Entrar
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Como investir com pouco dinheiro?

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

É um equívoco comum acreditar que investir é uma atividade apenas para os ricos. Esta ideia parece estar profundamente enraizada na mente de muitos, talvez devido a retratos de investidores milionários e bolsas de valores, ou talvez devido à perceção de que é necessário ter um montante significativo de dinheiro disponível para fazer um investimento válido. Esta percepção não poderia estar mais distante da realidade.

O objectivo deste artigo é desmistificar a ideia de que é necessário muito dinheiro para começar a investir. É possível, sim, começar a investir com pequenas quantias, e apresentar estratégias práticas que podem ajudar qualquer pessoa a dar os primeiros passos no mundo dos investimentos. Investir não é um clube exclusivo para os ricos – é uma ferramenta financeira acessível que todos podem, e deveriam, aproveitar.

Investir com pouco dinheiro não é apenas possível, mas também pode ser uma estratégia muito inteligente. A chave para o sucesso financeiro não reside necessariamente na quantidade de dinheiro que se investe, mas sim na forma como se investe, na diversidade de investimentos e, crucialmente, na paciência e no tempo que se está disposto a deixar o dinheiro investido render.

Assim, iremos explorar várias formas de começar a investir com pouco dinheiro, entender os fundamentos dos investimentos e aprender a evitar erros comuns. Independentemente do montante disponível para começar, lembre-se: o mais importante é começar.

Como investir com pouco dinheiro?

O primeiro passo para aprender como investir é entender o que são investimentos. Podemos definir investimento como uma atividade capaz de gerar lucro pelo comprometimento de uma quantia em dinheiro. Na prática, investir significa usar dinheiro para produzir mais dinheiro.

Existem muitos tipos de investimentos, alguns fáceis de aprender e outros mais complexos. Por exemplo, existem investimentos imobiliários, mas tornar-se um investidor imobiliário é complicado: requer muita experiência, dinheiro, apoio dos bancos e conhecimento profundo das leis e aspetos fiscais.

Alguns tipos de investimentos:

1. Investimentos imobiliários
2. Investimentos em atividades produtivas
3. Investimentos financeiros.

Ao contrário do que se costuma pensar, é muito mais fácil aprender investimentos financeiros: existem muitas plataformas totalmente gratuitas para experimentar, existem cursos e e-books, pode começar com muito pouco dinheiro (250 euros geralmente, às vezes até com 10 euros), mas precisa de conhecer os juros compostos. Os investimentos financeiros de curto prazo geralmente requerem pequenos montantes e podem gerar resultados (até menos de um dia). Os investimentos financeiros de longo prazo, por outro lado, geralmente requerem um capital muito grande e podem levar meses ou anos para gerar retornos.

O poder da capitalização de juros e o tempo são dois fatores essenciais que podem ter um impacto significativo nos investimentos. Quando combinados, eles podem impulsionar o crescimento do seu património ao longo do tempo. 

A capitalização de juros refere-se ao processo de reinvestir os juros obtidos num investimento para que também eles possam gerar mais juros. Em vez de retirar os rendimentos gerados, eles são adicionados ao principal e passam a render juros adicionais.

A principal vantagem da capitalização de juros é que ela permite que os ganhos sejam reinvestidos e cresçam de forma exponencial ao longo do tempo. Quanto mais cedo você começar a investir e capitalizar os juros, mais tempo seu dinheiro terá para crescer e se beneficiar desse efeito composto.

O tempo é um fator crítico quando se trata de investimentos. Quanto mais tempo você tiver para investir, maior será o potencial de crescimento do seu património. O crescimento do principal é acelerado devido ao efeito da capitalização dos juros. Com mais tempo de investimento, tem a oportunidade de acumular mais rendimentos reinvestidos, o que aumenta o valor total do seu investimento. Já os juros compostos ocorrem quando os rendimentos gerados pelos seus investimentos são reinvestidos e também começam a render juros adicionais. Com o tempo, os juros compostos pode tornar-se um poderoso motor de crescimento, aumentando significativamente o valor do seu investimento.

Assim, a combinação da capitalização de juros e do tempo permite-lhe aproveitar o poder do crescimento exponencial. Quanto mais cedo começar a investir e quanto mais tempo mantiver os seus investimentos, maior será o potencial de acumulação de riqueza.

Leia também 👉 Juros compostos: como funcionam e como calcular

A importância de um fundo de emergência e reduzir a dívida

Um fundo de emergência e a redução da dívida são dois aspectos fundamentais da gestão financeira pessoal. Ambos desempenham papéis importantes na segurança financeira e no planeamento de longo prazo, por diferentes razões.

Fundo de emergência

Um fundo de emergência é uma reserva de dinheiro destinada a cobrir despesas inesperadas ou emergências financeiras. Ter um fundo de emergência adequado pode proporcionar tranquilidade e estabilidade financeira em momentos difíceis. Este pode servir para cobrir despesas imprevistas; criar uma rede de segurança que pode reduzir o stress financeiro em momentos difíceis; evitar o recurso a empréstimos ou cartões de crédito em situações de emergência; proteger as suas metas financeiras de longo prazo, como reforma ou educação dos filhos. 

Redução da dívida

A redução da dívida é fundamental para a saúde financeira geral e pode trazer uma série de benefícios significativos, tais como: reduzir a dívida significa pagar menos juros ao longo do tempo; aumentar a sua capacidade de adaptar-se a mudanças nas circunstâncias financeiras, tendo mais flexibilidade para lidar com imprevistos ou aproveitar oportunidades financeiras; ter um alívio financeiro e uma sensação de maior controlo sobre as suas finanças; com menos dinheiro destinado ao pagamento de juros, pode aumentar as suas economias e investir em ativos que geram retorno ao longo do tempo.

Em suma, tanto um fundo de emergência quanto a redução da dívida desempenham papéis cruciais na gestão financeira pessoal. Ter um fundo de emergência adequado proporciona segurança e estabilidade financeira em momentos difíceis, enquanto a redução da dívida ajuda a melhorar a saúde financeira geral e a abrir caminho para metas de longo prazo.

Diferentes tipos de investimentos

Existem vários tipos de investimentos disponíveis, adequados a diferentes níveis de conhecimento, experiência e tolerância ao risco:

  • Ações: Comprar ações implica comprar uma parte de uma empresa. Ao fazer isso, passas a ser um acionista da empresa e podes beneficiar da sua valorização e dos dividendos distribuídos.
  • Obrigações: As obrigações são essencialmente empréstimos que fazes a uma entidade, que pode ser uma empresa ou um governo. Em troca, obtém juros durante a duração da obrigação e o valor investido de volta no final do período da obrigação.
  • Fundos de Investimento: Estes são produtos financeiros que reúnem o dinheiro de vários investidores para investir numa variedade de ativos, como ações e obrigações. Os fundos são geridos por profissionais e são uma maneira fácil de diversificar o teu portfólio.
  • Imobiliário: Investir em imobiliário pode envolver a compra de propriedades para arrendar ou para vender por um valor mais alto. Também podes investir em fundos de investimento imobiliário, que reúnem dinheiro de vários investidores para investir em propriedades.
  • Forex (Foreign Exchange): O mercado Forex é o mercado onde se negoceiam moedas. Trata-se de um mercado extremamente líquido e volátil, que opera 24 horas por dia.
  • Criptomoedas: As criptomoedas, como Bitcoin, Ethereum e muitas outras, tornaram-se uma opção de investimento popular. No entanto, é importante entender que as criptomoedas são altamente voláteis e podem ser um investimento de alto risco.
  • Commodities: As commodities incluem coisas como ouro, petróleo, gás natural e produtos agrícolas. Podes investir em commodities através de contratos futuros, ETFs ou fundos de investimento.
  • Derivados: Os derivativos são contratos financeiros cujo valor é ‘derivado’ de um ativo subjacente. Incluem opções, futuros e swaps.

Melhores opções para investir com pouco dinheiro

Investir pode parecer uma tarefa reservada apenas aos que já têm uma quantidade considerável de dinheiro. No entanto, mesmo que tenhas pouco dinheiro para começar, existem diversas estratégias que podem ajudar-te a entrar no mundo dos investimentos e começar a fazer o seu dinheiro trabalhar para ti. Nesta secção, vamos explorar algumas dessas estratégias, que vão desde a aplicação de corretoras que permitem comprar frações de ações, até o investimento em fundos de investimento imobiliário, passando pela atenção à gestão de riscos em investimentos em criptomoedas e a utilização de plataformas de crowdfunding e micro investimento. Não importa quanto dinheiro tem para começar, existe sempre uma estratégia de investimento adequada para ti.

Comprar frações de ações

Não é necessário ter uma fortuna para investir na bolsa de valores. Atualmente, muitas corretoras oferecem a possibilidade de comprar frações de ações, permitindo que invistas em empresas cujo preço por ação seria proibitivo. Por exemplo, se uma ação custa 100 euros e apenas 50 euros para investir, podes comprar 0,5 de uma ação. Isto abre o caminho para investir em grandes empresas sem a necessidade de ter um grande capital inicial.

Fundos de investimento e ETFs com baixas comissões

Os Fundos de Investimento e os ETFs (Exchange-Traded Funds) são formas eficientes de diversificar o seu portfólio, mesmo com pouco dinheiro. Alguns destes fundos têm comissões muito baixas, o que é uma vantagem para quem tem menos dinheiro para investir. É importante comparar as comissões e entender bem o funcionamento de cada fundo antes de fazer a tua escolha.

Investir em imobiliário através de Fundos de Investimento Imobiliário (REITs)

Se acha a ideia de investir em imobiliário interessante, mas sente que não dispõe de capital suficiente, os REITs (Real Estate Investment Trusts) podem ser uma boa opção. Estes fundos permitem investir em imobiliário sem a necessidade de comprar uma propriedade física. Além disso, os REITs são obrigados por lei a distribuir uma grande parte dos seus lucros aos investidores, o que pode resultar num fluxo regular de rendimento.

Investir em criptomoedas

As criptomoedas tornaram-se uma opção de investimento popular, mas também são conhecidas pela sua volatilidade. Antes de investir em criptomoedas, é importante que faça uma pesquisa profunda e compreenda bem os riscos associados. Nunca invista dinheiro que não possa perder e considere uma estratégia de investimento regular (como o dollar cost averaging) para minimizar o risco.

Crowdfunding e plataformas de microinvestimento

As plataformas de crowdfunding e microinvestimento permitem que investidores com pouco dinheiro contribuam para o financiamento de projetos ou empresas. Estas plataformas podem oferecer retornos atraentes, mas também apresentam elevado risco. Tal como acontece com qualquer tipo de investimento, é importante fazer a sua própria pesquisa e diversificar os seus investimentos.

Investir em Certificados de Aforro

Os Certificados de Aforro são títulos de dívida pública emitidos pelo Estado português, exclusivos para pessoas singulares. Uma das suas principais características é o valor reduzido da sua subscrição, tendo isto como objetivo a compra a retalho, ou seja, em grandes quantidades. O montante nominal para a subscrição é de um euro, sendo que a quantidade mínima por subscrição é de 100 unidades e a máxima corresponde a 250 mil unidades. O prazo do certificado de aforro é de 10 anos a partir da data de cada subscrição. Para novas subscrições da Série E de Certificados de Aforro, em setembro de 2020, foi fixa uma taxa de juro bruta de 0,516%.

Investir em Certificados do Tesouro

Tal como os Certificados de Aforro, os Certificados do Tesouro são produtos da dívida pública. No entanto, diferem em alguns aspetos dos primeiros, nomeadamente nos montantes mínimos para investimento. Aqui tem a possibilidade de investir entre 1.000 a 1.000.000 euros por conta. Outra das diferenças surge ao nível das taxas de juro. A taxa em si, é fixa, mas cresce todos os anos, a partir do segundo, da seguinte forma:

  • 1.º ano – 0,75%
  • 2.º ano – 0,75%
  • 3.º ano – 1,05%
  • 4.º ano – 1,35%
  • 5.º ano – 1,65%
  • 6.º ano – 1,95%
  • 7.º ano – 2,25%

A partir do segundo ano, existe um prémio de remuneração que é somado à taxa de juro fixa. Este é definido através do crescimento médio real do PIB (Produto Interno Bruto) português dos últimos 4 trimestres conhecidos até ao mês anterior à data de pagamento de juros.

PPR (Planos Poupança Reforma)

Um PPR é um investimento a longo prazo que pode representar um complemento às pensões de reforma. Este tipo de plano é aplicado por sociedades gestoras de fundos de pensões ou pelas companhias de seguros, nas quais poderá investir o seu dinheiro de forma a ter algum retorno, consoante a respetiva taxa de juro anual. Isto, na prática, traduz-se da seguinte forma: o cliente entrega um determinado montante que escolheu poupar, seja através de um depósito inicial ou de uma série de reforços periódicos e automáticos. Este dinheiro vai ser poupado e rentabilizado até chegar à idade da reforma.

Os Planos Poupança Reforma estão, regra geral, associados a um risco baixo. No entanto, esse risco é maior se escolher investir em fundos PPR. Nesses casos, pode o aforrador perder dinheiro, mas também pode originar um rendimento mais elevado.

Outras opções para investir com pouco dinheiro

Além dessas opções, há vários outras opções onde pode investir o seu dinheiro em Portugal, dependendo de quanto dinheiro tem para investir. Aqui estão alguns exemplos:

👉 Onde investir 1000 euros

👉 Onde investir dinheiro em Portugal

👉 Investir com um salário mínimo

Dicas para investir com pouco dinheiro

Não importa a quantidade de dinheiro que tem disponível para começar, existem estratégias e abordagens que podem maximizar o seu potencial de investimento. É importante lembrar que investir não é apenas uma questão de quanto, mas também de como e quando. Nesta secção, vamos oferecer algumas dicas úteis para ajudar a navegar no mundo dos investimentos com recursos limitados. Falaremos sobre a importância de começar cedo e investir regularmente, a utilidade da automatização dos investimentos, a importância de focar em aumentar a sua capacidade de investimento e o valor incalculável da literacia financeira. Estas dicas são projetadas para ajudar a tirar o máximo proveito do seu dinheiro e colocá-lo a trabalhar para si.

A. Começa cedo e investe regularmente

Quando se trata de investir, o tempo pode ser o seu maior aliado graças ao poder do juro composto. Mesmo pequenas quantias, investidas regularmente ao longo do tempo, podem acumular a um montante significativo. Além disso, investir regularmente, independentemente das condições de mercado (uma estratégia conhecida como “dollar cost averaging” em inglês), pode ajudar a mitigar o risco de fazer um grande investimento num mau momento.

B. Automatize os seus investimentos

Para garantir que está a investir regularmente, considere a possibilidade de automatizar os seus investimentos. Muitas plataformas de investimento permitem configurar depósitos automáticos e compras de investimentos, tornando fácil manter a disciplina de investimento.

C. Foque-se em aumentar a sua capacidade de investimento

Se sente alguma limitação pela quantidade de dinheiro que tem disponível para investir, procure maneiras de aumentar o seu rendimento. Isso pode envolver pedir um aumento, arranjar um segundo emprego, começar um trabalho autónomo ou cortar despesas desnecessárias. Lembre-se: cada euro que poupa é um euro que podes investir no seu futuro.

D. Investa em literacia financeira

O conhecimento é um dos seus maiores ativos quando se trata de investir. Quanto mais aprendes sobre finanças e investimento, melhor preparação terá para tomar boas decisões e evitar erros caros. Leia livros, participe de webinars, assista a vídeos educativos e considere procurar aconselhamento de um consultor financeiro. Eles podem fornecer orientações personalizadas com base na suas circunstâncias individuais.

📚 Clique aqui para explorar as nossas guias de investimento.

💻 Inscreva-se no nosso canal no YouTube para vídeos educativos.

📹 Inscreva-se nos nossos webinars para aprender diretamente com os especialistas.

Corretoras para investir com pouco dinheiro

Escolher a corretora certa é um passo importante no seu percurso de investimento, especialmente se planeia começar com um capital reduzido. Algumas corretoras estão mais bem preparadas para servir a investidores com orçamentos menores, oferecendo características como comissões baixas ou nulas, a possibilidade de comprar frações de ações e uma boa seleção de fundos de investimento e ETFs de baixo custo. Nesta secção, vamos explorar algumas corretoras que podem ser adequadas para quem deseja começar a investir com pouco dinheiro.

XTB

A XTB é uma das maiores corretoras do mundo em Forex e CFDs. Oferece aos clientes acesso a uma vasta gama de mercados, incluindo Forex, índices, ações, ETFs, e até mesmo criptomoedas. A sua plataforma de negociação é intuitiva e fácil de usar, e eles também oferecem uma conta de demonstração gratuita que permite aos novos investidores experimentar a negociação sem arriscar dinheiro real.

Comissões Ações e ETFs
0€
Ações fracionadas
Com 0€ Comissões
Variedade de mercados
CFDs, Forex, Cripto…

Freedom Finance

A Freedom Finance é uma corretora de valores mobiliários que oferece uma plataforma de negociação online para ações, ETFs e outros produtos de investimento. Tem uma forte presença na Europa e é conhecida pela sua plataforma de negociação intuitiva, que inclui ferramentas de análise técnica e fundamental.

Corretora cotada no
Nasdaq
+ de 370.000
Clientes
Depósito mínimo
0€

Interactive Brokers

A Interactive Brokers é uma corretora americana conhecida pela sua plataforma de negociação poderosa e acesso a mercados globais. Oferece uma vasta gama de produtos de investimento, incluindo ações, opções, futuros, Forex e fundos. Interactive Brokers pode ser uma ótima opção para investidores mais experientes que procuram uma plataforma de negociação avançada e custos de negociação competitivos.

Comissões Ações
desde 0,005$
Depósito mínimo
0€
Conta Demo

Qualquer investimento implica riscos, incluindo ausência de rentabilidade e/ou perda do capital investido. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF

Artigos Relacionados

Após dois anos fracos no mercado de IPOs, 2024 acena com um cenário mais otimista para os mercados financeiros. Dive...