Forwards, futuros, opções e swaps: conheça o mercado de derivados - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Forwards, futuros, opções e swaps: conheça o mercado de derivados

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Forwards, futuros, opções e swaps: conheça o mercado de derivados

Entre os principais derivados, forwards, futuros, opções e swaps ganharam impulso no mercado de ações. Sobre o que é cada um deles? E qual é a diferença entre Forwards, Futures, Options e Swaps? Estas são algumas das respostas que daremos nas próximas linhas, acompanhadas de algumas informações adicionais que certamente o ajudarão.

Forwards, futuros, opções e swaps: conheça o mercado de derivados

Forwards

Forwards são contratos de longo prazo entre duas partes para comprar ou vender um ativo por um determinado preço numa determinada data, comummente usados ​​em transações “Over the Counter” ou fora dos mercados.

Os contratos a termo são usados ​​principalmente por:

  • Pessoas físicas e jurídicas que buscam proteção contra riscos financeiros.
  • Pessoas (físicas ou jurídicas) que devem fazer pagamentos futuros em moeda estrangeira.
  • Especuladores de mercado, que lucram quando a ação do preço trabalha a seu favor.
  • Esses tipos de contratos são normalmente executados de duas maneiras:
    • Conformidade física: onde a entrega da moeda é feita no final do contrato, de acordo com as normas cambiais em vigor.
    • Conformidade Financeira: Quando a diferença entre a taxa acordada e a taxa de referência acordada está incluída no pagamento.

Recursos Futuros

O reconhecimento de um contrato Futuro dependerá principalmente do cumprimento das seguintes características:

  • Valor nominal do contrato.
  • Valor por ponto ou escala.
  • Tamanho do carrapato.
  • Garantias exigidas por contrato.
  • O prazo, que pode ser mensal ou trimestral.

Opções

Opções são contratos que dão ao comprador o direito, não a obrigação, de vender ou comprar um ativo pagando um prêmio, a um preço especificado num momento futuro. Podem ser divididos em 3 categorias, por sua vez divididos da seguinte forma:

  • Dependendo do direito concedido:
    • Opções de compra ou opções de chamada.
    • Opções de venda ou opções de venda.
  • Dependendo do período de operação:
    • Opções europeias.
    • Opções americanas.
  • Dependendo de como o preço é avaliado:
    • Opções dependentes do caminho.
    • Opções asiáticas.
    • Opções de barreira.
    • Opções de pesquisa.
    • Escala ou opções de escala.
    • Clique em Opções.
    • Opções para as Bermudas.
    • Opções de seleção.
    • Opções de recursos

As características dos contratos de opções dependerão do tipo que se pretende contratar, porém, antes de operar num deles é necessário considerar:

  1.  Ativo subjacente: é o ativo a que se refere a transação.
  2. Quantidade de ações por contrato: aplicável apenas às opções de ações.
  3.  Valor nominal do contrato: é o valor econômico que representa 1 contrato de opção.

Swaps

É um derivado financeiro, por meio do qual duas partes se comprometem a trocar, durante um determinado período, dois fluxos financeiros.

As Swaps podem ser do tipo “Juros” ou “Troca”. São negociados bilateralmente em mercados “Over the Counter”, o que torna o contrato estipulado entre as partes mais útil, flexível e adequado às suas necessidades.

Dentre os tipos de Swaps mais utilizados podemos destacar:

  • Swap de taxas de juros: consiste no pagamento de juros fixos periódicos em troca do recebimento de juros periódicos variáveis ​​da contraparte, referente a um índice específico. Por sua vez, eles podem ser divididos em:
    • Interst Rate Swap (IRS)
    • Troca básica.
  • Swaps na taxa de câmbio: consistem na troca de fluxos fixos periódicos de uma parte numa moeda em troca do recebimento de juros variáveis ​​periódicos da outra parte numa moeda diferente. Também são divididos em:
    • Swaps de moeda.
    • Swaps de moeda de taxa variável (FRCS)
    • Swap entre moedas (CCS)

Futuros

São contratos que o obrigam a comprar ou vender títulos subjacentes numa data futura a um preço especificado. Geralmente, está disponível nos chamados mercados de futuros.

Presumir que um futuro pode ocorrer por dois motivos:

  1. Para Transação de Hedging: quando tem ou terá um ativo objeto e deseja vendê-lo no futuro, garantindo o preço hoje e executando a transação posteriormente.
  2. Para Operação Especulativa: onde é realizada a negociação de futuros, apenas para especular com a evolução do preço até o vencimento.

Este tipo de contrato permite a utilização de posições compradas e vendidas. Dependendo do tipo de ativo subjacente, existem os seguintes Futuros:

  • moeda estrangeira
  • Matérias-primas
  • ações
  • Metais
  • índices de ações

No mundo dos investimentos existem tantas opções e formas de investir que se  for um iniciante nesse caminho, se sentirá oprimido, os termos usados ​​em outras línguas também são um mundo de informação. O que ainda é fascinante para quem já iniciou essa trajetória de investimento em bolsa e em todas as suas formas de investimento, como ETFs, carteiras de investimentos, contratos a termo (Forwards), futuros, opções e outros.

Manual de Bolsa

Artigos Relacionados

O que são Triple Tops e Bottoms ? É um tipo de padrão gráfico usado para a análise técnica, com o fim de prever a inversão do movimento dos preços de um ativo. Os Triple Tops têm 3 picos ou pontas. O que é u...
Evergrande escapa à falência? Hoje falamos sobre as notícias! Os ursos à espera da grande queda nos mercados terão de...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments