Litecoin: O que é, como nasceu e quais as suas vantagens

litecoin

Nesta publicação, falaremos sobre o nascimento e as principais características da criptomoeda Litecoin. Embora esta moeda não seja tão popular quanto o Ethereum ou o Bitcoin, seguiu um processo similar a estes em termos de cotação de valor, com reavaliações exponenciais nos últimos anos. Tanto assim é que, no final de 2013, atingiu uma capitalização de mercado de 1000 milhões de dólares.

O que é o Litecoin

O Litecoin é uma criptomoeda suportada por uma rede p2p (open source), o mesmo sistema pelo qual o Bitcoin é suportado, mas com um sistema de mineração diferente, não é baseada num sistema tão centralizado como a Bitcoin. Dados que podem ser vistos como uma vantagem ou como uma inconveniência, dependendo do que é analisado, mais a frente analisaremos mais aprofundadamente.

Sobre as caracteristicas como criptomoedas, dizem que se destacam por serem virtuais, abstratas e sem forma física em relação às moedas tradicionais, dados que já explicamos em posts anteriores de Bitcoin e Ethereum.

Como nasceu?

O nascimento foi em 5 de outubro de 2011 nas mãos de Charlie Lee, engenheiro de software, formado no MIT e ex-funcionário do Google. O Litecoin foi criado para cobrir os inconvenientes da Bitcoin, como a centralização da oferta e o tempo de suas transações. Por outro lado, Lee não pretende que seja um substituto da Bitcoin, pretende que convivam juntas, como complemento uma da outra, por isso criou o Litecoin com um sistema de mineração diferente.

Vantagens

As vantagens do Litecoin como criptomoeda são as seguintes:

  • Não existe um governo que possa controlar o seu valor
  • Muito difícil de falsificar se a compararmos com moedas tradicionais
  • Sistema de código aberto, permitindo implementações de melhoria ao longo do tempo
  • Vantagens físicas, como a durabilidade infinita, enquanto o euro ou o dólar são produtos físicos deterioram-se com a passagem do tempo.

 

Por outro lado, Bitcoin e Litecoin não são iguais. As principais diferenças que existem entre elas são:

  • Unidades em circulação. Enquanto o Bitcoin está limitado a 21 milhões de unidades, o Litecoin tem um limite de 84 milhões.
  • Mineração diferente. Embora ambas sejam geridas numa plataforma de código aberto, a mineração da Litecoin é baseada no algoritmo do Scrypt. E o que significa isso ?. Isso significa que não há centralização da mineração, pois não há equipamentos específicos destinados a mesma. Por esse motivo, o crescimento da Litecoin não foi tão forte como o de Bitcoin, mas graças à descentralização permitiram o acesso à mineração para mais gente.
  • Menos tempo nas transações. Pelo menos quando a criptomoeda foi criada, em 2011, o tempo de transação da Litecoin foi muito menor, cerca de 2-3 minutos, em comparação com 10-15 minutos de Bitcoin.
Se quiser aprender mais sobre criptomoedas, pode fazer download do nosso manual de gratuitamente

manual criptomonedas

0

Sobre o autor

Fabio Gourgel

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *