Médias Móveis Simples (SMA) e Exponenciais (EMA)

médias móveis

As médias móveis suavizam os dados de preços para formar um indicador de tendência. Embora não prevejam a direção do preço, definem a direção atual, apesar com um atraso, já que usam os preços anteriores. Apesar disso, ajudam a filtrar o ruído, a identificar zonas de suporte e resistência e são a base de outros indicadores técnicos, como o Bollinger Bands, MACD e McClellan Oscillator. Os dois tipos mais populares de  são a Média Móvel Simples (SMA) e a Média Móvel Exponencial (EMA). 

Uma média móvel simples é formada pelo cálculo do preço médio de um ativo num número específico de períodos. A maioria das médias móveis é baseada nos preços de fecho; por exemplo, uma média móvel simples de 5 dias é a soma do preço de fecho de cinco dias dividida por cinco. Como o próprio nome indica, uma média móvel é uma média que se move. Os dados antigos são descartados à medida que novos dados ficam disponíveis, fazendo com que a média adapte-se ao longo do tempo.

Já as médias móveis exponenciais (EMAs) reduzem o atraso da SMA ponderando a relevância dos dados e dando mais peso aos preços mais recentes. As EMAs diferem das SMAs, pois o cálculo da EMA de um determinado dia depende dos cálculos da EMA de todos os dias anteriores a esse dia. Por essa razão, são precisos mais do que 10 dias de dados para calcular uma EMA de 10 dias razoavelmente precisa.

Embora existam diferenças claras entre médias móveis simples e  exponenciais, uma não é necessariamente melhor que a outra. A resposta às variações é mais rápida nas médias móveis exponenciais, pelo que são mais sensíveis aos preços recentes – e às mudanças recentes de preços. As médias móveis simples, por outro lado, representam uma média real dos preços para todo o período. Assim, médias móveis simples podem ser mais adequadas para identificar níveis de suporte ou resistência. A preferência por uma média móvel ou pela outra depende dos objetivos, estilo analítico e horizonte temporal.

As médias móveis de curto prazo (5-20 períodos) são mais adequadas para tendências e negociações de curto prazo. Os traders interessados em tendências de médio prazo optariam por médias móveis mais longas, entre 20 a 60 períodos. Os investidores de longo prazo preferem médias móveis com 100 ou mais períodos. Muitos traders usam as médias móveis de 50 e 200 dias juntos.

A direção da média móvel transmite informações importantes sobre o preço, quer seja a média simples ou exponencial. Uma média móvel crescente mostra que os preços estão, tendencialmente a subir, e vice-versa, como é óbvio. No entanto, duas médias móveis podem ser usadas em conjunto para gerar sinais de cruzamento. Na análise técnica dos mercados financeiros, John Murphy cunhou essa análise de “método de cruzamento duplo”. Os cruzamentos duplos envolvem uma média móvel relativamente curta e uma média móvel relativamente longa. Como em todas as médias móveis, o comprimento geral da média móvel define o período do sistema. Um sistema que use uma EMA de 5 dias e uma EMA de 35 dias seria considerado de curto prazo. Um sistema que usa uma SMA de 50 dias e SMA de 200 dias seria considerado de médio prazo, talvez até de longo prazo.

Um cruzamento Bullish (de alta) ocorre quando a média móvel mais curta cruza acima da média móvel mais longa (também conhecido como uma cruz de ouro). Um cruzamento Bearish (em baixa) ocorre quando a média móvel mais baixa cruza abaixo da média móvel mais longa (conhecido como uma cruz de morte).

Quer aprender a negociar? Experimente com XTB, mais de 1500 mercados a nível global

xtb abrir conta

Note-se que os cruzamentos das médias móveis produzem sinais relativamente atrasados, já que o sistema emprega dois indicadores de atraso. Quanto mais longos os períodos definidos, maior o atraso nos sinais. Esses sinais funcionam muito bem quando a tendência é bem definida. 

As linhas desenhadas no gráfico pelas médias móveis também podem atuar como suportes de uma tendência em alta e resistências de uma tendência em baixa, e serão tão mais eficazes quanto mais longas as médias forem.

Estes são os indicadores básicos da análise técnica e, como já referido, fundamentam ou mesmo completam outros indicadores. No entanto, como indicadores que são, não são infalíveis, mas podem ser muito úteis no apoio às decisões de investimento.

0

Sobre o autor

André Pires

Analista na XTB Portugal

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *