Tipos de ordens para operar em Bolsa

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

Tipos de ordens para operar em Bolsa

Negociar na bolsa de valores pode ser uma atividade complexa e cheia de nuances. Comprar e vender ações ou outros ativos financeiros não é tão simples como comprar um produto numa loja. Na verdade, como decidimos comprar ou vender, as estratégias que usamos e as ordens que escolhemos podem ter um grande impacto no resultado dos nossos investimentos.

Entender os diferentes tipos de ordens na bolsa de valores é, assim, de extrema importância para qualquer investidor. Independentemente de ser um day trader profissional ou um investidor de longo prazo, o conhecimento sobre as diferentes ordens disponíveis pode fornecer um controlo significativo sobre quando e a que preço as suas ordens são executadas.

Neste artigo, discutiremos os diferentes tipos de ordens que podemos ter na bolsa de valores, desde as mais básicas, como as ordens de mercado e de limite, até às mais complexas, como as ordens stop loss e stop limit. Cada uma dessas ordens tem as suas próprias características, vantagens e desvantagens, e saber quando utilizar cada uma delas pode ser a chave para a eficácia da sua negociação na bolsa de valores.

Prepare-se para mergulhar no mundo das ordens de bolsa e descobrir como pode utilizá-las para aprimorar a sua estratégia de investimento.

O que é uma ordem na bolsa e quais são os seus objetivos?

Uma ordem na bolsa é um pedido formal a uma corretora para executar uma operação na bolsa. Ou seja, é a ordem que damos ao nosso intermediário para comprar ou vender uma determinada ação ou conjunto de ações a um determinado preço, volume ou tempo.

O objetivo da ordem é comprar ou vender ações, mas podemos consegui-lo de múltiplas formas. Para o fazer, esta ordem de compra ou venda deve ser totalmente identificada. E para consegui-lo, deve conter uma série de dados:

  • Identificar uma ordem se é de compra ou uma ordem de venda;.
  • Os títulos ou ETF objetos da ordem;
  • Volume de participações que se está disposto a negociar;.
  • Preço aao que se quer comprar ou vender;.
  • Forma de execução da ordem;.
  • Prazo de validade.

👉 Bolsa de Valores: o que é e como funciona?

Como as ordens funcionam no mercado de ações

As ordens de compra e venda são os motores do mercado de ações. Quando um investidor decide comprar uma ação, ele coloca uma “ordem de compra”. Se outro investidor decide vender a mesma ação, ele coloca uma “ordem de venda”. Quando uma ordem de compra coincide com uma ordem de venda em termos de preço e quantidade, a negociação é realizada.

As ordens podem ser de vários tipos, e o tipo de ordem determina o preço pelo qual a ação é comprada ou vendida, o tempo durante o qual a ordem permanecerá ativa e outras condições.

Como negociar uma ordem em bolsa?

Também teremos em conta a forma de negociar as ordens devem de ter uma ordem de prioridade:

  1. Em primeiro lugar, ordena-se pelo preço: no caso de ser uma ordem de compra ordena-se da maior à menor, em caso de se tratar de uma ordem de venda ordenar-se da menor à maior.
  2. No caso de coincidirem no preço, ordena-se segundo a ordem de introdução, isto é, a que se tenha emitido em primeiro lugar.

Leia ainda 👉“Como investir na Bolsa de Valores”.

Os papéis das corretoras e das plataformas de negociação

As corretoras de ações desempenham um papel crucial no processo de execução das ordens. Elas são os intermediários entre os investidores e o mercado de ações. Quando coloca uma ordem mediante uma plataforma de negociação, é o corretor que a executa no seu nome no mercado de ações.

As plataformas de negociação online, por sua vez, são os canais pelos quais os investidores enviam as suas ordens para as corretoras. Elas fornecem as ferramentas necessárias para monitorizar o mercado, analisar as ações, colocar ordens e gerir a carteira de investimentos.

Entender o que é uma ordem na bolsa de valores e como ela funciona é o primeiro passo para negociar efetivamente no mercado de ações. No próximo capítulo, examinaremos os diferentes tipos de ordens que pode colocar.

Tipos de ordens em bolsa

Os tipos de ordens em bolsa mais frequentes que determinam o preço e o modo de transação com os que se costuma operar na sessão bolsista:

Ordem à abertura

Dá-se nos mercados de valores para a sua execução no momento de abertura do mercado.

Ordem de mercado

Executa-se ao preço atual do mercado. Quando lança uma ordem de mercado, seja de compra ou de venda, está a executar a ordem sem especificar o preço -; tem como referência o preço fixado pela bolsa nesse momento, mas podem ocorrer variações consideráveis.

Exemplo: se dá uma ordem ao mercado para comprar 100 ações da empresa X,  comprará as ações pelo preço atual que elas estão a ser vendidas no mercado.

Vantagens

As vantagens das ordens de mercado são basicamente duas: é executada muito rapidamente e sempre, e tem prioridade sobre outras ordens. Portanto, se temos urgência de comprar ou vender, e temos uma maior prioridade para que a ordem seja executada, deixando o preço desta em segundo plano, é uma boa opção.

Riscos 

Basicamente, o maior risco das ordens de mercado é não controlar o preço de execução. Se precisar de mais de uma contraparte ou ordem do lado oposto para a executar, pode aumentar as comissões da operação e em ações pouco líquidas ou em momentos de grande volatilidade. A ordem pode ser executada a preços muito diferentes dos que estamos a visualizar no mercado.

Ordem limitada

As ordens limitadas permitem-lhe, como o nome sugere, limitar o preço máximo ao qual pretende comprar ações, ou limitar o preço mínimo ao qual pretende vendê-las. Esta ordem só é executada se o preço for igual ou inferior no caso de compra e igual ou superior no caso de venda. Se não for encontrada uma contrapartida a esse preço, a ordem não é executada e é mantida à espera de uma contrapartida que cumpra os requisitos.

Exemplo: se colocar uma ordem de compra limitada para comprar 100 ações da empresa X a 10€ cada, a ordem só será executada se o preço das ações cair para 10€ ou menos.

Vantagens

A principal vantagem das ordens limitadas é ter a certeza do preço que vai pagar ou receber com a compra, ou venda de ações.

Riscos

O principal risco de uma ordem limitada é que a ordem nunca seja executada e, por conseguinte, fica sem comprar ou vender as ações que desejava.

Ordem ao melhor

As ordens ao melhor executam a operação ao melhor preço disponível na contrapartida nesse momento -; se essa melhor contrapartida não satisfizer o total da nossa ordem, só será executada a parte que cobre. Este tipo de ordem satisfaz que a ordem em questão seja executada ao melhor preço possível, mas pode ser apenas parcialmente completada sobre a totalidade da ordem.

Vantagens

A principal vantagem  é uma mistura: permite-lhe executar o negócio (mesmo parcialmente), sabendo que tem algum controlo sobre o preço que irá pagar ou receber no caso de uma venda.

Riscos

O principal risco é que a totalidade da ordem não seja completada e que, embora seja o melhor preço da contrapartida, possa implicar um preço mais elevado do que o desejado. Neste caso, não deveria haver muita diferença com a cotação desse momento, mas  pode variar.

Ordem com Stop

Uma ordem stop loss é uma instrução para vender um ativo quando o seu preço cai para um determinado nível, para limitar as perdas. Uma vez que o preço do ativo atinja o preço de stop, a ordem torna-se uma ordem de venda a mercado.

Exemplo: se colocar uma ordem stop loss em 9€ para as suas ações da empresa X (que comprou por 10€), se o preço cair para 9€, as suas ações serão vendidas ao preço de mercado para limitar as suas perdas.

Ordem Stop-Limit

Uma ordem stop limit combina características das ordens stop loss e limitada. Quando o preço de stop é atingido, a ordem torna-se uma ordem limitada, o que significa que o ativo será comprado ou vendido a um preço específico ou melhor.

Exemplo: se tem uma ordem stop limit para vender 100 ações da empresa X a 8€, com um preço de stop em 9€, a ordem será ativada quando o preço chegar a 9€, mas só será executada se as ações puderem ser vendidas por 8€ ou mais.

Ordem de venda a descoberto

Uma ordem de venda a descoberto é uma instrução para vender um ativo que você não possui, com a expectativa de recomprá-lo a um preço mais baixo no futuro. Este é um método avançado que envolve um elevado nível de risco.

Exemplo: se acredita que o preço das ações da empresa X vai cair, pode colocar uma ordem de venda a descoberto para vender 100 ações da empresa X (que não possui), na esperança de recomprá-las a um preço mais baixo no futuro e lucrar com a diferença.

👉 Diferenças entre posição curta, venda a crédito e venda a descoberto

Ordem de compra coberta

Uma ordem de compra coberta é uma estratégia em que um investidor compra simultaneamente um ativo e uma opção de venda. Esta é uma maneira de se proteger contra possíveis perdas no ativo subjacente.

Exemplo: se compra 100 ações da empresa X e uma opção de venda para o mesmo número de ações, terá uma proteção está protegido caso o preço das ações caia.

Ordem de Day Trade

Ordens de Day Trade são compras e vendas de um ativo realizadas no mesmo dia. Day traders utilizam uma variedade de estratégias para lucrar com movimentos de preços de curto prazo.

Exemplo: se comprar 100 ações da empresa X pela manhã e vendê-las à tarde, isso seria considerado um Day Trade.

Ordem Trailing Stop

Uma ordem trailing stop ajusta automaticamente o preço de stop com base em mudanças no preço de mercado do ativo. Isso permite que os investidores garantam lucros ou limitem perdas sem ter que monitorizar constantemente o mercado.

Exemplo: se colocar uma ordem de venda trailing stop com uma diferença de 1€ nas suas ações da empresa X (atualmente a 10€), se o preço subir para 12€, a sua ordem de stop será ajustada para 11€. Se o preço cair para 11€, as suas ações serão vendidas ao preço de mercado.

Leia ainda 👉 Tipos de ordens Forex

Diferenças entre as diferentes ordens

Tipo de OrdemDefiniçãoExemplo de Uso
Ordem LimitadaUma ordem para comprar ou vender um ativo a um preço específico, ou melhor.Se deseja comprar ações da empresa X apenas quando o preço cair para €10€.
Ordem Stop LossUma ordem para vender um ativo quando o seu preço cai para um certo nível, limitando perdas.Se possui ações da empresa X, e deseja vendê-las se o preço cair para €8€.
Ordem Stop LimitUma ordem para comprar/vender um ativo quando alcança um preço específico, a um preço limitado.Se deseja comprar ações da empresa X quando o preço cair para €10€, mas não mais do que €11€.
Ordem Trailing StopUma ordem de venda definida a um percentual abaixo do preço de mercado com o trilho automático.Se deseja vender ações da empresa X se o preço cair mais de 5% em relação ao pico mais recente.
Ordem de Venda a DescobertoUma ordem para vender um ativo que não possui, na esperança de comprá-lo de volta a um preço mais baixo para lucrar com a diferença.Se acredita que o preço da ação da empresa X vai cair, você pode vender a descoberto as ações.
Ordem de Compra CobertaUma ordem para comprar um ativo que está a ser emprestado para uma venda a descoberto.Se vendeu ações da empresa X a descoberto, utilizaria uma ordem de compra coberta para recomprar as ações e devolvê-las ao emprestador.
Ordem de Day TradeUma ordem para comprar e vender um ativo dentro do mesmo dia de negociação.Se acredita que o preço da ação da empresa X vai aumentar ao longo do dia, pode fazer uma ordem de day trade.

Ordem Limitada vs Ordem de Mercado

Ambas as ordens limitadas e de mercado são ferramentas essenciais que os investidores utilizamusam para comprar e vender ativos na bolsa de valores. No entanto, funcionam de maneiras diferentes e são utilizadasusados em diferentes circunstâncias.

Ordem LimitadaOrdem de Mercado
DefiniçãoUma ordem para comprar ou vender um ativo ao melhor preço disponível imediatamente.Uma ordem para comprar ou vender um ativo a um preço específico, ou melhor.
Velocidade de ExecuçãoAlta – uma ordem de mercado é normalmente preenchida imediatamente, desde que haja liquidez suficiente no mercado.Dependente do preço – uma ordem limitada só é preenchida se o preço do ativo atingir o preço limite especificado.
PreçoO preço ao qual a ordem é executada pode variar, especialmente num mercado volátil. Esta variação é conhecida como “slippage”.O preço da ordem é fixado. A ordem só será executada se o preço do ativo atingir ou superar esse preço.
Quando usarQuando a velocidade de execução é mais importante do que o preço. Por exemplo, quando deseja abrir ou encerrar uma posição rapidamente.Quando o preço é mais importante que a velocidade de execução. Por exemplo, quando tem um preço-alvo em mente para comprar ou vender um ativo.
RiscosPode acabar a pagar mais (ou a vender por menos) do que o preço que viu ao colocar a ordem se o mercado estiver a mover-se rapidamente.Existe o risco de que a ordem nunca seja preenchida se o preço do ativo não atingir o preço limite especificado.

Dicas para escolher o tipo certo de ordem para a sua estratégia de investimento

Cada tipo de ordem tem as suas vantagens e desvantagens, e a melhor para si depende da sua estratégia de investimento, tolerância ao risco e objetivos de investimento. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo/a a escolher:

  • Utilize ordens de mercado quando a execução rápida é mais importante do que o preço. Isso é útil quando deseja entrar ou sair rapidamente do mercado;.
  • Utilize ordens limitadas quando o preço é mais importante do que a execução rápida. Isso é útil quando tem um preço-alvo específico em mente;.
  • Ordens stop loss e stop limit são úteis para proteger contra perdas em posições abertas;.
  • Ordens trailing stop podem ser utilizadas para proteger os lucros enquanto permitem que você aproveite as tendências de preços;.
  • Ordens de venda a descoberto e compra coberta são estratégias avançadas que podem ser utilizadas para especulação ou proteção, mas envolvem riscos elevados.

Fatores a considerar ao colocar diferentes tipos de ordens

Vários fatores devem ser considerados ao decidir que tipo de ordem colocar:

Volatilidade do mercado: Em mercados altamente voláteis, ordens de mercado podem levar a execuções a preços muito diferentes do esperado. Nesses casos, uma ordem limitada ou stop loss pode ser mais adequada.

Liquidez do ativo: Para ativos menos líquidos, ordens de mercado podem não ser preenchidas imediatamente. Uma ordem limitada pode ser uma opção melhor.

Objetivo de investimento: Se estiver a comprar ações para um investimento de longo prazo, uma ordem de mercado ou limite pode ser apropriada. Se estiver a negociar ativamente, pode precisar de utilizar uma variedade de tipos de ordens.

Tolerância ao risco: Se tem aversão ao risco, pode preferir utilizar ordens de stop loss ou stop limit para proteger contra perdas inesperadas. Se estiver com disposição para correr mais riscos, pode optar por ordens de venda a descoberto ou de compra coberta.

Entender como e quando utilizar diferentes tipos de ordens pode ajudá-lo/a a navegar efetivamente no mercado de ações e a alcançar os seus objetivos de investimento.

FAQs

O que é uma ordem de mercado?

Uma ordem de mercado é uma instrução dada a um corretor para comprar ou vender um ativo ao melhor preço disponível no momento em que a ordem é recebida no mercado.

Como funciona uma ordem limitada?

Uma ordem limitada é uma instrução para comprar ou vender um ativo a um preço específico, ou melhor. Se o preço de mercado não atingir o preço limite, a ordem não será executada.

Quando devo utilizar uma ordem stop loss?

Uma ordem stop loss é utilizada para limitar uma perda potencial numa posição. É normalmente utilizada quando o investidor quer especificar um limite para a perda potencial num investimento.

O que é uma ordem de venda a descoberto?

Uma ordem de venda a descoberto é uma estratégia avançada que consiste em vender um ativo que o investidor não possui, na expectativa de que o preço do ativo cairá, permitindo que seja comprado de volta a um preço inferior para obter lucro.

O que significa ordem de day trade?

Uma ordem de day trade é uma ordem de compra ou venda de um ativo que é aberta e encerrada no mesmo dia de negociação. Essas ordens são utilizadas por traders de curto prazo que buscam lucrar com os movimentos intradiários de preço dos ativos.

 
Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF

Artigos Relacionados

Neste artigo vamos ver um dos máximos de todo investidor em bolsa. Conseguir criar uma carteira de investimento que gere rendimentos passivos todos os meses, através de dividendos. Para isso, vamos dizer em ...
Após dois anos fracos no mercado de IPOs, 2024 acena com um cenário mais otimista para os mercados financeiros. Dive...