N26 vs Revolut: Qual é o melhor?

N26 vs Revolut: Qual é o melhor?

N26 vs Revolut: Qual é o melhor? Nos dias que correm, começam a ser escassos aqueles que ainda confiam na banca tradicional. Todo o (agora antiquado) sistema de comissões, taxas, juros e manutenções, já tem que lhe faça frente.
Não é novidade que os bancos digitais vieram para revolucionar o mercado e que já causaram um valente terramoto bancário, obrigando os Bancos Tradicionais a repensar toda a sua estratégia e gestão – estão a perder clientes a uma velocidade superior às variações das taxas de câmbio. É o caso da Revolut e da N26, dois dos maiores players no mercado das Fintech, com um crescimento acima de exponencial.

A questão que se coloca é: entre estes dois gigantes bancos digitais… qual é o melhor? Faremos uma análise sucinta das principais vantagens e desvantagem dos dois.

N26 vs Revolut: qual compensa mais?

N26: Prós e Contras

A N26 possui três diferentes tipos de planos, começando no N26 Basic – o plano grátis deste banco – que permite fazer levantamentos de dinheiro em Euros de forma gratuita, assim como pagamentos em todas as moedas.
O plano N26 You, com um custo mensal de 9,90€, acaba por oferecer as mesmas vantagens que o anterior, mas com o acréscimo de que os levantamentos podem ser feitos em qualquer parte do mundo, e também inclui um conjunto de seguros da Allianz.
Também existe o plano N26 Metal que tem um custo mensal de 16,90€ mas que acaba por dar ao cliente um apoio mais personalizado e atencioso – além de um vasto leque de parcerias das quais o cliente poderá tirar proveito.

Algumas das desvantagens da N26 é que a entrega do cartão costuma demorar mais tempo, e o pedido de entrega “express” é mais caro que o da concorrente. A abertura de conta é ligeiramente mais demorada e complicada, e a App não é tão intuitiva nem desenvolvida quanto a da concorrente.

Revolut: Prós e Contras

Assim como o N26, existem três diferentes planos disponíveis para os clientes Revolut. O Standard, o plano gratuito, permite ao cliente fazer levantamentos até 200€ por mês isento de qualquer comissão, assim como as taxas de câmbio (isento de taxas até 6.000€ mensais de câmbio).
O plano intermédio da Revolut é o Premium, com uma mensalidade de 7,99€, que aumenta o plafond de levantamentos para 400€ por mês e dá acesso à negociação de criptomoedas. Além disso, inclui seguro de viagem e apoio prioritário no atendimento ao cliente.
O plano mais rebuscado da Revolut é o Metal, que além de todos os benefícios anteriores, ainda se destaca pelo facto de incluir cashback de todas as compras: 1% em compras fora da Europa, e 0,1% para compras dentro da Europa. O plafond de levantamento é estendido para 600€ por mês.

Uma das desvantagens da Revolut em relação à N26, é que o pedido de cartão tem um custo associado – apesar de que existem constantes campanhas a decorrer em que o pedido/entrega do cartão é gratuito (inclusive através do programa de recomendação que a empresa tem sempre a decorrer). O facto de haver alguns imites na conta, também poderá ser um impedimento para alguns clientes.

A App da Revolut, no entanto, é considerada a melhor (tanto na Google Play como no Trustpilot) – e é a empresa que tem melhor facilidade e rapidez na abertura de conta.

Revolut e a N26: Principais Diferenças

Um dos temas mais polémicos que diferencia as duas empresas, tem rondado o facto de ter que se declarar a conta na Declaração Anual de IRS – a Revolut ainda está fora desta obrigatoriedade, contrariamente à N26 que já desde 2018 que tem vindo a ser declarada no anexo J do quadros 11, no IRS dos portugueses.

No entanto, a maior colisão entre estas duas Fintech, está nas transferências internacionais, uma vez que ambas possuem taxas um tanto diferentes.
Apesar de as duas serem competitivas em relação à banca tradicional, a Revolut acaba por ganhar algum terreno em relação à sua concorrente digital, na medida em que permite fazer transferências para o estrangeiro com uma taxa de 0% a 2% nos 6.000€ iniciais a transferir, fixando depois a taxa sempre nos 2%. Já a N26 possui uma comissão que começa nos 0,36% e pode ir até aos 2,86% dependendo da moeda da transferência.

Se a Revolut ganha à N26 nas transferências, acaba por ficar um bocadinho aquém no que diz respeito a levantamentos: a taxa de levantamento da N26 no plano Basic é de 1,7% e a da Revolut é de 2%. No entanto, a grande digital de Nik Storonsky acaba por compensar isso com o plafond gratuito que oferece no seu plano: 200€ de levantamentos gratuitos para clientes Standard – em qualquer moeda.

Concluindo: a “melhor” depende muito do intuito com o qual vá abrir conta – terá que perceber qual o seu perfil e necessidades, para  escolher o melhor Banco que irá satisfazer essas necessidades. Depende da quantidade de viagens que faz por ano; depende da quantidade de pagamentos que faz em dinheiro ou com cartão; depende da quantidade de interações que irá ter a nível nacional e internacional.

No entanto, tanto a N26 como a Revolut são as melhores opções de mercado – e aquelas que vieram para ficar e para deixar a sua marca no mundo moderno. Abrir conta num destes bancos, acaba por deixar por terra toda a parte burocrática que causa atrito ao cliente no momento inicial de contacto – e, claro, as taxas são bem mais económicas e transparentes. Banca tradicional: cuidado!

Comparação N26 vs Revolut

Instituição Plano Mensalidade Levantamentos em euros Levantamentos em moeda estrangeira Cashback
N26 Basic 0€ Até 5 levantamentos grátis por mês 1,7% x
N26 N26 You

 

9,90€ Até 5 levantamentos grátis por mês 0% x
N26 Metal 16,90€ Até 5 levantamentos grátis por mês 0% x
Standard 0€ Grátis até 200€/mês 2% x
Revolut Premium 7,99€ Grátis até 400€/mês Grátis até 400€/mês x
Metal 13,99€ Grátis até 600€/mês Grátis até 600€/mês 1% em compras fora da Europa, e 0,1% para compras dentro da Europa
1+

Sobre o autor

Rankia

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *