Entrar
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Mercado OTC: o que é e como funciona?

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

Os mercados OTC (over the counter) são mercados privados onde se negoceia uma multiplicidade de instrumentos, tais como divisas (no mercado cambial, que é o maior mercado do mundo), obrigações, forwards, CFD, ações de pequenas empresas (uma atividade muito difundida nos Estados Unidos), swaps, etc.

 Como não são reguladas, existe menos controlo sobre as empresas que colocam as suas ações nestas bolsas e existe também menos proteção para os investidores que optam por negociar nas mesmas.

Mercado OTC: o que é?

A negociação OTC nos mercados OTC refere-se à troca de títulos financeiros entre duas contrapartes, sem necessidade de passar por uma bolsa centralizada. Como referi no início do artigo, este tipo de negociação é efectuado fora da bolsa, pelo que não se encontra sujeito aos mesmos requisitos regulamentares que os títulos negociados em bolsa. Isto significa que os mercados OTC são considerados mercados de risco, embora também ofereçam o potencial de ganhos significativos.

Os ativos transacionados nos mercados OTC incluem ações, derivados, divisas e outros instrumentos financeiros. Estes activos são geralmente transaccionados entre grandes instituições financeiras, como bancos, fundos de investimento e companhias de seguros.

A negociação no mercado de balcão está também sujeita a um risco acrescido de fraude. Devido à falta de transparência, os traders não podem validar as informações que lhes são apresentadas, aumentando o risco de serem vítimas de burlões.

Características dos mercados OTC

Os mercados OTC são comparados com um mercado bilateral, em que se distinguem duas alternativas de mercado:

  • Não existe bolsa centralizada, o que significa que os participantes podem negociar diretamente entre si;.
  • Diferentemente dos mercados regulados, os mercados de balcão não estão sujeitos às mesmas regras e requisitos;.
  • O trading OTC tende a ter spreads mais amplos e taxas de comissão mais altas, devido a barreiras à entrada;.
  • Os mercados OTC são conhecidos pela sua liquidez, o que significa que os preços são mais voláteis e que abundantes quantidades de ativos podem ser trocados sem afetar significativamente o seu preço;.
  • Os mercados OTC também oferecem a vantagem da flexibilidade e da capacidade de negociar a qualquer momento.

Como funcionam os mercados OTC?

A negociação nos mercados OTC é geralmente feita por telefone, no ecrã ou via e-mail. Normalmente, as ordens de compra e venda negociadas no mercado de balcão são feitas através de chamadas telefónicas gravadas para maior segurança. No caso de contratos menores, eles podem ser assinados por e-mail, e existe também uma inscrição.

Em conclusão, os mercados OTC são mercados over the counter, colocados em locais físicos ou virtuais onde as partes interessadas se reúnem para colocar, trocar ou negociar títulos financeiros. A falta de regulamentação faz com que eles apresentem um risco maior do que o mercado de ações tradicional, pois no seu funcionamento os valores mobiliários e traders não estão sujeitos à disciplina específica e autorização das Autoridades de Fiscalização.

Em geral, os ativos em mercado OTC são menos líquidos do que os ativos nos mercados oficiais.

Derivados transacionados no mercado OTC

 Entre os produtos derivados transacionados no mercado OTC, destacam-se os seguintes:

  •  Forex: Negociação de divisas através da fixação da taxa de câmbio;
  • CFDs: Pacto pelo qual se troca a diferença entre o preço de compra e venda de um ativo financeiro (Descarregar o guia CFD);
  • Forward: Semelhante aos futuros, mas no mercado OTC;.
  • Swaps: Estabelece-se a troca de um montante de dinheiro numa data posterior. Estes contratos são referenciados a uma variável observável, normalmente a taxa de juro. É importante esclarecer que os swaps não são apenas para dinheiro, mas qualquer outro bem ou serviço também pode ser trocado;.

Onde ocorre o trading OTC?

O trading OTC ocorre fora dos mercados regulamentados e não ocorre num local físico específico. Em vez disso, ocorre mediante uma rede descentralizada de intermediários financeiros, como bancos, corretores e empresas especializadas. Essas entidades atuam como contrapartes das transações de balcão e facilitam a compra e venda de instrumentos financeiros diretamente entre as partes envolvidas.

Apesar dos riscos, a negociação de balcão oferece uma grande oportunidade para quem procura tirar proveito da volatilidade do mercado. Com as negociações de balcão, os investidores podem aproveitar as oportunidades de lucro quando os preços se movem a seu favor. Embora os riscos sejam reais, os investidores podem tomar medidas para reduzi-los. Isso inclui pesquisas aprofundadas da contraparte na transação, a definição de limites de perda e o gerenciamento adequado de riscos.

Como operar no mercado de balcão?

Para negociar OTC, deve seguir as etapas abaixo:

Fase 1 – Encontrar uma corretora OTC: o primeiro passo é localizar uma corretora OTC. As corretoras OTC são empresas que atuam como intermediárias entre investidores e mercados. Esses corretores oferecem uma variedade de produtos financeiros, de ações a commodities, moedas e derivados. Elas também oferecem consultoria em investimentos e consultoria financeira aos investidores.

Fase 2 – Abra a conta: após escolher uma corretora OTC, é necessário abrir uma conta e fornecer os documentos necessários, como identificação e comprovativo de residência. Após abrir a sua conta, pode começar a negociar.

Fase 3 – Faça o depósito: após abrir a conta, precisa depositar os fundos para começar a negociar. Siga as instruções fornecidas pela corretora para financiar a sua conta. Pode utilizar transferências bancárias, cartões de crédito ou outros métodos de pagamento aceite pela corretora.

Fase 4 – Selecione o instrumento: Realize uma análise aprofundada do mercado e selecione os instrumentos financeiros do OTC que deseja negociar. Fatores como liquidez, desempenho histórico, os fundamentos da empresa emissora (no caso de ações) e as condições económicas e políticas relevantes podem ser considerados.

Fase 5 – Insira os pedidos de compra ou venda: após selecionar os instrumentos, aceda à plataforma de negociação fornecida pela corretora e insira os seus pedidos de compra ou venda. Indique o tamanho da transação, o preço limite (se aplicável) e qualquer outra informação necessária de acordo com as instruções da corretora.

Neste ponto, é importante acrescentar que a corretora terá atuado apenas como intermediária entre a sua parte e outra contraparte, outra corretora que tenta comprar ou vender (o contrário de si).

Exemplo prático de trading OTC

Imagine ter dois bancos, o Banco A e o Banco B.

O Banco A possui um empréstimo de longo prazo com taxas de juros variáveis, o que significa que o pagamento de juros que deve ser feito varia ao longo do tempo com base numa taxa de juros de referência (, como LIBOR ). No entanto, o banco A prefere pagamentos de juros fixos para planejar melhor as despesas futuras.

O banco A e o banco B podem decidir entrar num swap de taxa de juros de balcão. Neste contrato, o banco A compromete-se a pagar ao banco B uma taxa de juros fixa em troca de uma taxa de juros variável. Dessa forma, o Banco A pode obter a certeza dos pagamentos de juros fixos que deseja.

Outra forma comum de negociação de balcão é o mercado de criptomoedas, onde plataformas como a Binance atuam como intermediárias para colocar duas pessoas em contacto direto e que desejam ter uma contrapartida.

Com que corretora pode negociar OTC?

Neste ponto, deve saber que existem corretoras profissionais que oferecem serviços de negociação de balcão.

Obviamente, essas não são corretoras convencionais acostumadas ao serviço de retalho, mas corretoras com um nível mais elevado de competência, preparados para outros tipos de transações com altos volumes de negociação.

Interactive Brokers

A Interactive Brokers destaca-se como uma corretora de negociação Over-The-Counter por alguns recursos.

Um dos principais é o seu acesso global: 150 mercados em 35 países, incluindo muitos mercados de balcão. Além disso, a Interactive Brokers fornece uma ampla gama de ferramentas avançadas de pesquisa e análise. Isso é particularmente útil no contexto da negociação de balcão, onde as informações podem ser mais difíceis de obter do que os mercados regulamentados.

As ferramentas oferecidas pela Interactive Brokers podem, assim, ajudar os investidores a fazer escolhas de investimento mais informadas, aumentando a sua capacidade de identificar as melhores oportunidades de negociação. Aqui encontra a Trader Workstation (TWS), a sua plataforma proprietária.

De facto, a robusta tecnologia de negociação oferecida pela Interactive Brokers é um aspecto crucial para a negociação de balcão. A plataforma fornece execução de pedidos rápida e precisa, uma ampla gama de opções de pedidos e a capacidade de gerir estratégias de negociação complexas.

Em resumo, graças ao seu acesso global, às suas ferramentas avançadas, taxas competitivas, tecnologia de negociação robusta, a Interactive Brokers é descrita como uma corretora interessante para o trading OTC.

Comissões Ações
desde 0,005$
Depósito mínimo
0€
Conta Demonstração

Dicas para negociar nos mercados OTC

O êxito de qualquer investimento depende de uma série de factores individuais, como os objectivos financeiros, a tolerância ao risco, os conhecimentos e a experiência em matéria de investimento e as condições actuais do mercado. No entanto, algumas dicas gerais que podem ajudá-lo/a a ser bem-sucedido/a ao investir nos mercados de balcão (OTC) são as seguintes:

 1. Faça a sua pesquisa. É importante pesquisar exaustivamente todos os potenciais investimentos antes de tomar qualquer decisão. Leia artigos publicados sobre as empresas e relatórios financeiros, consulte especialistas e utilize recursos online para obter uma compreensão completa, incluindo o modelo de negócio, da empresa ou título em que está a pensar investir.  Esta informação está facilmente disponível na Internet, pelo que não há desculpa para não fazer os trabalhos de casa;

 2. Procurar ações subvalorizadas. Há muitas empresas excelentes a negociar a preços de saldo nos mercados OTC. Ao investir nestas acções, pode ganhar muito dinheiro se elas alguma vez recuperarem o seu valor justo;

 3. Diversifique a sua carteira. – Não ponha todos os seus ovos no mesmo cesto! Distribua o seu investimento por várias acções OTC diferentes para minimizar o risco de queda de uma delas;

4. Seja paciente e adote uma perspetiva de longo prazo. Quando se investe nos mercados OTC, muitas destas empresas são “penny stocks”, pelo que não se pode esperar grandes ganhos de um dia para o outro. Tente comprar posições quando as acções estão a ser negociadas com desconto e mantenha-as a longo prazo;

5. Utilize sempre ordens limitadas. Nos mercados OTC, as acções são normalmente transaccionadas com baixa liquidez e elevada volatilidade. Por conseguinte, a única forma de ter a certeza do preço de execução da transação é através de ordens com limites.

Vantagens e desvantagens do mercado OTC

O mercado OTC, ou mercado de balcão, apresenta uma série de vantagens e desvantagens em relação às negociações realizadas em bolsas de valores centralizadas. Nesta secção, discutiremos alguns dos principais aspectos positivos e negativos desse tipo de mercado.

Vantagens OTC

Entre as vantagens dos mercados Over The Counter, podemos citar as seguintes:

  • Flexibilidade nas condições dos contratos por não serem padronizados;.
  • Grandes quantias de dinheiro não são necessárias para investir nesses mercados;.
  • Instrumentos financeiros mais baratos;
  • Grande variedade de mercadorias;
  • Acesso a financiamento para empresas que não podem ser cotadas em mercados regulados;
  • Horários de negociação mais longos, que se estendem além das sessões de negociação.

Desvantagens OTC

  • Menos transparência. As empresas não precisam fornecer tanta informação;.
  • Aumento do risco de inadimplência. Para minimizá-lo: diversifique, não invista mais do que pode pagar, faça hedge, etc.;
  • Baixa liquidez;
  • O preço não precisa de ser público.

Em conclusão, os mercados over the counter são mercados de balcão, que se posicionam em locais físicos ou virtuais, onde os interessados ​​se reúnem para colocar, negociar ou negociar títulos financeiros. A ausência de regulamentação faz com que apresentem um risco maior do que o mercado bolsista tradicional, uma vez que no seu funcionamento os valores mobiliários e os traders não estão sujeitos à disciplina e autorização específica das Autoridades de Supervisão.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF

Rankia Markets Experience Lisboa 2024
Não perca esta oportunidade única! Os lugares para a Rankia Markets Experience em Lisboa são limitados. Inscreva-se já para assegurar a sua presença neste evento gratuito com especialistas e investidores do setor financeiro.
Quer investir em CFDs? Aqui estão algumas corretoras do mercado 👇
Mais de 5800
Instrumentos
Spreads
Competitivos
Comissões
competitivas
Variedade de produtos
de e plataformas
  Por favor, note que os investimentos em CFDs envolvem risco significativo de perda. Esta informação não constitui uma sugestão de investimento e recomendamos que procure informação adicional antes de tomar qualquer decisão.

Artigos Relacionados

Após dois anos fracos no mercado de IPOs, 2024 acena com um cenário mais otimista para os mercados financeiros. Diver...