Investir e especular: qual é a diferença?

Investir e especular: qual é a diferença?

Qual é a diferença entre investir e especular? Muitas vezes usado para indicar a mesma coisa, é inapropriado combinar a ideia de investimento com a da especulação. Vamos ver  o que é e depois descobrir qual é a diferença entre investir e especular.

Qual é a diferença entre investir e especular?

Muitas vezes os termos de investimento e especulação são mal compreendidos, a ponto de parecer apropriado definir a especulação como um investimento com o único propósito de obter lucro no menor tempo possível. Essa definição, mesmo que faça a ideia, está errada. Embora ambas as ações planeiem negociar, a diferença de propósito e médio é tão clara que é injusto vincular especulações ao investimento. O que muitas pessoas pensam significa “investir”, por outro lado, é especulação.

O que quer dizer especulação?

Especulação é o que muitos fazem atualmente, a moda de “investir para ganhar” é pura e simples especulação, e a razão é logo dita. O propósito de investir e especular é, no final, o mesmo, o ganho.

Especuladores, no entanto, tentam ganhar o máximo possível no menor tempo possível, aproveitando o último fator. A especulação pode, portanto, quase ser rastreada até o jogo, dados e estatísticas são estudados e usados para obter previsões e se concentrar neles. Uma aposta fundamentada, mas ainda uma aposta.

Tudo isso ocorre a usar as suas próprias previsões que preocupam principalmente, como já mencionado, o tempo, ou seja, quando é aconselhável entrar e sair. Pode então considerar a negociação de curto prazo como especulação. É claro que há também aqueles que não entendem nada sobre finanças ou não são capazes de ler os dados corretamente e nesse ponto está literalmente apostando.

O que quer dizer investir?

A diferença com o investimento reside precisamente na ausência de jogo, ou melhor, no fato de que não se baseia nele. Para fazer um investimento real,  não pode fazer um “toque e fuga” de curto prazo, mas votem que realizar algo concreto a médio e longo prazo. Além disso, o objetivo do investimento não é ser o ganho.

Pode decidir investir seriamente para tentar fazer grandes ganhos, mas também pode decidir investir numa empresa simplesmente porque acredita nela. Neste último caso, não importa se o investimento trará lucro, uma vez que o objetivo do investimento era avançar aquela empresa em particular. Mesmo que  queira ignorar o investimento quase como “benfeitores”, é importante criar uma carteira equilibrada para investir. Isso significa que, mesmo que o objetivo final seja ganhar, não é necessariamente o caso de um único investimento acontecer para ganhar. Existem vários investimentos que são feitos com prejuízo, para enriquecer a carteira e outros que são feitos para alcançar a estabilidade, como investir em ativos de refúgio seguro.

Investir e especular: qual opção é melhor?

Embora em quase todos os casos invista para ganhar dinheiro, investir inclui a criação de uma carteira que ofereça investimentos de médio e longo prazo, mesmo com o único propósito de expandir o portfólio ou torná-lo mais estável. Investir é, portanto, uma estratégia que muitas vezes é aplicada de forma muito complexa e diluída ao longo do tempo, muito diferente de especular. O especulador está de fato buscando lucro estudando os momentos em que entrar e sair do mercado no curto prazo, e se refere às apostas, embora o risco diminua e as previsões se tornem mais precisas se houver um estudo dos dado25s e estatísticas.

Manual de Bolsa

Sobre o autor

Diana Costa

Content Specialist for Rankia Portugal

 

Responder a este tópico

Bem-vindo(a) à comunidade!

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Ao continuar, aceita a política de privacidade