Entrar
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Índice Nikkei 225: o que é e como investir

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

Índice Nikkei: o que é e como investir

O Índice Nikkei, oficialmente conhecido como Nikkei 225, é um índice de ações que representa os 225 títulos mais líquidos negociados na Bolsa de Valores de Tóquio. A partir da sua concepção em 1950, o Índice Nikkei tornou-se um dos índices financeiros mais importantes e influentes do mundo, fornecendo uma representação crucial da saúde financeira e do desempenho da economia japonesa.

O propósito deste artigo é oferecer um entendimento aprofundado do Índice Nikkei: o que é, como funciona e como se pode investir nele. Este guia se destina tanto a investidores iniciantes como a investidores mais experientes que desejam expandir o seu conhecimento e diversificar o seu portfólio de investimentos.

O que é o Índice Nikkei?

O Índice Nikkei, ou Nikkei 225, é um índice de ações que simboliza os 225 maiores e mais líquidos títulos negociados na Bolsa de Valores de Tóquio. Criado e publicado pelo Nihon Keizai Shimbun (The Nikkei), um dos maiores jornais de negócios do Japão, o índice foi lançado em 1970 com base retroativa ao ano de 1950.

Qual é a sua importância no mercado?

O índice Nikkei tem uma importância considerável no mercado financeiro porque representa a saúde económica das principais empresas do Japão, a qual é a terceira maior economia do mundo. Os investidores e os analistas financeiros utilizam o Nikkei como uma forma de medir o desempenho global da economia japonesa. Quando o Nikkei está a subir, geralmente indica que a economia do Japão está em boa forma, enquanto uma queda do Nikkei pode indicar problemas económicos.

Empresas que compõem o índice Nikkei

As empresas constituintes do Índice Nikkei são as 225 maiores empresas do Japão, abrangendo uma vasta gama de sectores industriais. Algumas das empresas mais proeminentes incluem a Toyota, a Sony, o Softbank Group, a Keyence, a Fast Retailing (a empresa por detrás da Uniqlo), e muitas outras. Estas empresas são líderes nos seus respectivos sectores sendo fundamentais para a economia japonesa.

Se queres saber mais de estas empresas e como investir nelas, leia o nosso artigo 👉 Como comprar ações Asiáticas.

Comparação com outros índices financeiros mundiais

Tal como outros índices financeiros mundiais, como o Dow Jones Industrial Average nos EUA, o FTSE 100 no Reino Unido, ou o DAX na Alemanha, o Nikkei 225 fornece um retrato do desempenho das principais empresas no seu respectivo mercado. No entanto, cada índice tem as suas próprias particularidades.

Por exemplo, ao contrário do S&P 500, ponderado pela capitalização bolsista, o Nikkei é um índice ponderado pelo preço. Isto significa que as empresas com preços de ações mais elevados têm uma maior influência no Nikkei, independentemente da sua dimensão total em termos de capitalização bolsista. Este método de cálculo pode tornar o Nikkei mais volátil em comparação com os índices ponderados pela capitalização bolsista.

Leia também 👉 Bolsas asiáticas: quais são e como investir

Como funciona o Índice Nikkei 225?

Nesta secção, exploraremos em pormenor o funcionamento do Índice Nikkei. Ficará a conhecer o processo de cálculo do índice, os principais elementos envolvidos e como é determinado o seu valor.

Como o índice Nikkei 225 é calculado:

O cálculo do Índice Nikkei baseia-se na média simples dos preços de fecho das 225 ações que o compõem. A cada ação é atribuído um peso com base no seu preço de mercado. As ações com preços mais elevados têm um maior impacto no índice em comparação com as acções com preços mais baixos.

A fórmula para calcular o Índice Nikkei é a seguinte:

Índice Nikkei = (Soma dos preços das ações / Divisor) x Factor de ajustamento.

O divisor é utilizado para ajustar o valor do índice em relação a alterações na composição do índice, tais como alterações nas ações componentes devido a alterações nas empresas incluídas ou a eventos empresariais, tais como fusões ou aquisições. O factor de ajustamento é utilizado para manter a continuidade do índice em caso de alterações significativas, tais como desdobramentos de acções ou dividendos.

Como as alterações do mercado afectam o índice Nikkei 225?

O índice Nikkei é influenciado por vários factores que afectam o mercado bolsista japonês no seu conjunto. Alguns dos factores que podem influenciar o índice incluem:

  • Resultados empresariais: os relatórios de ganhos e o desempenho financeiro das empresas que compõem o índice podem ter um impacto significativo no índice.
  • Indicadores económicos: Os dados económicos, tais como o crescimento do PIB, a inflação, o desemprego e as taxas de juro podem influenciar a confiança dos investidores e, consequentemente, o Índice Nikkei.
  • Eventos geopolíticos: os eventos geopolíticos, tais como tensões comerciais, conflitos regionais ou alterações nas políticas governamentais, podem criar incerteza nos mercados e afectar o Índice Nikkei. Os investidores tendem a ser cautelosos durante períodos de incerteza, o que pode resultar em movimentos negativos no índice.
  • Factores externos: as alterações nos mercados internacionais, tais como os movimentos nos preços do petróleo, taxas de câmbio e políticas monetárias de outros países, também podem influenciar o Índice Nikkei.

É importante notar que o Índice Nikkei é um indicador do mercado de acções e, como tal, está sujeito a volatilidade e a mudanças constantes. Os investidores e analistas acompanham de perto o seu desempenho para obterem informações sobre a saúde geral do mercado japonês e para tomarem decisões de investimento.

Horário de negociação do Índice Nikkei

O Índice Nikkei 225 é transaccionado na Bolsa de Valores de Tóquio, no Japão. Como Portugal se encontra num fuso horário diferente, é importante ter em conta a hora local para acompanhar a negociação do índice.

O horário normal de negociação do índice Nikkei na Bolsa de Valores de Tóquio é de segunda a sexta-feira. As sessões são divididas em duas partes: a sessão da manhã e a sessão da tarde. A hora local japonesa aproximada (UTC+9) para o índice Nikkei é apresentada abaixo:

  • Sessão da manhã: das 9:00 às 11:30
  • Intervalo: 11:30 às 12:30
  • Sessão da tarde: 12:30 – 15:00

No entanto, é importante notar que podem existir feriados públicos no Japão que afectem o horário de negociação do Índice Nikkei. Além disso, a Bolsa de Valores de Tóquio também pode ter horários de negociação especiais em circunstâncias extraordinárias, tais como durante eventos de grande impacto ou emergências.

Leia também 👉 Horário Bolsa: a que hora abre e fecha a bolsa?

Como investir no índice Nikkei 225?

Nesta secção, exploramos os principais passos a dar para investir neste índice e participar no mercado de ações do Japão.

Selecção de uma plataforma de investimento

A escolha de uma plataforma de investimento adequada é um passo crucial para investir no Índice Nikkei 225. Aqui estão alguns aspectos a considerar ao seleccionar uma plataforma:

  • Reputação e regulamentação: ppte por uma plataforma de investimento fiável e regulamentada. Pesquise e verifique a reputação do corretor ou negociante no mercado. Certifique-se de que está autorizado e regulamentado pelos organismos competentes.
  • Taxas e comissões: Comparar as taxas e comissões das diferentes plataformas. Tenha em conta os encargos de transacção, custódia, conversão de moeda e quaisquer outros custos associados às suas transacções do Índice Nikkei. Procure uma plataforma que ofereça taxas competitivas e transparentes.
  • Acesso ao mercado: Verifique se a plataforma lhe permite aceder directamente ao mercado japonês e negociar acções ou instrumentos financeiros relacionados com o Índice Nikkei. Certifique-se de que a plataforma tem uma vasta gama de opções de investimento e funcionalidades necessárias para as suas necessidades.

Com que ativos pode investir no índice Nikkei 225?

Após ter seleccionado uma plataforma de investimento, é altura de decidir como investir no Índice Nikkei. Aqui estão algumas opções comuns:

  • Compra directa de acções: pode optar por comprar acções das empresas componentes do Índice Nikkei numa base individual. Esta opção permite-lhe seleccionar as ações que mais lhe interessam, mas requer um conhecimento e uma análise mais aprofundados das empresas individuais.
  • Fundos de índice: Os fundos de índice acompanham o desempenho do Índice Nikkei 225 na totalidade. Ao investir num fundo de índice, obtém uma exposição diversificada a todas as acções que compõem o índice.
  • ETFs (Exchange Traded Funds): Os ETFs também acompanham o desempenho do Índice Nikkei, mas são negociados numa bolsa como acções individuais. Oferecem flexibilidade e liquidez, uma vez que é possível comprar e vender acções em qualquer altura durante o horário de funcionamento do mercado. Os ETFs são uma escolha popular para aqueles que desejam investir no Índice Nikkei de uma forma eficiente e económica.
  • Futuros: Os contratos de futuros sobre o índice Nikkei permitem-lhe especular sobre o movimento futuro do índice sem possuir os activos subjacentes. Esta opção é mais adequada para investidores mais experientes e requer mais conhecimentos sobre os mercados de futuros.

É importante avaliar o seu nível de experiência, objectivos de investimento e tolerância ao risco ao decidir como investir no Índice Nikkei. Considere consultar consultores financeiros ou especialistas em investimentos para obter orientação adicional antes de tomar decisões de investimento.

Onde investir no índice Nikkei 225?

Abaixo estão algumas das corretoras que permitem que você negocie o Nikkei 225, com uma breve explicação de cada uma:

Corretora XTB

A XTB é uma corretora global com uma ampla presença internacional que oferece serviços de negociação online. As suas principais características são:

  • Plataforma avançada: a XTB oferece uma plataforma de negociação avançadas, como a xStation, que fornecem ferramentas e funcionalidades para ajudar os investidores a negociar.
  • Diversidade de mercados: Permite o acesso a uma variedade de mercados financeiros.
  • Apoio multilingue: Oferece um serviço de apoio ao cliente em várias línguas.
Comissões Ações
0€
Comissões ETFs
0 €
C. abertura
0€

Corretora DEGIRO

A DEGIRO é uma corretora online com uma ampla base de clientes que fornece acesso a diferentes mercados. As características incluem:

  • Comissões baixas: Oferece taxas competitivas e comissões baixas.
  • Vasta selecção de produtos: Permite o investimento numa vasta gama de activos financeiros.
  • Plataforma intuitiva: Oferece uma interface de negociação fácil de utilizar.
Comissões Ações
2€
+200 ETFs
0% comissões
Condições aplicáveis
Depósito mínimo
0.01€

Corretora Interactive Brokers

A Interactive Brokers é uma corretora reconhecida mundialmente com uma vasta gama de instrumentos financeiros. As suas características são:

  • Diversidade de produtos: para além do Nikkei 225, a Interactive Brokers permite a negociação de uma grande variedade de produtos, tais como acções, opções, futuros, obrigações e outros, proporcionando oportunidades de investimento adicionais.
  • Plataforma de negociação avançada: oferece plataformas de negociação poderosas e personalizáveis, como a Trader Workstation (TWS) e a WebTrader, que fornecem ferramentas e análises sofisticadas para negociar o Nikkei 225.
  • Vasta gama de mercados: a Interactive Brokers fornece acesso a mais de 135 mercados em 33 países, permitindo aos investidores negociar o Nikkei 225 e outros índices internacionais.
Comissões Ações
desde 0,005$
Depósito mínimo
0€
Conta Demo

Tenha em atenção que estas características são breves resumos e recomenda-se uma pesquisa mais aprofundada para obter uma visão geral mais completa e actualizada dos serviços e características específicos de cada corretora (pode ler as nossas reviews).

Vantagens e desvantagens de investir no índice Nikkei 225

O investimento no índice Nikkei 225 tem as suas vantagens e desvantagens. Seguem-se alguns aspectos a considerar:

Vantagens de investir no índice Nikkei

Diversificação: O índice Nikkei 225 é composto por 225 empresas de diferentes sectores, proporcionando uma ampla diversificação aos investidores. Isto significa que, ao investir no índice, o investidor está exposto a um conjunto diversificado de indústrias e empresas, o que pode ajudar a reduzir o risco associado ao investimento numa única empresa.

Referência do mercado japonês: O Nikkei 225 é amplamente considerado o índice de referência para o mercado de acções japonês. Este facto torna-o um indicador fundamental para avaliar o desempenho global da economia japonesa e as tendências do mercado no país.

Potencial de crescimento: Ao longo da sua história, o índice Nikkei 225 registou períodos de crescimento significativo. O Japão é uma das maiores economias do mundo, com empresas líderes numa variedade de indústrias, o que pode oferecer oportunidades de investimento atractivas para quem procura um potencial de crescimento a longo prazo.

Desvantagens de investir no Nikkei

Volatilidade: Como qualquer investimento no mercado de acções, o Índice Nikkei 225 está sujeito à volatilidade do mercado. Os preços das acções podem flutuar consideravelmente em resposta a factores económicos, políticos ou eventos globais, o que pode resultar em perdas para os investidores.

Exposição à economia japonesa: Ao investir no Índice Nikkei 225, o investidor está exposto à economia japonesa na totalidade. Isto significa que os acontecimentos e tendências específicos do Japão podem ter um impacto significativo no desempenho do índice. Factores como a política governamental, alterações demográficas e condições económicas podem influenciar o desempenho dos investimentos no índice.

Riscos do mercado financeiro japonês: O mercado financeiro japonês pode apresentar certos desafios e peculiaridades. As barreiras culturais, as regras comerciais locais e os requisitos regulamentares podem diferir de outros mercados, o que pode complicar o investimento no Índice Nikkei 225 para investidores estrangeiros.

FAQs

O que é o índice Nikkei 225?

O índice Nikkei 225 é um índice do mercado bolsista japonês que representa as 225 principais empresas cotadas na Bolsa de Valores de Tóquio. Foi criado em 1950 e é amplamente considerado o índice de referência para o mercado de acções japonês.

Como é calculado o índice Nikkei 225?

O índice Nikkei 225 é calculado utilizando um método de média simples. A cada empresa incluída no índice é atribuído um peso proporcional ao seu preço de fecho, relativamente ao preço total das 225 acções que compõem o índice. Isto significa que as empresas com preços de fecho mais elevados têm um maior impacto no movimento do índice.

Que empresas fazem parte do índice Nikkei 225?

O índice Nikkei 225 inclui 225 empresas japonesas de vários sectores, como o electrónico, o automóvel, o industrial, o financeiro e outros. Algumas das empresas mais conhecidas incluídas no índice são a Toyota, a Sony, a Honda, a Panasonic, a Mitsubishi, entre outras.

Como posso investir no índice Nikkei 225?

Existem várias formas de investir no índice Nikkei 225. Uma opção é através de fundos negociados em bolsa (ETFs) que acompanham o desempenho do índice. Estes ETFs são transaccionados em bolsas de valores e permitem aos investidores ganhar exposição ao movimento do índice. Outra opção é através de futuros e opções do índice Nikkei 225, os quais são produtos derivados que permitem especular sobre o movimento do índice sem possuir as acções individuais.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Rankia Markets Experience Lisboa 2024
Não perca esta oportunidade única! Os lugares para a Rankia Markets Experience em Lisboa são limitados. Inscreva-se já para assegurar a sua presença neste evento gratuito com especialistas e investidores do setor financeiro.

Artigos Relacionados

Após dois anos fracos no mercado de IPOs, 2024 acena com um cenário mais otimista para os mercados financeiros. Diver...