Melhores stablecoins 2024: Quais são e como investir nelas?

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

Neste artigo, veremos quais são as melhores stablecoins para investir, ou pelo menos para preservar o valor dos seus ganhos obtidos no circuito cripto, sem a necessidade de sair dele.

Melhores stablecoins 2024: Quais são e como investir nelas?

Melhores stablecoins de 2024

Este artigo não deve ser considerado aconselhamento de investimento. É meramente informativo e educacional.

Sobre as stablecoins

As stablecoins, são moedas virtuais que se localizam e transferem em diferentes blockchains e procuram manter uma estabilidade de valor. Além disso, são programáveis e podem interagir com aplicações baseadas em blockchain e contratos inteligentes (que são acordos escritos em código que são executados automaticamente).

O seu valor está normalmente vinculado a ativos tradicionais como moedas fiduciárias (por exemplo, dólares americanos) ou commodities (como o ouro). Esta vinculação ajuda a mitigar a volatilidade que muitas vezes afeta outras criptomoedas, oferecendo aos utilizadores uma alternativa mais previsível e segura.

Para que são utilizadas?

Atribuem-se diferentes utilidades para serem consideradas como propriedade de stablecoin. Para serem utilizadas como qualquer moeda, servem como meio de trocaunidade de conta depósito de valor, o que significa que devem manter o seu valor, serem utilizadas para determinar o valor de produtos e serviços e facilitar o comércio.

A vantagem mais notável é que pode ser utilizada como meio de troca, estando entre as moedas fiduciárias e as criptomoedas. Ao estarem vinculadas ao preço fixo de um ativo, podem alcançar uma utilidade completamente diferente das criptomoedas tradicionais como bitcoin ou ethereum.

Em Finanças Descentralizadas (DeFi), as moedas estáveis permitem empréstimos a taxas mais altas do que as contas de poupança convencionais ou facilitam empréstimos apoiados por criptomoedas. Embora ofereçam retornos superiores às opções de poupança tradicionais, faltam seguros apoiados pelo governo, mas existem algumas empresas de seguros privadas. Várias plataformas que oferecem por vezes mais de 10% APY.

Estas moedas, presentes em várias blockchains que suportam contratos inteligentes, são fundamentais em DeFi ao poder obter retornos acima de 10% APY sem procurar muito.

Muitas pessoas utilizam as stablecoin como tokens de entrada no mundo cripto ou como uma ponte entre as exchanges. Normalmente são utilizadas como reserva de valor quando se prevê uma tendência de queda nos preços das criptomoedas.

Além disso, as moedas estáveis simplificam pagamentos salariais e tornam as transferências internacionais mais acessíveis, com taxas de transação mínimas nas trocas da blockchain. Em comparação, o sistema financeiro tradicional pode demorar dias a processar transações internacionais.

A baixa volatilidade das moedas estáveis atrai investidores, permitindo-lhes manter fundos em blockchain com riscos minimizados, em contraste com as criptomoedas tradicionais que podem experimentar flutuações por não apresentarem um preço fixo.

👉 Mais informações: Como investir em bitcoins com segurança?

Top 8 melhores stablecoins para 2024

Neste ranking, veremos as 8 classificadas entre mais de uma escolha de 30 stablecoins existentes. Tanto o motivo como os resultados e a explicação serão apresentaods ao longo do artigo.

Importa destacar que a ordem deste TOP 8 é dada por uma análise quantitativa em relação aos dados históricos de 2023. Em nenhum caso garantem que no futuro apresentem o mesmo desempenho.

#8 Tether Gold (XAUT)

Trata-se de uma criptomoeda apoiada por ouro real que mantém a sua estabilidade de preço no do ouro. Cada unidade da moeda, chamada XAUt, está apoiada por uma onça troy (equivalente a 31,1035 gramas) de ouro armazenado num cofre na Suíça. A emissão de XAUt é realizada pela Tether, a mesma entidade responsável pela emissão de USDT, uma criptomoeda estável ligada ao dólar americano que se encontra neste ranking.

Exemplo Tether Gold (XAU

Exemplo Tether Gold (XAU

A XAUt foi introduzida em janeiro de 2020 com o propósito de proporcionar aos utilizadores uma exposição ao ouro sem a necessidade de possuir ou armazenar fisicamente o metal precioso. O seu design procura oferecer benefícios semelhantes à posse de ouro físico, tais como a preservação do poder de compra e a possível proteção contra a inflação. No entanto, apresenta a vantagem adicional de poder ser negociada em exchanges de criptomoedas, ao ser utilizada como token do padrão ERC-20.

Colocamo-la no ranking não só como a primeira stablecoin ligada a um ativo do mundo real como é o ouro, como também pela elevada segurança na sua empresa matriz.

#7 Frax (FRAX)

A Frax destaca-se como a pioneira entre as stablecoins ao adotar um mecanismo totalmente algorítmico com o objetivo de manter a sua estabilidade. Esta abordagem começa com uma garantia completa e, através de contratos inteligentes onchainelimina gradualmente a garantia, desde que o preço se mantenha estável em USD 1.

protocolo avalia a estabilidade dos preços da stablecoin FRAX ajustando a colateralização, o que serve como indicador da confiança do mercado. Esta dinâmica permite modificar periodicamente a proporção de garantias para determinar quanto de estabilidade algorítmica a FRAX pode alcançar e quanto requer apoio colateral. É importante destacar que o Protocolo Frax é o primeiro a alterar as taxas de colateralização de forma dinâmica para alcançar uma stablecoin algorítmica.

#6 USDD (USDD)

Tal como a FRAX, é uma stablecoin algorítmica “descentralizada” que não é suportada por ativos físicos nem qualquer colateral. Em vez disso, baseia-se num algoritmo que regula a sua emissão e garante a sua paridade com o dólar, ancorando o seu valor à criptomoeda TRX, nativa da blockchain Tron.

Garante a sua paridade com o dólar através de um mecanismo de arbitragem entre USDD e TRX. Desta forma, para cunhar USDD é necessário queimar TRX num valor equivalente em dólares à quantidade de novas moedas estáveis que se quer cunhar.

Trata-se do mesmo mecanismo que utilizava UST, a stablecoin da Terra (LUNA), que sofreu uma espiral de morte, causando perdas milionárias e uma queda geral do mercado cripto. É por este motivo que, após a perda de confiança neste mecanismo, se decidiu mudar para um modelo de supergarantia.

Não é uma moeda descentralizada no sentido habitual, mas só pode entrar em circulação através do controlo da Reserva Tron DAO (TDR).

#5 True USD (TUSD)

A TrueUSD é uma stablecoin construída na rede Ethereum que procura manter o seu valor em 1 USD. O seu fornecimento é suportado por dólares americanos depositados em bancos, e os utilizadores têm a capacidade de adquirir e resgatar estes tokens por dólares através da plataforma TrustToken. A TrueUSD distingue-se por ser o primeiro ativo digital a mostrar certificações em cadeia em tempo real, concedidas por instituições independentes de terceiros, para garantir uma proporção de 1:1 entre a sua reserva em dólares e o fornecimento de tokens em circulação. Além disso, implementa Chainlink Proof of Reserve para melhorar a transparência e confiabilidade. A sua oferta, como moeda estável, ajusta-se de acordo com a procura.

No entanto, a segurança da rede TrueUSD está ligada aos tokens ERC-20 e poderia ser afetada por elevadas taxas de transação na blockchain Ethereum se os preços do gás sofrerem aumentos significativos.

Plataforma de criptomoedas
Segura
Comissões
Baixas
Depósito mínimo
1€

#4 Dai (DAI)

A DAI é uma stablecoin descentralizada que se destaca pelo seu foco descentralizado, tornando-a atraente como alternativa às stablecoins mais centralizadas como USDC e USDT. O seu valor mantém-se em paridade 1:1 com o dólar americano, mas ao contrário de outras, não é respaldada por contas bancárias ou dólares, mas por outras criptomoedas.

Stablecoin DAI

Stablecoin DAI

A emissão de DAI e a sua colateralização caracterizam-se pela descentralização, pois não dependem de contas bancárias. Em vez disso, qualquer pessoa pode emitir DAI ao depositar outras criptomoedas num contrato inteligente.

A MakerDAO, uma Organização Autónoma Descentralizada (DAO), governa a emissão e funcionamento do DAI. Os detentores do token MKR têm a capacidade de participar nas decisões de governança, propondo e votando em mudanças na sua operação, o que reflete o caráter autónomo e descentralizado da plataforma.

garantia que deve ser depositada para obter DAI, pode ser em ETH, USDC, USDT, WBTC e vários outros ativos.

#3 First Digital USD (FDUSD)

A FDUSD foi emitida em 2023 e é uma moeda estável totalmente com garantia fiduciária. É emitida pela FD121 Ltd. (First Digital Labs), que faz parte do First Digital Group, com sede em Hong Kong. As reservas para a FDUSD consistem em ativos altamente líquidos e seguros, como letras do Tesouro americano a curto prazo (mantidas diretamente ou como garantia para acordos de recompra), e depósitos em dinheiro em dólares americanos.

#2 USD Coin (USDC)

A USDC, uma das principais stablecoins no mundo cripto, alcançou um estatuto destacado no âmbito global. Este projeto surge como resposta às limitações do Tether (USDT), oferecendo transações mais rápidas e eficientes em comparação com o seu predecessor. Ao contrário da USDT, que operava sobre OmniLayer e Bitcoin, USDC estabelece-se como um token ERC-20 na rede Ethereum, proporcionando maior agilidade e escalabilidade.

Stablecoin USD Coin (USDC)

Stablecoin USD Coin (USDC)

O projeto USDC nasce da colaboração entre Coinbase e Circle, que fundaram o Centre para gerir a nova stablecoin.

Com um respaldo 1:1 com o dólar americano, a USDC foi lançada a 26 de setembro de 2018 e rapidamente se integrou no ecossistema Ethereum. Esta adoção foi favorecida pela capacidade da USDC de funcionar eficientemente com DApps e DEX no Ethereum, algo que a USDT não conseguia alcançar naquele momento. Adicionalmente, a USDC abordou as preocupações de transparência ao oferecer um amplo acesso para o desenvolvimento e garantindo uma auditoria pública através do GitHub desde o início.

#1 USD Tether (USDT)

A Tether (USDT) perante a crítica e o medo, continua a liderar o mercado das stablecoins praticamente desde que foi lançada. Opera vinculando o seu valor ao dólar americano e prometendo manter uma relação estável de 1:1, o que procura proporcionar estabilidade em todo este setor com tantos tokens e criptomoedas voláteis.

Stablecoin USD Tether (USDT)

Stablecoin USD Tether (USDT)

O funcionamento da Tether baseia-se num sistema de reservas, onde a Tether Limited se compromete a respaldar cada USDT criado com uma quantidade equivalente de dólares americanos. Este quadro de reservas assegura um respaldo sólido do valor do USDT, fortalecendo a sua confiabilidade. Os usuários do Tether têm a opção de converter os seus tokens em dólares americanos, iniciando o processo através do envio de USDT para o endereço de resgate designado pela Tether. A empresa facilita a troca fornecendo os dólares americanos correspondentes. Uma troca de toda a vida.

armazenamento de USDT pode ser com ou sem custódia, oferecendo opções tanto para traders que procuram acesso rápido a oportunidades de trading como para aqueles que priorizam a segurança em exchanges descentralizadas.

É a stablecoin mais versátil de todas as que existem atualmente e com a qual mais pares de tokens se pode encontrar em qualquer exchange.

Stablecoins

👉 Deixamos-lhe também o nosso artigo sobre Ethereum: o que é e como comprar?

Plataforma de criptomoedas
Segura
Comissões
Baixas
Depósito mínimo
1€

Motivos dos resultados obtidos

Nesta análise quantitativa, damos uma olhada mais de perto nas 8 moedas estáveis que, de acordo com a sua expertise, entraram neste ranking.

Apenas 8 de mais de 30 stablecoins foram selecionadas.

A maioria foi excluída por estar abaixo dos 500 milhões de dólares de capitalização de mercado ou por ter volumes de negociação desconhecidos, o que não são adequados para a análise principal das moedas estáveis de melhor desempenho.

Nesta análise, focámo-nos em 4 aspetos quantitativos principais que determinam a qualidade das moedas estáveis:

  • Liquidez
  • Métricas de mercado
  • Potencial de rendimento
  • Estabilidade de preços.

Adicionalmente, revimos as últimas auditorias de cada uma das moedas estáveis, as possibilidades de negociação nas bolsas e muito mais.

Esta análise comparativa utiliza várias métricas para avaliar cada moeda estável em comparação com as suas pares. É importante ter em conta que as classificações avaliam o estado atual das moedas estáveis e não consideram como poderiam funcionar num futuro distante. As classificações são apenas uma das ferramentas que deve monitorizar, e as classificações não devem ser utilizadas como a única ferramenta para tomar uma decisão de investimento.

Metodologia

Nesta análise, desagregamos as moedas estáveis mais sólidas do mercado. Classificamos as moedas estáveis de acordo com diferentes métricas e atribuímos pontos com base no seu desempenho em comparação com outras moedas estáveis.

Na tabela seguinte, pode encontrar as quatro categorias principais com os seus pesos. As duas mais importantes foram a liquidez e a estabilidade de preços, cada uma das quais representou 30% da classificação final. A terceira categoria são as métricas de mercado, que representam 25% e a última é o potencial de rendimento com o peso de 15% da classificação final.

Relatório

Com base nas 4 características mencionadas, vejamos como se trabalhou e informou.

Liquidez

liquidez é uma das categorias mais importantes quando se trata de moedas estáveis. Deseja-se ter as oportunidades mais amplas possíveis para trocar as suas outras criptomoedas por uma stablecoin ou vice-versa. É por isso que as duas primeiras métricas avaliam o número de pares de negociação e o número de exchanges que listam essa mesma moeda.

Em segundo lugar, a listagem geralmente significa que a reputação da moeda estável é boa e, portanto, contribui para a credibilidade de todo o projeto. Quanto maior for este dado, maior é a possibilidade de entrada e saída de liquidez. A pontuação de liquidez é dada precisamente por ser o ativo mais líquido ou não.

A outra secção desta categoria é a profundidade do mercado. Mostra a liquidez em cada um dos pares de mercado disponíveis em todas as exchanges disponíveis.

profundidade do mercado com ± 2% é utilizada para determinar a liquidez do mercado quando um investidor está a comprar. Refere-se a uma quantidade que um investidor teria que comprar para pagar 2% a mais do preço de mercado atual, ou vender para receber 2% menos do preço inicial do ativo. Estas 2 métricas simples mostram-nos quão “saudável” é a liquidez de uma stablecoin específica em todos os pares de mercado e quanto o preço pode ser afetado por grandes ordens de compra ou venda.

Estabilidade de preços

Outra categoria com o mesmo peso de 30% é a estabilidade de preços.

Considero a estabilidade de preços como uma categoria crucial, quando se trata de moedas estáveis, pois ninguém quer ter uma moeda estável, que não consegue manter o seu valor.

As duas primeiras métricas são o preço máximo e mínimo durante o último ano. Estas métricas mostram quão profundamente as moedas estáveis se desviaram do seu preço estável previsto (geralmente 1 USD, ou do preço oficial do ouro em relação ao XAUT).

As duas últimas métricas representam a quantidade de dias em que cada uma das moedas estáveis esteve abaixo de 0,98 USD ou acima de 1,02 USD. Ambas as métricas são bastante importantes, pois os números abaixo de 0,98 USD mostram que a moeda estável não consegue manter o seu valor e qualquer pessoa que mude para a moeda estável acima de 1,02 USD poderia enfrentar uma perda parcial dos seus fundos quando a moeda estável voltar a 1 USD. É um descolamento que já se viveu várias vezes no setor e que atrai muito pânico ao mercado.

Métricas de mercado

As métricas de mercado são a terceira categoria a analisar. Consiste em duas métricas, que são o volume de negociação diário médio durante o último ano e a capitalização de mercado média durante o último ano. Ambas as métricas explicam-se por si mesmas, pois contribuem para a credibilidade da moeda estável. As moedas estáveis com maior capitalização de mercado e volumes de negociação costumam ser as mais utilizadas e confiáveis.

Adicionando uma métrica mais apenas a nível informativo, o MarketCap costuma ter um valor mais elevado que o volume. Principalmente num momento como o ATH global crypto. Não quer dizer que haja muita volatilidade, acredita-se que um grande volume e de forma momentânea durante um curto período de tempo, possa superar o volume ao MCap.

Potencial de rendimento

A última categoria desta análise comparativa é o potencial de rendimento. Isto tornou-se cada vez mais importante com o crescimento do DeFi e a possibilidade de obter rendimentos passivos com stablecoins ao delegar como garantia.

métrica utilizada para esta categoria é o Volume Médio entre o MCap Médio, que foi recolhido durante todo o ano de 2023 dos exchanges centralizados disponíveis e protocolos descentralizados.

Leve em consideração que recolhemos os dados de fontes publicamente disponíveis. Algumas das fontes que foram incluídas para esta análise, são pagas, outras gratuitas e muitas outras eram limitadas e, embora sempre tentemos oferecer as melhores análises possíveis, não podemos garantir de forma alguma que as moedas estáveis bem classificadas prosperarão.

Conclusão do relatório

Esta análise comparativa avaliou 8 moedas estáveis, onde nenhuma delas se destaca como excelente a ter em conta.

Duas delas receberam uma classificação final acima do Rácio de 65 com Tether (USDT) à frente com 75,94%. USD Coin (USDC) obteve um rendimento de 65,14% ficando em segundo lugar.

Chegando à zona média da tabela, na qual 3 projetos obtiveram uma escala de classificação neutra de 55,28% a 53,68%.

Terminando com 3 stablecoins com classificação negativa, que receberam de 29,61% a 11,47%, onde a Tether Gold (XAUT) está classificada como a pior stablecoin do ranking.

Como tal, fazemos a seguinte questão: qual escolheria para salvaguardar o seu património? E para fazer grandes mudanças de uma cripto para outra?

Como comprar stablecoins em exchanges centralizadas?

Finalmente, vamos ver como proceder à compra de uma stablecoin na plataforma de Bit2Me, registada no Banco de Espanha, e cujo dinheiro depositado em FIAT está 100% assegurado por estar (também depositado), em contas segregadas num banco nacional também regulado pelo Banco de Espanha.

Bit2me

Assim, na Bit2Me poderás encontrar até 6 stablecoins diferentes, entre elas, Tether, USDC ou DAI. Nós tomaremos como exemplo a Tether.

Passo 1: Procurar a stablecoin

Primeiro, uma vez que temos conta na Bit2Me, e já fizemos o nosso primeiro depósito inicial, temos de procurar a cripto que queremos comprar. Neste caso, a Tether. O processo é simples:

  • Seta vermelha: Carteiras
  • Pesquisa com lupa: Escrevemos Tether.

Clicamos na primeira opção (seta verde), que é a stablecoin em questão.

Passo 1: Procurar stablecoin na exchange

Passo 1: Procurar stablecoin na exchange

Passo 2: Criar a nossa carteira para Tether (se ainda não a tivermos)

O próximo passo é criar a carteira, onde depositaremos as nossas criptomoedas. Para isso, na tela principal procuramos o botão “Criar Carteira” (no canto superior direito – caixa vermelha)

E depois:

  • Estabelecemos a moeda da carteira: No nosso caso Tether
  • E o nome da mesma: No meu caso, Carteira Tether (caixa verde)

Feito isso, clicamos no botão criar carteira.

Passo 2: Criar (nova) carteira na Bit2Me

Passo 2: Criar (nova) carteira na Bit2Me

No entanto, se já tivermos a nossa carteira criada, podemos ignorar este passo, pois não é necessário ter duas carteiras da mesma criptomoeda.

Passo 3: Comprar a nossa stablecoin (Tether)

E finalmente realizamos a nossa ordem de compra de Tether e compramos a stablecoin.

Para isso, no ecrã principal vamos ao primeiro botão azul (caixa vermelha) que indica “comprar”.

Passo 3: Comprar a stablecoin

Passo 3: Comprar a stablecoin

criamos a ordem de compra:

  • Caixa vermelha: O dinheiro em euros que desejamos comprar.
  • Caixa verde: A carteira da qual se paga, como neste caso quero trocar euros por Tethers, escolherei a minha carteira em euros.

Finalmente, clicamos no botão azul “Pagar 5€”.

Melhores stablecoins: Tether, USD Coin e DAI na Bit2Me

Melhores stablecoins: Tether, USD Coin e DAI na Bit2Me

Em seguida, aparecerá um resumo do pedido de compra, no qual, pelos meus 5€, receberei um pouco mais de USDT, por duas razões:

  • A primeira é a taxa de câmbio euro/dólar, favorável ao euro
  • E a segunda, porque embora a USDT deva estar 100% vinculada ao valor do dólar, neste momento, não está nesse nível, mas um pouco abaixo.

De qualquer forma, clicamos em “aceitar”.

E pronto, com estes 3 simples passos, já teria em minha posse 5 unidades monetárias da stablecoin Tether.

Lembre-se que na Bit2Me as comissões de compra e venda de criptomoedas são de 0,6% da operação para os primeiros 2.000€ mensais investidos. No entanto, após esse limite e até 50.000€ mensais, descem para 0,3% do dinheiro a investir.

👉 Para mais informações sobre a exchange, deixo-vos com a nossa análise: opiniões Bit2Me

E no caso de trocar uma cripto por uma stablecoin?

Ok, até aqui vimos como comprar uma stablecoin, mas e se quisermos trocar uma altcoin estilo Ethereum, ou um token transacional estilo B2M, por stablecoins, sem ter que passar por dinheiro FIAT?

Esta questão é muito pertinente, pois pouparíamos um par de operações, e as comissões associadas a elas. Vejamos.

Só teria que ir ao ecrã inicial da minha carteira, e em vez de clicar no botão de “Comprar” (como antes), deveria clicar no botão “trocar” (caixa vermelha)

Em seguida, estabeleceria a ordem de troca. No meu caso:

  • Carteira B2M: Onde guardo 639 B2Ms
  • Carteira Tether: Onde quero depositar as Tether que receba em troca de pagar com o meu token B2M

Por último, estabeleceríamos a quantia a pagar, neste caso 3 unidades de B2M, e clicaríamos no botão azul “Trocar 3B2M”:

Trocar uma criptomoneda por uma stablecoin
Trocar uma criptomoneda por uma stablecoin

Trocar uma criptomoneda por uma stablecoin

E está feito. Teríamos recebido o equivalente a 3€ em Tether na minha carteira de Tether, colocando como meio de pagamento os nossos tokens B2M.

Plataforma de criptomoedas
Segura
Comissões
Baixas
Depósito mínimo
1€

Em suma, estes são as melhores stablecoins para investir em 2024, com base nos dados fundamentais que registaram no ano passado (lembrando que não garantem sucesso futuro). Por isso, se está interessado em adquirir alguma delas, para manter o valor do seu património em criptos, exchanges como a Bit2Me podem ser uma ferramenta fantástica.

Disclaimer:

RANKIA PORTUGAL: Este artigo é meramente informativo e educacional. As informações fornecidas aqui não podem ser consideradas como aconselhamento financeiro ou recomendação de compra / venda.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Bit2Me
Descubra como funciona a plataforma Bit2Me:
  • Atendimento ao cliente: suporte disponível 24/7 em português e mais 8 idiomas.
  • Segurança: registrada no Banco de Espanha, a Bit2Me assegura as criptomoedas em cold wallet, com seguro de 150 milhões de euros em colaboração com Ledger Enterprise.
  • Ampla gama de serviços: com mais de 290 criptomoedas, oferece contas wallet e PRO, staking, API e cartões.

Artigos Relacionados

Após o boom do mercado de criptomoedas e a subsequente perda de interesse por parte de muitos investidores, parece que o setor está a recuperar aos poucos. Se é uma das pessoas interessadas em investir ...
Neste artigo, vamos proceder a explicar o que são as stablecoins de forma ampla, a sua importância no ecossistema cri...