O que é a comissão interbancária ou “spread: Bid e Ask”?

comissao interbancaria bid ask

A comissão interbancária ou “spread” é a diferença de preços que existe entre a melhor ordem de compra e a melhor ordem de venda que há no mercado de capitais. Uma vez vistos os diferentes tipos de ordens no mercado de valores, sabemos que quando vamos comprar um ativo ou produto nos mercados financeiros vamos encontrar dois preços – o melhor preço de compra e o melhor preço de compra.

O que é a comissão interbancária “Bid e Ask”? 

A comissão interbancária é a diferença de preços que vemos na cotação dos ativos e produtos que cotam nas diferentes bolsas, como podem ser ações, índices, derivados, ETF… Quando vamos comprar ou vender um ativo ou produto, vamos encontrar dois preços. Um preço onde os investidores colocaram as ordens de venda a um preço determinado e outro preço onde os investidores colocaram ordens de compra a um outro preço determinado.

  • O preço de compra (Bid): É o preço ao que os investidores estão dispostos a comprar. É o melhor preço ao que poderemos vender.
  • O preço de venda (Ask): É o preço ao que os investidores estão dispostos a vender. É o melhor preço ao que poderemos comprar.

O preço de compra sempre será inferior ao de venda. Isto se deve a que quando queremos vender, queremos o fazer ao maior preço possível, e quando queremos comprar o queremos fazer ao melhor preço possível (mais baixo).

O que vemos no gráfico se conhece como “profundidade de mercado” e vem determinada pelas diferentes ordens de compra e venda que há aos diferentes preços.

 

Na coluna central (cinza) vemos a esquerda e direita o preço de uma ação determinado (neste caso Telefónica). Na coluna da esquerda (verde) vemos o número de títulos de compra que há para Telefónica aos diferentes preços. 13.500 títulos de compra a 11,715€, 8.537 a 11,710€… Na coluna da direita vemos os títulos que há, ordenados à venda aos diferentes preços determinados.

Se nós queremos comprar a preço de mercado fá-lo-íamos na coluna da direita (ask), ao preço que os investidores estão dispostos a vender, neste caso seria 11,720€. Se quiséssemos vender ações de telefónica, teríamos que fazer na coluna da esquerda (Bid) aos preços que os investidores estão dispostos a comprar.

No momento que a um determinado preço ninguém está disposto a vender, os investidores começarão a ter que comprar a preços superiores e por tanto a cotação de telefónica será maior. Pelo contrário, se não há investidores dispostos a comprar a um determinado preço, os vendedores terão que pôr ordens a preços inferiores, até que encontrem algum comprador e por tanto o preço de cotação será inferior.

Que influência tem a liquidez na forquilha de preços Bid e Ask?

Uma ação é mais líquida que outra na medida que há mais dinheiro se negociando diariamente. Ao ter mais dinheiro terá mais compradores e vendedores interagindo no mercado. Se há mais volume de negociação em um determinado título, este terá maior facilidade para trocar as ações a um preço determinado e a sua variação diária será mais estável. Ao ser relativamente fácil encontrar a compradores e vendedores, a negociação é ágil e dinâmica.

Pelo contrário, se um determinado ativo negocia poucos títulos ao longo do dia, será difícil que um investidor encontre compradores e vendedores, e se se lança uma ordem relativamente grande ao mercado, terá que encontrar aos poucos compradores ou vendedores que tenha. Esta escassez de volume provocará que as oscilações no preço sejam maiores, e que o diferencial de preços (spread Bid e Ask) seja maior que em uma empresa com maior volume de negociação ou liquidez.

Se quiser aprender mais sobre Bolsa, pode fazer download do nosso manual de gratuitamentemanual bolsa
0

Sobre o autor

Rankia

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *