Qual é o preço teórico dos contratos futuros? - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Qual é o preço teórico dos contratos futuros?

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Qual é o preço teórico dos contratos futuros?

Qual é o preço teórico dos contratos futuros? Os futuros permitem-nos acessar uma ampla gama de ativos financeiros, para podermos trabalhar com ações futuras, índices, moedas, commodities e outros ativos. Obtém dividendos, sobre a diferença no preço do ativo subjacente, mas, “Qual é o preço teórico dum contrato futuro”?.

Para explicar qual é o preço teórico de um contrato futuro, usaremos o futuro de ações.

Como é determinado o preço teórico dum futuro sobre uma ação?

O preço num contrato futuro é calculado, capitalizando o preço do ativo subjacente na data de vencimento (mudando / levando o preço atual do ativo subjacente para o futuro, em particular, na data de vencimento), o produto para o qual os dividendos irá fazê-lo deve ser subtraído para ser recebido até a data de vencimento, igualmente em maiúsculas.

A fórmula usada seria a seguinte:

Preço teórico = PQ x [1 + (rxt / 360)] – D [1 + (rx t ‘/ 360)]

Ser:

  • PQ = preço preço.
  • r = taxa de juros de mercado.
  • T = número de dias a partir de agora até o vencimento.
  • D = dividendos a receber.
  • T ‘= número de dias que medeiam entre a data de pagamento do dividendo e a data de vencimento do contrato.

Exemplo prático Preço teórico de um contrato futuro de ações

Qual seria o preço teórico de um contrato futuro de 6 meses de uma ação da empresa “Ferrari” que está cotada a 40 € e não distribui dividendos, sendo a taxa de juros de 2% ao ano?

Preço “teórico” = 40 x [1 + (0,02 x 180/360)] – 0 = 40,40 €

Exemplo de cálculo da liquidação diária de um contrato futuro

Um investidor “está interessado em comprar um futuro sobre as ações da A2A, pois tem expectativas otimistas sobre a sua contribuição. No mercado regulado, o contrato futuro sobre a ação A2A possui as seguintes características:

  • Tamanho do contrato: 100 ações.
  • Subjacente: participação da empresa A2A.
  • Cotação do ativo-objeto na compra do futuro: 9 euros.
  • Vigência do contrato futuro: 1 ano.
  • Dias restantes até o vencimento do contrato futuro (na época do contrato): 185 dias.
  • Liquidação diária de perdas e lucros.
  • Margem colateral exigida sobre a posição: 15% sobre o valor nominal do contrato.
  • Nível de manutenção da margem de garantia: 10% sobre o valor nominal do contrato.
  • Categoria de juros: 5% ao ano.
  • O ativo subjacente não fornece dividendos durante a vigência do contrato futuro.

Primeiro, deve determinar o valor nominal da ação futura do contrato e, de modo a determinar as garantias de depósito que o investidor precisa fazer:

Valor nominal do contrato futuro: dimensão da cotação do contrato futuro X = 100 ações x 9,228 € = 922,8 €.

Para negociar o futuro, o Sr. X é obrigado a depositar a garantia necessária para este ativo, 15% do valor nominal da posição:

Cauções a depositar = Margem de garantia exigida x Valor nominal do contrato futuro = 15% x 922,8 euros = 138,42 euros.

O investidor adquiriu o futuro com finalidade especulativa, pelo que o seu horizonte de investimento temporário estabelece-o num período de 5 dias. Ao final deste período ele encerrará o seu cargo.

preço da contribuição futura é calculado com base na seguinte expressão:

  • Preço teórico = preço de preço ativo Subjacente X (1 + NI)

Desta forma, o preço futuro do dia 1 será o seguinte:

  • Preço teórico = 8,5 x (1 + [((5%) * (184/365)]) = 8,714 euros.

E assim são calculados os preços do futuro para os dias restantes.

Conforme demonstrado na tabela anterior, o produto que o investidor obteve na sua operação com este futuro é o seguinte:

  • Resultado = Saldo final do período – garantias depositadas = 199,44 – (138,42 + 51,39) = 9,63 euros.

Portanto, a rentabilidade obtida pelo investidor foi:

  • Rentabilidade = Resultado da operação / valor revertido = 9,63 / 189,91 = 0,0507 ≈ 5,07% (rentabilidade obtida em 5 dias)

O investidor fornece 51,39 € adicionais como garantia, visto que o saldo inicial do período (87,03) é inferior a 10% do valor de face do contrato futuro (922,81). O montante a prestar é de 51,39 porque, desta forma, as garantias prestadas (138,42) perfazem um total de 15% sobre o valor nominal do contrato futuro .

Conclusão

Como novos investidores não vamos perguntar, o que nos ajuda a saber o preço teórico de um contrato futuro? Pois, bem Sendo o preço de referência, é o que sabemos, naquele momento, então o preço teórico permite-nos saber qual o valor que um ativo terá num determinado momento, por exemplo, um ano. Desta forma, podemos visualizar os benefícios que obteremos de um contrato futuro.

Artigos Relacionados

Evergrande escapa à falência? Hoje falamos sobre as notícias! Os ursos à espera da grande queda nos mercados terão de esperar mais alguns dias. Pelo menos para ver se este gigante desencadeia a crise finance...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments