Despesas e comissões dos fundos de investimento

comissões dos fundos

Despesas e comissões dos fundos de investimento são encargos que podem ser incorridos por investidores que possuem fundos. A operação de um fundo mútuo envolve custos de transação, incluindo acionista custos, assessoria investimento, comissões de marketing e de distribuição despesas. Os fundos repassam esses custos aos investidores de várias maneiras.

Despesas e comissões dos fundos de investimento

Alguns fundos impõem “comissões aos clientes” diretamente aos investidores sempre que eles compram ou vendem ações. Além disso, todo fundo possui “despesas operacionais” regulares, recorrentes e abrangentes. Os fundos normalmente pagam as suas despesas operacionais com ativos do fundo – o que significa que os investidores pagam indiretamente esses custos. Embora possam parecer insignificantes, comissões e despesas podem reduzir substancialmente os ganhos de um investidor quando o investimento é mantido por um longo período de tempo.

Pelas razões citadas acima, é importante que um possível investidor compare as comissões dos vários fundos em consideração. Os investidores também devem comparar as comissões com as referências e médias do setor. Existem muitos tipos diferentes de comissões, conforme discutido abaixo. Para facilitar a comparação de fundos, é útil comparar a taxa de despesa total . 

Tipo de comissões dos fundos de investimento

Comissão de entrada/aquisição

Comissões de aquisição- Um tipo de comissão que alguns fundos cobram de seus clientes quando compram/ adquirem fundos. Ao contrário de uma carga de vendas front-end, uma comissão de entrada é paga ao fundo (não a uma Corretora ) e normalmente é imposta para custear alguns dos custos do fundo associados à compra.

Comissão de saída / resgate

Comissão de resgate – outro tipo de taxa que alguns fundos cobram dos seus clientes quando eles vendem ou resgatam ações. Ao contrário de uma carga de vendas diferida, uma taxa de resgate é paga ao fundo (não a uma Corretora ) e é normalmente usada para custear os custos do fundo associados ao resgate de um cliente.

Comissão de gestão

A comissão de gestão é um dos custos associados aos fundos de investimento e aos seguros de capitalização. Trata-se de uma percentagem que é retirada ao valor do fundo para remunerar a sociedade gestora ou a seguradora.

Este encargo influencia o desempenho global do produto. Quanto maior for, mais prejudicará a rentabilidade. Contudo, o valor da unidade de participação é divulgado após a dedução desta comissão, pelo que o investidor não necessita de considerá-la para calcular o rendimento do fundo.

Outras comissões

Para além destas comissões, os fundos suportam ainda outros custos que já incorporados no valor da unidade de participação. Os prospetos simplificados dos fundos de investimento devem conter a respetiva taxa global de custos relativa ao ano anterior.
A CMVM divulga no seu sitede internet informação que permite conhecer e comparar as comissões e custos cobrados pelas entidades que comercializam fundos de investimento. Disponibiliza também simuladores que permitem aferir qual a entidade que pratica a taxa mais competitiva na subscrição de um determinado fundo.
Se quiser aprender mais sobre Fundos de Investimento, pode fazer download do nosso manual de gratuitamentemanual fundos
0

Sobre o autor

Juan Diego Quilez

Gestor do Rankia Portugal

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *