Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Hedging no trading: o que é?

Subscrever Newsletter

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


O Hedging é uma estratégia de cobertura financeira que é cada vez mais utilizada para reduzir os riscos dos seus investimentos. Ainda mais simples de usar com investimentos “on-line”, é um conglomerado de técnicas que pode ser útil. Daremos uma olhada no que é.

O que é Hedging?

Hedging refere-se a um investimento ou transação cujo objectivo é reduzir a exposição ao risco. Este método de redução do risco através de investimentos é também conhecido como “cobertura” ou “hedging”. As transações de cobertura consistem geralmente em tomar posições que procuram compensar outras posições em aberto.

Hedging no trading: o que é?

O Hedging é uma estratégia de cobertura financeira destinada a contrabalançar os seus investimentos. Em termos simples, se decidi investir, haverá riscos envolvidos, independentemente do tipo de investimento, pois não é possível investir sem risco. No entanto, isto não significa que realmente tenha que assumir o risco envolvido nesse investimento. Ao utilizar o hedging, pode conseguir sacrificar parte do ganho de modo a reduzir o risco.

Utilizar uma estratégia de hedging significa aplicar uma ou mais técnicas que podem permitir que faça um investimento oposto, de modo a reduzir os riscos do investimento principal.

De modo a evitar perdas, é obviamente necessário decidir sobre a quantia certa para investir em hedging e aplicar as técnicas apropriadas.

Dada a sua natureza, é possível decidir como explorar o hedging. Uma estratégia, por exemplo, poderia ser a de obter um lucro ligeiramente menor se o investimento principal for bem-sucedido, e uma perda se o investimento de hedging for bem-sucedido (isto ainda seria uma perda menor do que não utilizar estratégias de hedging).

Uma estratégia “oposta” seria tentar reduzir o risco a zero, de modo que ambos os investimentos resultariam num ganho. Isto significaria, no entanto, que o ganho seria muito menor do que sem uma estratégia de cobertura, e que a cobertura não seria completa. Na verdade, é impossível eliminar os riscos, é possível “fazê-lo” utilizando uma estratégia de cobertura que não tenha cobertura total.

Para dar um exemplo não financeiro deste último caso, é como se o investimento principal fosse uma aposta num jogo de futebol, no qual se apostou que haverá pelo menos 3 gols. Uma estratégia de cobertura total seria apostar no fato de que haverá no máximo 2 objetivos, mas a aplicação desta estratégia provavelmente resultaria numa perda em ambos os casos. De modo a obter lucro, qualquer que seja o resultado, a estratégia de cobertura deve ser que haverá pelo menos 1 gol no jogo. Isto significa que haverá um lucro independentemente de qual das duas apostas ganhar. O problema é que, simultaneamente, haveria uma perda muito maior do que fazer apenas uma aposta se o jogo acabasse com 2 gols.

Isto significa que o hedging pode ser usado de várias maneiras, mas para se obter lucro é necessário haver um risco, portanto não é uma estratégia que se possa usar para investir sem nenhum risco, mas que se possa usá-lo para reduzi-lo.

Por exemplo, algumas pessoas usam hedging de curto prazo nos seus investimentos de longo prazo durante períodos em que não têm certeza de como o seu investimento irá funcionar.

Um exemplo simples e prático de hedging no mercado financeiro seria investir numa “commodity” e tirar proveito de uma estratégia de hedging, investindo também na tendência de preços da mesma “commodity”. Isto significa que mesmo que o preço da mercadoria subisse (o investimento principal teria um prejuízo), haveria um ganho com o hedging.

Procura uma corretora? Abaixo encontrará algumas das melhores corretoras do mercado:

Comissões 0%
Ações e ETFs
ETFs
Grátis
Com mais de
1.5M de clientes

Diferença entre hedge e swap

Swaps e hedge não são termos semelhantes e substituíveis, os swaps são frequentemente utilizados tanto como as hedge. No entanto, existem diferenças:

  • Trocas: Isto acontece quando ambas as partes concordam em trocar através de um contrato, comprometem-se a uma troca de fluxos de caixa por um certo montante e sob certas condições. Os swaps são um tipo de troca de obrigações financeiras, tais como o pagamento de juros sobre uma determinada dívida.
  • Cobertura: É quando um investidor procura fixar os seus rendimentos, concordando com um preço futuro fixo para uma determinada mercadoria. A cobertura é um investimento que nem sempre aumenta o lucro, o principal objectivo é reduzir o risco. Ocorre normalmente em mercados com preços flutuantes e o investidor procura alguma segurança num montante fixo de rendimentos futuros.

Quais são os tipos de Hedge?

Hedging é o conjunto de operações cujo objectivo é eliminar ou reduzir o risco de um ativo, ou passivo financeiro detido por uma empresa, ou por um investidor individual. As transações de cobertura baseiam-se na compra ou venda de um ativo financeiro associado ao ativo que está a ser coberto. A compra ou venda pode ser em ações, índices, taxas de juro, opções, futuros, etc.

1º Hedging com contratos de futuros

Operações de cobertura: são operações de compra ou venda de contratos de futuros cujo subjacente é um ativo da carteira, permitindo reduzir ou eliminar o risco de flutuações de preços no ativo.

Eles possuem 50 ações da empresa AMZ. No caso do mercado estar em baixa e o preço das ações cair, tem a possibilidade de vender um contrato de futuros AMZ, cujo subjacente são ações AMZ.

Se venderem o futuro ao preço de hoje, têm a garantia de que quando desanuviarem a posição, terão de comprar ao preço de hoje e, se o mercado permanecer em baixa, protegerão o preço das suas ações contra uma queda no preço.

2° Hedge com opções

As opções são um método de cobertura contra riscos para o preço do bem subjacente. Da opção eles transferem o risco de perda para terceiros, mas mantêm o poder de lucro, se os preços subirem. Alguns definem-no como um seguro, pagando uma espécie de prémio para se protegerem contra o risco de perda, caso o risco não ocorra, apenas perdem o prémio que pagaram.

  • Se fosse uma cobertura de futuros, estariam a transferir o risco de perda e a obter lucros.
  • Uma estratégia de cobertura com opções procuraria proteção contra uma perda sobre um ativo ou passivo, a perda sobre uma posição poderia ser compensada pelo ganho sobre outra posição.

3º Hedge com swaps

Uma swap é um contrato em que duas partes concordam em trocar uma certa quantia de dinheiro sob certas condições. As swaps são uma troca financeira através da qual é definido um acordo entre duas partes sendo trocadas obrigações financeiras.

O objectivo de uma swap é obter um benefício ou vantagem relativamente ao financiamento, às taxas de juro ou à rentabilidade de uma transação financeira. A troca é frequentemente utilizada como uma cobertura contra o risco.

4. Cobertura cambial

A cobertura cambial pode ser definida como um mecanismo através do qual o investidor ou empresa procura protecção contra a volatilidade de uma determinada moeda. Para tal, deve ser realizada uma transação a prazo na qual o preço da moeda é estabelecido no presente. É normalmente chamada “cobertura cambial”.

5º Hedge em commodities

A cobertura de mercadorias é um produto financeiro derivado cujo objectivo é eliminar ou reduzir o efeito das flutuações nos preços das mercadorias na declaração de rendimentos. Este poderia ser o caso de uma empresa que compra petróleo, e se o preço subisse, o efeito seria um aumento dos custos.

6º Hedge em ações

Para cobrir o risco de ações, por exemplo, comprariam um certo montante em 5000 euros de futuros de petróleo. Se o preço do petróleo subisse e, simultaneamente, o valor das ações baixasse, a perda das ações seria coberta pelos lucros da venda dos futuros do petróleo.

Se o preço do petróleo subisse 10%, e os stocks descessem 5%, os futuros cobririam a perda através da valorização de 10%. A queda geraria uma perda de 500 euros (5% do valor das ações), e, simultaneamente, ganhariam 500 euros para os futuros, devido ao aumento do preço do petróleo em 10% do valor dos futuros.

Hedge elimina todos os riscos do mercado financeiro?

Para que a cobertura financeira elimine todos os riscos do mercado financeiro deve ser uma cobertura perfeita para eliminar todo o risco do investimento, compensando proporcionalmente e com precisão as perdas se estas existirem.

O instrumento de cobertura deve estar 100% relacionado, quando a correlação deve ser -1. Quando o investimento desce para 11,56, a cobertura deve subir para 11,56 a partir da utilização de instrumentos financeiros, tais como futuros.

Diferença entre Hedge e diversificação de investimentos

  • Diversificação: Visa suavizar algum risco num investimento. A diversificação permite que os investidores apliquem uma estratégia de gestão de carteira ao construir uma carteira. No caso de um investidor querer reduzir um risco global, é melhor diversificar o dinheiro em diferentes investimentos como forma de reduzir o risco.
  • Hedge: Em caso de Hedge, permite reduzir as perdas e, simultaneamente, proporcionar uma compensação.

Conclusão Hedging no trading

É desnecessário dizer não haver limite nem para a forma como as estratégias de hedging podem ser aplicadas, nem para os fins específicos para os quais o hedging é utilizado. Encorajamos a considerar estes conceitos e estudar estratégias específicas de hedging que possam ser aplicadas ao tipo de investimento para o qual deseja utilizá-los, e a entender se deve aplicá-los como eles são ou personalizá-los de acordo com as suas próprias necessidades.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Consent(Obrigatório)

Artigos Relacionados

XTB, uma fintech global que oferece uma das plataformas de investimento mais populares do mercado, acaba de anunciar o lançamento da sua parceria com o famoso lutador de artes marciais mistas Conor McGregor....
Os gráficos de trading mostram a evolução ao longo do tempo do preço dos instrumentos financeiros. Eles são uma repre...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments