Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Como ler gráficos de trading

Subscrever Newsletter

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Os gráficos de trading mostram a evolução ao longo do tempo do preço dos instrumentos financeiros. Eles são uma representação do preço e permitem que faça análises sobre eles para tentar prever a tendência futura do preço dos instrumentos mencionados. Neste artigo veremos em detalhes como ler gráficos de trading com exemplos práticos e gráficos.

Como fazer a análise dos gráficos da bolsa: para que servem?

Quando falamos de gráficos de trading, geralmente nos referimos a gráficos de moedas, ações, criptomoedas, índices, etc. uma vez que a sua representação é bastante semelhante.

Saber ler e interpretar gráficos de trading é essencial. Os gráficos de trading ao vivo ajudam os traders a analisar o que acontece no mercado. Também fornecem dicas e ideias sobre o que pode acontecer a seguir, mas apenas para aqueles sendo bem versados ​​na interpretação dos movimentos de preços.

Dependendo do tipo de gráfico, podemos analisar o mercado ao longo da sua história ou em períodos específicos. Eles são úteis para realizar análises técnicas e fundamentais de mercado.

Escala logarítmica e escala linear em gráficos. Qual usar?

Nos gráficos usuais que usamos para análise técnica temos dois eixos:

  1. Eixo horizontal: indica a data;
  2. Eixo vertical: indica o preço.

Existem dois tipos de escalas para o eixo vertical dos gráficos com os quais estamos interessados ​​em ver o preço:

  • Escala linear,
  • Escala logarítmica.

O gráfico de linhas mostra movimentos de preços suaves. Por exemplo, se o preço aumenta em $10, o gráfico aumenta visualmente em 10 pixels ou 10 mm, ou 10 unidades de distância.

Além disso, subirá a mesma distância, quer o preço passe de 10 € a 20 €, ou de 50 € a 60 €.

Em vez disso, o gráfico logarítmico adota uma abordagem diferente: intenta manter as razões constantes, não os números brutos.

Por exemplo, se o preço passar de 5 € para 10 €, o preço, na verdade, dobrou e mostrará uma enorme vantagem no gráfico. Se, por outro lado, o preço passar dos 50 € para os 55 €, na prática, avançou muito pouco, e o gráfico logarítmico refletirá isso com um pequeno aumento.

O gráfico de linhas ajuda a perceber detalhes com menos esforço. No entanto, tem alguns problemas. Por exemplo, não mostra bem a evolução do preço quando cobre uma grande faixa de preço. Nestes casos, é necessário mudar para logarítmico.

Por exemplo, o gráfico semanal logarítmico é muito eficaz. O gráfico diário geralmente está em formato linear e ajuda a ter uma melhor visão do preço.

Qual é o melhor entre a escala logarítmica ou linear? Nenhum dos dois. Cada um deles tem as suas próprias características; por isso, é necessário levar os seus aspectos positivos e negativos.

Interpretar e ler gráficos de trading: tipos

Existem muitos tipos de gráficos ao fazer trading ou investir num ativo por meio de análise técnica, ou gráficos. Aqui explicaremos os 5 tipos de gráficos mais usados ​​globalmente para investimentos.

Quer negocie ações, forex, criptomoedas ou futuros, para citar alguns ativos e por meio de análise técnica, sem dúvida usará uma plataforma de gráficos para analisar os seus negócios.

Sem dúvida, a representação gráfica de métricas estatísticas facilita muito a análise de investimentos, sejam negociações de curto prazo ou investimentos de longo prazo.

Existem muitas ferramentas disponíveis e cada plataforma adiciona o seu próprio toque pessoal. Aqui focamos naqueles que são mais utilizados globalmente para ter uma ideia e escolher aquele que melhor se adequa à sua operação.

Gráfico de ponto e figura

Segundo registos antigos, já estava em uso na década de 1880. Embora tenha sofrido muitas mudanças desde então, desde 1971 não houve mudanças substanciais no método básico.

Charles Dow, fundador do Wall Street Journal, foi o primeiro a popularizá-los. Esta técnica estava muito na moda, especialmente na década de 1940.

Existem dois tipos de colunas em gráficos de pontos e figuras.

  • Colunas marcadas com X, que indicam que os preços deste título sobem. A procura está no controle no momento.
  • Colunas marcadas com O, o que significa que os preços desta ação caem. A oferta está no comando no momento.

É um sistema simples que facilita muito a leitura da tendência.

Para que serve este gráfico?

O gráfico só se move se o preço se mover significativamente. Esse recurso o torna muito adequado para instrumentos voláteis e mercados alavancados, como o mercado de câmbio.

Também podemos ajustar a sensibilidade do gráfico de acordo com a nossa estratégia. É usado para ver o movimento puro do preço.

É aconselhável? Não para os tempos atuais, pois está praticamente em desuso.

Gráfico de ponto e figura

Gráfico Renko

A palavra Renko vem da palavra japonesa “Renga”. Renga significa tijolo. Os gráficos Renko são, portanto, compostos de tijolos numa direção diagonal.

O movimento diagonal pode ser de alta ou de baixa. O objetivo desta representação gráfica é visualizar melhor a direção atual do ativo de forma simples e clara. As velas Renko simplesmente representam o movimento dos preços da maneira mais direta possível.

Com o indicador Renko Candlestick, só vê uma nova vela desenhada se a mudança de preço atingir os requisitos que você definiu. Quer dizer, é atemporal. Em outras palavras, definimos os parâmetros para cada tijolo e quando eles são atendidos, a figura é desenhada.

Para que serve?

A principal vantagem dos gráficos Renko é que são regidos apenas pelas mudanças de preços. Ou seja, uma nova caixa só é criada se o preço se mover. Se o preço não se mover, mesmo que demore muito tempo, nenhuma nova caixa será extraída. Isso elimina muito ruído do mercado e nos permite operar com gráficos mais limpos.

É aconselhável?

É interessante, mas há pouca bibliografia e estratégias para esse sistema, dificultando muito a sua aplicação, pois depende da nossa análise e engenhosidade.

Gráfico Renko

Gráficos de Linha

Um gráfico de linhas é formado conectando pontos que representam o preço de fechamento de diferentes intervalos de tempo com uma linha.

O gráfico de linhas é provavelmente a representação mais simples e intuitiva do movimento dos preços. Mostram os preços de fechamento nos intervalos selecionados, mas carecem de detalhes

É um tipo de gráfico muito utilizado por quem negocia apenas com Price Action. Método que consiste na análise de movimentos básicos de preços, para gerar sinais de entrada e saída nas operações e que se destaca por sua confiabilidade e por dispensar o uso de indicadores.

Para que serve?

A principal vantagem dos gráficos de linhas é que nos permitem ver rapidamente o que o mercado faz num determinado período.

É aconselhável?

É interessante ver o movimento do preço, portanto, para quem usa essa metodologia. Muitas vezes nos concentramos tanto nas últimas operações que perdemos de vista o que está a acontecer.

Serve para ter uma visão alternativa ou de suporte do nosso gráfico principal se não nos dedicarmos exclusivamente à metodologia“ Price Action” .

Gráficos de Linha

Gráficos de barra

Os gráficos de barras fornecem aos traders todas as informações relevantes durante um determinado tempo. O preço de fechamento, o preço de abertura, o máximo e o mínimo. Assim, uma barra nos mostra o que acontecia no mercado num determinado período.

A barra é composta inicialmente por uma linha horizontal que aparece do lado esquerdo da linha vertical e esta representa o preço de abertura do intervalo de tempo escolhido. Após a abertura, a linha vertical começa a se formar onde a parte superior da linha vertical representa o máximo do intervalo de tempo e a parte inferior da linha vertical representa o mínimo do intervalo de tempo.

No final desse intervalo, uma linha horizontal representando o preço de fechamento do intervalo aparece no lado direito da linha vertical.

Para que serve?

É um dos gráficos mais completos e usados. Dá uma visão muito detalhada do que está a acontecer no mercado e muitas estratégias podem ser montadas com base nessas informações.

É fácil de combinar com outras ferramentas técnicas, tornando-o um gráfico ideal para negociação de curto prazo e investimento de longo prazo.

Gráficos de velas japonesas

Os gráficos de velas datam do século XVIII no Japão, onde os comerciantes de arroz desenhavam gráficos de velas para analisar possíveis movimentos de preços que poderiam afetar os seus negócios.

Assim como os gráficos de barras, os gráficos de velas fornecem todas as informações que precisa sobre um período, preços de abertura, alta, baixa e fechamento, além de resolver o problema de compreensão, presente nos gráficos de barras. É, sem dúvida, o tipo de gráfico mais utilizado por traders e investidores. A ponto de muitas plataformas gráficas já o carregarem por padrão para funcionar.

Para que serve?

Para todos os tipos de instrumentos, temporalidades e técnicas em geral. É um dos gráficos mais completos em termos de detalhes que temos disponíveis hoje.

Além disso, também há muita bibliografia, estudos e estratégias sobre esse tipo de gráfico, para que você possa tirar todas as dúvidas de forma fácil.

É aconselhável?

Sem dúvida, é o mais recomendado hoje em dia.

Gráficos de velas japonesas

Em quais mercados os gráficos de trading são usados

Cada tipo de gráfico é adequado para fazer análises particulares e aplicar estratégias específicas, porém é inegável o caráter versátil que distingue essas ferramentas. De fato, é possível usar um gráfico de negociação de qualquer tipo para intervir em todos os principais mercados:

  • Mercado de ações;
  • índices;
  • criptomoedas;
  • Forex;
  • matéria-prima.

Obviamente, o uso correto de um gráfico de trading depende do conhecimento do mercado que deseja acessar. Na verdade, é muito importante não subestimar as vantagens que podem ser obtidas com o uso de um gráfico, ele revela tudo o que precisa saber para aproveitar as melhores oportunidades operacionais.

Mercados extremamente voláteis e líquidos exigem gráficos em tempo real adequados para capturar as flutuações de valor registadas mesmo no curtíssimo prazo, para poder se insinuar corretamente entre as dinâmicas complexas que tornam certos ativos mais instáveis ​​do que outros.

Os melhores gráficos de trading

O primeiro passo para ler corretamente um gráfico de trading é saber interpretar os eixos de preço e tempo.

O eixo horizontal do gráfico nos mostra o tempo. Isso significa que podemos ver os preços históricos à medida que nos movemos para a esquerda do gráfico. As datas e horas exibidas variam dependendo de como aumenta ou diminui o zoom no gráfico. Quanto mais longe for, mais preço histórico poderá observar.

Por outro lado, o eixo vertical mostra o preço pelo qual um determinado ativo é negociado naquele momento.

Se o preço caiu da esquerda para a direita do gráfico de trading, podemos inferir que durante esse período o mercado está em tendência de baixa ou que os vendedores estão no controle.

Se o preço do ativo subiu do lado esquerdo para o lado direito do gráfico, podemos inferir que durante esse período o mercado está em alta ou que os compradores estão no controle.

Desta forma teremos uma ideia de qual é a tendência do mercado.

gráficos de trading

Quando se trata de ler e analisar um gráfico de trading, as opções mais populares usadas pelos traders são gráficos de linhas, gráficos de barras ou gráficos de velas.

1) Um gráfico de trading lineal vincula os preços de fechamento do ativo no tempo que visualiza. Por exemplo, num gráfico diário, a linha conecta o preço de fechamento de cada dia de negociação.

Este é o tipo mais básico de gráfico de negociação usado pelos traders. É usado principalmente para identificar tendências com imagens maiores, mas não oferece muito mais dados para interpretar, ao contrário dos outros tipos de gráficos.

gráfico de trading lineal

2) Um gráfico de barras mostra uma barra para cada período selecionado. Portanto, se observar um gráfico diário de trading, cada barra vertical representa o valor de um dia de negociação.

O gráfico de barras oferece muito mais dados para interpretar do que o gráfico de linhas, como os valores de abertura, alta, baixa e fechamento (OHLC) da barra.

3) Os gráficos de trading de velas são semelhantes aos gráficos de barras, pois também fornecem os valores de abertura, alta, baixa e fechamento para um tempo específico.

No entanto, os gráficos de velas têm uma caixa entre os valores de preço de abertura e fechamento. Isso também é conhecido como o “corpo” da vela.

Muitos traders consideram os gráficos de velas os mais visualmente atraentes quando desejam interpretar gráficos em tempo real. Eles também são muito populares, pois fornecem uma variedade de modelos de ação de preço usados ​​por traders em todo o mundo.

Integrar ferramentas de análise técnica em gráficos de trading

Dentro das ferramentas de análise gráfica de preços, temos algumas conhecidas por todos os investidores, por importância e difusão, mas há outras que também são muito interessantes, que fazem parte das ferramentas utilizadas pelos investidores mais sofisticados e que requerem maior conhecimento da evolução dos preços .

Estes últimos não precisam ser melhores ou nos trazer benefícios, apenas nos dão uma visão mais ampla do que está acontecendo com o preço e o que pode acontecer no futuro.

Abaixo, apresentamos uma visão geral das ferramentas de análise técnica mais utilizadas.

Suporte e resistência

Ferramenta fundamental. Somente sabendo como o suporte e a resistência são gerados, podemos criar um investimento ou sistema de negociação eficaz.

Apesar de serem ferramentas muito simples, devido à sua definição, facilidade de compreensão do conceito, na prática nem todos as aplicam corretamente. Suporte ou resistência não são barreiras intransponíveis.

Ao negociar com base em que o preço pode ser rejeitado nessas áreas, precisamos entender as “probabilidades” de um evento passado ocorrer novamente.

Por isso, é importante combinar os pontos onde o preço mostra “rejeitar” mais avanços, para ter uma ideia de onde encontrar oportunidades de entrada. 

Pivot point

Além dos suportes e resistências óbvios e lógicos marcados no gráfico pelos altos e baixos dos preços, existem outros suportes e resistências “escondidos” à vista e que têm a ver com o movimento dos preços.

Dentro desses suportes e resistências está o Pivot Point. Para o seu cálculo são realizadas algumas operações matemáticas, visando descobrir onde pode estar o ponto de equilíbrio do preço, sempre considerando o período analisado: 1 dia, 1 semana, 1 mês.

Apesar de ser um conceito extraído do day trading, ele pode ser aplicado em todas as escalas de tempo e o melhor de tudo, funciona!

Fibonacci

Como os Pivot Points, os níveis de Fibonacci são níveis ocultos de suporte e resistência, que funcionam principalmente devido à teoria de que tudo se auto-realiza… mas eles funcionam.

Servem tanto para estabelecer possíveis paradas do preço numa retração quanto para marcar metas de até onde um movimento pode se desenvolver. Dependendo se é uma quebra ou um recuo, seriam retrações de Fibonacci ou expansões de Fibonacci.

Costumam ser usados ​​regularmente em estudos de preços, especialmente gráficos de longo prazo, marcando “zonas” interessantes para tomar posições.

Também são muito úteis ao realizar estudos de ação de preço em movimentos ABCD.

Linhas de tendência

As linhas de tendência são semelhantes ao suporte e resistência, alguns traders as chamam suporte e resistência “dinâmicas”, à medida que se ajustam ao preço.

São uma ferramenta útil para negociar tendências, usando o ditado típico “compre ou venda em cortes online”.

Embora não sejam uma ferramenta confiável como suporte e resistência, deve-se entender que, como tudo em análise técnica é sobre probabilidades, poderíamos dizer que é uma ferramenta útil para fornecer sinais, desde que usada em conjunto com outras ferramentas.

Canais

Os canais são uma variação das linhas de tendência, mas em vez de traçar uma linha acima ou abaixo do preço dependendo da tendência, o que fazemos é colocar o preço dentro de duas linhas de tendência, desenhando um canal.

Para traçar uma linha de tendência, precisamos de pelo menos dois pontos baixos ou altos, mas não para desenhar um canal.

Uma vez traçada a linha de tendência, podemos copiar essa linha e movê-la para o mínimo ou máximo do outro extremo, para gerar uma “referência” para negociação.

A maneira de usar os canais é muito simples: por exemplo, num canal de alta, devemos procurar compras na parte inferior do canal e fechar posições na parte superior do canal.

Na análise de preços, é importante conhecer as ferramentas que temos à nossa disposição.

Existem alguns que exigem conhecimentos mais avançados, como Fibonacci, mas outros são realmente eficazes e úteis, como suporte e resistência. Sabendo usar corretamente ferramentas gráficas simples, já teremos uma boa base para entender como funciona o preço e, sobretudo, onde será mais interessante buscar insumos, tanto a favor quanto contra as tendências.

Sugerimos que anote as ferramentas descritas e as coloque na tabela de preços, veja como ese comportaram no passado e tente tomar decisões, mesmo no papel, com base no que vê agora.

Plataformas com contas demo para aprender a ler gráficos

Uma parte vital do sucesso de um trader, principalmente daqueles que negociam com frequência, é a capacidade de avaliar padrões nos dados de trading. Técnicas de análise técnica podem tirar a emoção de uma decisão de trading. Um sistema de análise técnica pode gerar indicadores de compra/venda e ajudar a identificar novas oportunidades de trading. Com as melhorias no hardware e a velocidade de acesso a milhões de dados nos últimos 15 anos, as ferramentas de análise técnica estão disponíveis para todos os traders online.

A maioria dos sites que oferecem ferramentas de análise técnica também orienta os novos traders a uma compreensão fundamental do básico. Alguns desses recursos são gratuitos ou incluídos na plataforma de um corretor, mas outros cobram uma taxa. 

Todos os corretores CFD, como Ig, XTB ou etoro, oferecem contas demo com dinheiro virtual, a maioria das quais com duração ilimitada. Além disso, eles oferecem uma quantidade de material gratuito para entender como usar as ferramentas presentes nos gráficos, por meio de plataformas como Metatrader e Prorealtime. No entanto, também é bom apontar alguns provedores realmente interessantes. 

Interactive Brokers

Gráficos amplamente personalizáveis ​​são oferecidos em todas as plataformas da Interactive Brokers e incluem centenas de indicadores e dados de transmissão ao vivo. Traders Workstation (TWS), a principal plataforma de trading do IB, contém ferramentas avançadas de análise técnica com mais de 120 indicadores e mais de 30 anos de dados. Uma versão demo do TWS está disponível, permitindo que os traders aprendam como a plataforma funciona e testem os cenários de negociação. Além disso, uma plataforma de análise de terceiros pode ser vinculada à sua conta IBKR. Pode procurar uma lista completa de fornecedores no Investors Marketplace.

Comissões Ações USA
0,005$
Mínimo de 1$ e máximo de un 1%
Comissões ETFs
Grátis
Condições aplicáveis
C. abertura
0€
+ Informação

XTB

XTB oferece aos seus clientes a possibilidade de começar com uma conta demo gratuita por 30 dias, que também leva apenas alguns minutos para ativar.

  • A conta demo XTB é totalmente gratuita.
  • Poderá abrir a demonstração em menos de um minuto sem fornecer nenhuma informação bancária ou enviar qualquer documentação.
  • A conta demo vem carregada com um saldo virtual de 20.000 €.
Comissões Ações
0€
Comissões ETFs
0 €
C. abertura
0€

ProRealTime

O ProRealTime possui ferramentas poderosas de suporte à decisão para melhorar a negociação, com mais de 100 ferramentas para análise técnica, gráficos, varredura de mercado, detecção automática de tendências, análise de ticks e volume, mercado e muito mais. Também possui uma interface de trading eficiente e pode gerir pedidos diretamente dos gráficos ou usar um dos 4 modos de visualização do livro de pedidos. Tanto a negociação real quanto a negociação simulada estão disponíveis. Por fim, garante a execução rápida de ordens, relatórios detalhados de negociação, modo scalping, notícias financeiras em tempo real, orientação multimonitor, criação de indicadores pessoais e comparação de ações.

Mais de
100 indicadores
Regulação
FCA
Ampla gama de
mercados
+ Informação

MetaTrader 4

As ferramentas de análise técnica do MetaTrader 4 incluem 30 indicadores integrados, mais de 2.000 gratuitos e 700 indicadores personalizados pagos, permitindo que você analise o mercado em qualquer nível de complexidade.

O MetaTrader 4 oferece 24 objetos analíticos: linhas, canais, ferramentas Gann e Fibonacci, formas e setas. Com essas ferramentas é possível prever a dinâmica futura dos preços. Os objetos podem ser aplicados manualmente a gráficos e janelas de indicadores.

Prever a direção do preço, identificar várias tendências e definir níveis de suporte/resistência – a plataforma de negociação MetaTrader 4 realmente tem tudo.

TradingView

O TradingView possui mais de 100 indicadores combinados com ferramentas de desenho inteligentes em ações globais, forex e criptomoedas. A linguagem proprietária do Pine Script permite modificar indicadores existentes ou criar qualquer coisa do zero. A biblioteca de scripts públicos contém milhares de scripts publicados por outros membros do TradingView. Pode usar um conjunto limitado de recursos gratuitamente; assinaturas com acesso a recursos e dados adicionais custam entre US$ 14,95 e US$ 59,95 por mês. Existe um sistema de negociação de papel embutido, ou pode vincular o TradingView a uma conta de corretagem com várias corretoras, incluindo a TradeStation.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Consent(Obrigatório)
Encontre a sua corretora
Quer começar a investir ou escolher uma corretora que melhor se adapte às suas necessidades? Quer dar os seus primeiros passos na bolsa de valores ou mudar para uma corretora que melhor se adapte às suas necessidades?
  • Ajudamos a encontrar s corretora certa para si
  • Investigação independente, gratuita e não vinculativa
  • Preencher este questionário em menos de 1 minuto

Artigos Relacionados

XTB, uma fintech global que oferece uma das plataformas de investimento mais populares do mercado, acaba de anunciar o lançamento da sua parceria com o famoso lutador de artes marciais mistas Conor McGregor....

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments