estar cientes de que o perfil do investidor é fundamental. No entanto, um dos principais problemas de alavancagem de investimento é a falta de conhecimento sobre veículos de investimento que permitem fazer tais investimentos. Como tal, ao conhecer essas ferramentas, operações e produtos, poderá criar essas planos que permitirão a desenvolver uma estratégia própria de investimento para atingir os objectivos a que senos propusermos nos seus investimentos.

FAQs

O que é alavancagem financeira?

A alavancagem financeira é uma estratégia de investimento que envolve o uso de dívida ou capital emprestado para financiar investimentos ou operações comerciais, com o objetivo de ampliar os retornos potenciais.

Quais são as principais vantagens da alavancagem financeira?

As principais vantagens da alavancagem financeira incluem a capacidade de aumentar os retornos potenciais, melhorar a eficiência dos custos e ampliar a capacidade de investimento. No entanto, estas vantagens vêm com riscos significativos.

Quais são os riscos da alavancagem financeira?

O risco principal da alavancagem financeira é a amplificação das perdas. . Além disso, a alavancagem financeira pode resultar em custos de dívida mais altos e potenciais problemas de fluxo de caixa.

Como a alavancagem financeira afeta o balanço patrimonial de uma empresa?

Quando uma empresa utiliza alavancagem financeira, ela aumenta a sua dívida, o que, por sua vez, aumenta os passivos no seu balanço patrimonial. Se a empresa conseguir gerar um retorno maior a partir dos ativos adquiridos através da dívida do que os custos dessa dívida, então a alavancagem financeira pode originar um aumento do património líquido.

Como posso calcular a alavancagem financeira?

A alavancagem financeira pode ser calculada através do rácio dívida/capital próprio, que é a proporção da dívida total de uma empresa em relação ao seu capital próprio. Quanto maior o rácio, maior a alavancagem financeira. Outra forma de calcular a alavancagem financeira é o grau de alavancagem financeira (GAF), que mede a sensibilidade do lucro por ação (LPA) às mudanças no EBIT (lucro antes de juros e impostos).

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF

Está a procurar uma corretora para investir? Aqui estão algumas corretoras do mercado 👇
Comissões 0%
Ações e ETFs
Grande seleção
Ações, ETFs e opções de ações
Variedade de produtos
e plataformas
Várias plataformas
de negociação
   Esta informação não constitui uma sugestão de investimento e recomendamos que procure informação adicional antes de tomar qualquer decisão.

Artigos Relacionados

A máxima do trading sempre foi a mesma: obter uma estratégia vencedora e aplicá-la consistentemente, sem sair dela. P...