Entrar
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

O que é o Spread? Conheça este termo

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

Já ouviu falar sobre o spread? Um spread pode ter vários significados em finanças. Neste artigo explicaremos o significado do spread no mercado financeiro, já que é um conceito presente na vida da maioria das pessoas, não é conhecido por todos e outros aspectos importantes do mesmo.

O que é o Spread?

O spread é a diferença entre duas taxas de juros. Portanto, se tomarmos o exemplo dos bancos, o spread dos bancos é a diferença entre a taxa de colocação e a captação. Por outro lado, também encontramos o spread soberano ou risco país, no artigo conheceremos os diferentes tipos de spread que podemos encontrar.

O termo spread também é usado para indicar diferentes tipos e estratégias a serem seguidas no mercado de ações. Portanto, indica a diferença de preços entre a oferta ou venda e a demanda ou compra. Em suma, o spread é a diferença entre o preço de compra e de venda de um determinado título. Pode ser utilizado como um indicador da liquidez de um título (spreads mais baixos indicariam mais liquidez), embora também possa ser influenciado por outros factores.

O spread é também amplamente utilizado nos mercados de futuros e de mercadorias, embora seja também aplicado ao mercado de derivados. Portanto, se souber como utilizar a estratégia de disseminação, poderá obter lucros, independentemente do mercado de ações subir ou descer.

bidask

Temos 3 tipos de operações nas quais utilizamos o termo Spread, são estratégias baseadas em diferenças:

  • Spread de preços: é o mais relacionado com o mercado de divisas, consiste principalmente na compra de um produto e a venda de outro diferente.
  • Spread de volatilidade: estratégias postas em prática ao operar com opções de tipo CALL ou PUT utilizando a volatilidade dos mercados.
  • Spread intermercados ou interprodutos: funciona sobre os mercados ou produtos. Aqui a táctica é comprar um produto e vender outro no mesmo mercado.

Como é que o spread funciona no mercado financeiro?

O spread no mercado financeiro é uma medida estatística ou indicador financeiro que é dado em pontos e é frequentemente utilizado para estabelecer o grau de liquidez no mercado. O seu valor é determinado pela diferença entre o preço de oferta (ASK) e o preço de venda (BID) de um determinado produto. Geralmente, quanto menor o valor do spread, maior é o nível de liquidez do mercado em que opera.

  • Bid é o preço de compra, o preço pelo qual uma ação é oferecida.
  • Ask é o preço de venda, o preço que está a pedir.

Normalmente, o preço de compra é inferior ao preço de venda. Os compradores querem comprar na baixa e os vendedores querem vender na alta. Até eles concordarem, não haverá transação.

Quando o bid e o Ask se igualarem, o acordo será fechado e haverá espaço para os outros negociadores. Mas quando não há vendedores a um determinado preço ou Ask, o preço sobe até que você encontrar novos vendedores com um preço ou Ask mais elevado.

Da mesma maneira, quando os vendedores colocam os valores e tirar todos os compradores de um determinado nível, eles terão que ir mais para baixo no preço para conseguir encontrar novos compradores. Neste momento, o preço baixa quando a oferta supera a procura.

Devemos saber que não importa os vendedores que há no mercado, o preço de venda é o mais baixo de todos os licitantes, porque o comprador só atende o vendedor mais barato. E da mesma forma, não importa quantos compradores haja no mercado, o único preço de compra será o mais alto.

Como deve ser um spread? O spread deve ser o menor possível, só será muito grande quando pouquíssimas pessoas participarem do mercado. Só consideraremos os traders mais próximos ao calcular o spread, pois  serão os primeiros a fechar o negócio.

Portanto, o spread é uma medida de liquidez, um spread menor significa mais liquidez. Como mencionamos, quanto mais participantes no mercado, menor será o spread e maior a liquidez. Portanto, dificilmente o spread terá impacto nas nossas operações, pois será muito pequeno.

Mas devemos controlar muito o spread se houver muita volatilidade, pois o preço acelera e as velas ficam maiores. Isso supõe negociações mais impulsivas e rápidas, isso amplia o spread.

Spread no Forex

O termo Spread Forex não deve ser um termo desconhecido se deseja negociar Forex, CFDs ou o mercado de ações.

Ao determinar o preço de uma moeda há sempre 2 partes envolvidas: uma parte que quer comprar e uma parte que quer vender. É por isso que, quando se está diante de um quadro monetário, os pares de moedas mostram dois preços: os preços Bid e Ask.

  • Bid de um determinado par de moedas é o preço que o mercado está disposto a pagar para comprar a moeda que tem. Por outras palavras, a Proposta é o preço pelo qual o comerciante irá vender o seu par.
  • Ask é o preço pelo qual o mercado está disposto a vender um par de moedas. Por outras palavras, é o preço pelo qual um comerciante comprará um par de moedas.

Spread bancário: o que é?

Para além do spread do mercado financeiro acima definido, existe o spread bancário, que consiste na diferença entre os juros pagos pelo banco ao investidor e os juros cobrados aos clientes, o que gera uma remuneração para os bancos baseada na diferença entre o custo de financiamento e os juros cobrados aos clientes.

Do mesmo modo, o spread bancário é calculado pela diferença entre a taxa média de financiamento da entidade e a taxa média de empréstimo desse mesmo ano.

Tipos de Spread mais frequentes

O termo spread tem mais significados, por isso agora vamos conhecer os diferentes tipos de spread mais frequentes que podemos encontrar no momento de investir:

Spread no mercado cambial

O spread no mercado cambial é conhecido como a taxa de câmbio. Mais concretamente, é a taxa de câmbio que existe entre duas divisas, ou seja, o preço de uma moeda em relação a outra.

Spread bancário

O spread bancário é a diferença entre as taxas de juro dos ativos e os passivos. Por exemplo, o spread aos bancos, é a diferença entre a taxa de colocação e de captação, e o spread soberano ou risco país.

Spread de créditos

O spread de crédito é a diferença entre duas taxas de juro de um par de obrigações com diferentes classificações de crédito e níveis de risco.

Spread soberano

O spread soberano é a capacidade de um país para cumprir o seu compromisso de pagamento.

Como calcular o spread financeiro (há duas formas)

O spread financeiro pode ser calculado de 2 maneiras:

Aditivo

Este é um cálculo simples, que determina a diferença entre a taxa de financiamento e a taxa de empréstimo, utilizando a fórmula:

Spread = Taxa de empréstimo – Taxa de financiamento.

Por exemplo, se a taxa de empréstimo for de 10% por ano e a taxa de empréstimo for de 15%, então temos:

Spread = 15% – 10% = 5%.

Multiplicativo

A fórmula multiplicativa é mais complexa do que a fórmula aditiva. Contudo, é a mais utilizada, uma vez que tem em conta o desconto entre a taxa aplicada e o custo de referência da operação.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF

Artigos Relacionados

Desta vez vamos ver a importância do halving da Bitcoin. Vou explicar-te de uma forma muito simples o que é e depois vamos aprofundar mais os efeitos deste evento tão importante para a Bitcoin. Este artigo é...
A máxima do trading sempre foi a mesma: obter uma estratégia vencedora e aplicá-la consistentemente, sem sair dela. P...
“Investir em ouro para se proteger da inflação”. Certamente todos já ouviram esta frase pelo menos uma vez quando se ...

Deixar uma Resposta

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments