Negociação com criptomoedas: Riscos e possibilidades

Realmente conhecemos os riscos e as possibilidades que elas nos trazem? Disponho-me a esclarecer esta informação, para qualquer pessoa interessada, no tema em questão.

Antes de tudo, devemos esclarecer as opções quando operamos com criptomoedas:

Primeiro, podemos operar diretamente com a moeda em questão, Bitcoin, Litecoin, etc … Através do preço em relação ao dólar ou ao euro. Para este ponto, precisamos de uma plataforma que possua qualquer uma das moedas e isso seria baseado na sua compra e venda da moeda.

Em segundo lugar, podemos operar essas moedas com CFD’s. Através desta operação, não seríamos os proprietários da moeda, mas a moeda o ativo subjacente. Este produto permite-nos alavancar e até mesmo operar em breve, com o que poderíamos tirar proveito de qualquer movimento de preços da criptomoeda no mercado. Para operar através desta opção, temos que encontrar um corretor que ofereça CFDs e que dentro dos ativos subjacentes encontremos as criptomoedas. Para isso, podemos contar com corretores, que, com um longo histórico na bolsa de valores, incorporaram esses ativos, permitindo-nos operar em alta e baixa com as mesmas.

Os corretores permite-nos operar criptomoedas como Ripple, Litecoin, Dashcoin, Ethereum ou Bitcoin, como poedemos comprovar no parágrafo: O que são as criptomoedas ?

Que riscos têm as criptomoedas como o Bitcoin?

Como qualquer outro ativo, a operação não está livre de riscos. Os principais são:

  • Não existe um órgão regulador, ou seja, não há nenhuma entidade reconhecida como um banco central que suporte a moeda, o que pode causar grande desconfiança.
  • Não é massificado, como resultado dessa desconfiança sobre a qual falamos e da ignorância do assunto, pouca população sabe operar com a criptomoeda.
  • A alta volatilidade no mercado de criptomoedas, a assimetria de informações e os rumores afetam o preço dos ativos, uma vez que é um mercado global no qual, como não há intermediários, os riscos são transferidos diretamente entre as duas partes da venda.
  • Grande número de ICO’s (Initial Coin Offering), ou seja, novas ofertas de criptomoedas, em que uma grande quantidade de dinheiro é coletada, embora existam duvidas sobre a viabilidade da nova moeda no futuro.

Vários bancos centrais do mundo já se pronunciaram neste mercado, alguns relatam os seus riscos e outros tomam medidas como o Banco Central da China que proibiu as ICO´s e até fechou plataformas de intercâmbio Bitcoin.

Que vantagens têm as criptomoedas?

Não falamos apenas da parte menos boa do ativo, agora estamos prontos para mostrar as suas utilidades e vantagens:

  • Não estão controladas por nenhum banco central, isto é, por sua vez, uma desvantagem e uma vantagem, uma vez que nenhuma instituição deste tipo pode controlar o valor da criptomoeda no mercado, sinal que esta flutua livremente, com o qual o preço é determinado estritamente entre compradores e vendedores, sem “interferências / externas ”
  • A sua falsificação é muito complicada se a compararmos com as moedas tradicionais, já que a rede é gerida por milhões de pessoas e não passa despercebida.
  • Não tem barreiras geográficas, desde que seja possível pagar com a criptomoeda, pode ser feito.
  • Não há intermediários de qualquer tipo, você pode efetuar o pagamento diretamente.
  • O sistema criptográfico da moeda é muito mais seguro que o de alguns bancos.
  • Durabilidade e portabilidade muito superiores ao dinheiro.

Estas vantagens causam uma redução de custos e de tempo extraordinário, uma vez que não existem intermediários e as operações são realizadas entre a parte que compra e a que vende diretamente. Além disso, as transações confirmadas não podem ser modificadas ou eliminadas da rede, o que aumenta sua credibilidade. Por exemplo, uma transferência entre continentes com o sistema de pagamento tradicional demoraria dias, enquanto que com a criptomoeda a transação pode ser feita em minutos ou mesmo segundos.

Gostaria de comentar para concluir que o crescimento exponencial que este tipo de ativos teve nos últimos anos tem sido extraordinário, apesar da desconfiança que existe sobre algumas instituições que proibiram o seu uso. É por isso que uma das opções mais escolhidas para especular com criptomoedas é através dos CFDs, pois permitem operar para cima e para baixo, bem como gerir alavancagem. 

Sobre o autor

Juan Diego Quilez
Gestor do Rankia Portugal

    Onde Investir com Bolsonaro na Presidência

    Onde Investir com Bolsonaro na Presidência

    O Plano O economista de Jair Bolsonaro é Paulo Guedes, um conhecido liberal e ex-banqueiro que desenhou o plano de governação focado em reformas e privatizações. O "Tripé" O programa...