Entrar
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Como investir em café

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

O café tem sido uma matéria-prima muito importante, exportada e consumida em todo o mundo, com um impacto significativo sobre o PIB de muitas economias. Com o crescimento ao longo dos anos, este produto tornou-se parte da lista de matérias-primas negociadas através de contratos de futuros na bolsa de valores.

Agora, antes de começarmos, é importante falar sobre o café, como funciona este mercado, os principais produtores de café, entre outros.

Como investir em café

Mercado de café: com funciona?

O café é uma das bebidas mais populares e mais consumidas no mundo. O seu aroma e sabor inconfundíveis tornaram-no um elemento essencial na vida quotidiana de milhões de pessoas. Contudo, por detrás de cada chávena de café, existe um mercado complexo envolvendo produtores, consumidores e vários factores que afetam o seu preço.

Tipos de café: Arábica e Robusta

Há duas variedades principais de café que dominam o mercado: Arábica e Robusta.

  • Café arábica: esta variedade é a mais popular e representa aproximadamente 60 – 70% da produção mundial de café. O Arábica é conhecido pelo seu sabor suave e equilibrado, com um aroma mais delicado e menos cafeína do que o Robusta.
  • Café Robusta: representa cerca de 30 – 40% da produção mundial. O Robusta tem um sabor mais forte e amargo, com um maior teor de cafeína. É normalmente utilizado em misturas de café e na produção de café instantâneo.

Maiores produtores e consumidores de café

Como se pode observar no gráfico acima, o Brasil, o Vietname e a Colômbia estão classificados como os principais países produtores de café do mundo. Neste caso, o Brasil registou um volume de 62,6 milhões de sacos de 60 quilos em 2022.

Fonte: atlasbig

Com algumas exceções, a produção mundial de café só aumentou nas últimas duas décadas para mais de 172 milhões de sacos até ao final da época 2022/2023. Uma grande parte desta quantidade foi gerada numa única região: América do Sul. Especificamente, os países da América do Sul foram responsáveis por mais da metade do volume total produzido na época passada.

Em termos dos principais consumidores de café, encontramos:

  • Os Estados Unidos: este é o país com o maior consumo de café mundialmente. A cultura do café é muito forte nos Estados Unidos, com inúmeros cafetarias e cadeias como a Starbucks, que popularizaram a bebida.
  • União Europeia: a Europa é um grande consumidor de café, com países como a Alemanha, Itália e França a liderar o consumo na região.
  • Japão: o café ganhou popularidade no Japão nas últimas décadas, tornando-se uma bebida de eleição para muitos japoneses.

Que fatores influenciam o preço do café

Para investir no café, é importante compreender as variáveis que afetam o preço do café e as tendências atuais do mercado. Abaixo, discutiremos as principais variáveis a considerar:

  • Oferta e procura: A oferta e a procura são as principais variáveis que afetam o preço do café. Se houver uma oferta limitada de café, o preço irá aumentar. Por outro lado, se a oferta for elevada e a procura for baixa, o preço do café diminuirá.
  • Condições meteorológicas: As condições meteorológicas também podem afectar o abastecimento de café. Secas, geadas e outras catástrofes naturais podem reduzir a produção de café e aumentar o preço do café.
  • Políticas governamentais: As políticas governamentais podem ter um impacto significativo sobre o preço do café. Por exemplo, as tarifas de importação e exportação, subsídios e impostos podem afectar a oferta e a procura de café.
  • Tendências de consumo: As tendências de consumo também podem influenciar o preço do café. Se a procura de cafés especiais aumentar, é provável que o preço do café de alta qualidade também aumente.

Em termos das tendências atuais do mercado do café, há vários factores a considerar:

  • Sustentabilidade: os consumidores estão cada vez mais interessados na sustentabilidade e na rastreabilidade do café que consomem. Os produtores de café estão a adoptar práticas mais sustentáveis e transparentes para responder a esta procura.
  • Digitalização: A digitalização também está a transformar o mercado do café. Plataformas de comércio electrónico e aplicações móveis estão a facilitar o acesso a produtos de café de todo o mundo.
  • Inovação: A inovação está também a impulsionar o mercado do café. Novos métodos de extracção e preparação de café estão a ganhar popularidade, e os produtores estão a experimentar variedades de café cada vez mais exóticas.

Por que investir em café?

Para muitas pessoas, investir numa matéria-prima como o café pode ser um meio para se exporem a tendências a médio prazo ou simplesmente para arbitrar as expectativas do mercado. Existem também outras razões para o fazer:

  • Diversificar a carteira: adicionar café, ou alguma outra matéria-prima, pode ser uma grande escolha com o objetivo de diversificar a carteira; além de ser uma grande estratégia para ter uma carteira mais robusta em tempos em que outros ativos estão a ter um desempenho pior.
  • Proteção contra a inflação: O preço de muitas mercadorias, tais como o café, tende a subir quando a inflação aumenta. A inflação ocorre por muitas razões, tais como o estímulo monetário dos bancos centrais, mas em última análise resulta numa perda de poder de compra e num aumento do custo de vida.
  • Procura global: O café é amplamente utilizado em todo o mundo. Devido ao desenvolvimento gradual dos países emergentes, espera-se que a procura de café aumente devido à sua utilização.
  • Especulação monetária: Muitos produtos são cotados em dólares americanos e este é o caso do café. Além disso, uma depreciação do dólar facilitará a importação de grãos de café a nível mundial.

👉 Commodities agrícolas: como investir na agricultura.

Como investir em café?

O investimento em café pode ser feito através de diferentes métodos, desde a compra de ações até à compra de ETFs, fundos ou futuros. Abaixo encontram-se as principais formas de investimento:

Compra de ações de empresas de café

Comprar ações em empresas de café é uma forma de investir no café. Envolve a compra de ações numa empresa que se dedica ao cultivo, produção e venda de café. Ao investir em ações destas empresas, está a apostar no seu sucesso e crescimento no mercado. Algumas destas empresas incluem:

  • Empresas produtoras de café: Estas incluem marcas como Starbucks, Lavazza ou Juan Valdez.
  • Empresas de processamento e distribuição: Empresas como a Nestlé, JDE Peet’s ou illycaffè são alguns dos principais processadores e distribuidores de café em todo o mundo.
  • Cafetarias e empresas de retalho: Para além das grandes cadeias de cafetarias, pode também investir em pequenas empresas de retalho de café, tanto em linha como em lojas físicas.
EmpresasTicker
NestléSWX: NESN
StarbucksNASDAQ: SBUX
J M Smucker CoNYSE: SJM
The Coca Cola CompanyNYSE: KO

👉 Procure as melhores corretoras para comprar ações e selecione aquela que se adapta às suas características.

Futuros e Opções

Os contratos de futuros são acordos para comprar ou vender café numa data futura a um determinado preço. Esta opção pode ser mais arriscada, uma vez que o preço do café pode flutuar significativamente.

Os contratos de futuros são negociados em bolsas de valores, sendo utilizados para proteger os produtores e compradores de café contra a volatilidade do mercado. Um exemplo de uma bolsa de valores onde os contratos de futuros de café podem ser negociados é a Bolsa de Nova Iorque.

As opções oferecem ao comprador o direito, mas não a obrigação, de comprar ou vender café a um preço especificado e numa data futura.

Investir em café através de futuros apresenta duas grandes vantagens:

  • Estes instrumentos são negociados numa bolsa centralizada e regulamentada, onde ocorre o cruzamento das operações, proporcionando assim uma grande transparência na definição dos preços.
  • As comissões são bastante reduzidas em comparação com outros instrumentos, como os CFDs.

Entre os principais contratos que podemos referir, temos:

  • NYMEX: KT.
  • ICE: KC.
  • BOVESPA: ICF.

Leia ainda 👉 Melhores corretoras de futuros e opções

Fundos de investimento de café

Outra opção é investir em fundos de investimento que incluam empresas de café na sua carteira. Desta forma, diversificará o seu investimento e reduzirá o risco. Por exemplo, o iPath Dow Jones-AIG Coffee Total Return ETN é um fundo de investimento que acompanha o desempenho dos preços do café. Ao investir neste fundo, estará a investir numa variedade de empresas envolvidas na cadeia de fornecimento de café.

  • Fundos de investimento em empresas: estes fundos investem em ações de empresas relacionadas com o café.
  • Fundos de investimento em matérias-primas: estes fundos investem directamente na matéria-prima, ou seja, o café como produto.

ETFs de café

Um ETF (Exchange-Traded Fund) não é mais do que um ‘Fundo Negociado em Bolsa’, representando um veículo de investimento coletivo bastante similar a um fundo mútuo. Os ETFs aplicam o capital em um conjunto específico de ativos, como ações, índices e futuros, em troca de uma comissão por despesas de gestão.

Dentre os ETFs sobre ativos do café mais notáveis, podemos citar:

  • iPath Bloomberg Coffee Subindex Total Return ETN (NYSE: JO).
  • WisdomTree Coffee (LONDRES: COFF).

👉 Se deseja encontrar um bom intermediário, deixamos o link das melhores corretoras para comprar ETFs .

CFDs sobre Café

Os contratos por diferença (CFDs) são um tipo de investimento que permite aos investidores especularem sobre o preço do café sem terem de possuir fisicamente o bem. Ao investir em CFDs, o investidor toma uma posição sobre se o preço do café subirá ou descer. Os CFDs são negociados online por plataformas de negociação online.

Melhores corretoras para CFDs de commodities

XTB

A XTB destaca-se como uma das líderes globais entre as corretoras de Forex e CFDs, sob o manto de uma regulação robusta e uma seleção diversificada de ativos para negociação. É reputada pela sua plataforma exclusiva, a xStation 5, reconhecida pela facilidade de utilização e pelo conjunto de ferramentas avançadas que disponibiliza aos seus utilizadores.

Mais de 847.000 clientes
21 CFDs de matérias-primas
Conta demonstração
Pepperstone

A Pepperstone, por sua vez, estabeleceu a sua base na Austrália e expandiu a sua oferta de Forex e CFDs a uma escala internacional.

A corretora possibilita o acesso a várias plataformas de negociação, entre as quais se destacam o MetaTrader 4, o MetaTrader 5 e o cTrader.

Corretora multi-regulada
32 CFDs de commodities
Spreads baixos
Admirals (anteriormente conhecida como Admiral Markets)

A Admirals, anteriormente conhecida como Admiral Markets, oferece um vasto leque de opções financeiras. A corretora tem um compromisso notável com a inovação tecnológica e com a oferta de recursos educativos completos, algo que se mostra de grande valia para os interessados em negociar CFDs de café e outras matérias-primas.

Mais de 20 anos de serviço
28 CFDs de commodities
Conta demonstração
Eightcap

A Eightcap ganha reconhecimento pelo seu compromisso em proporcionar experiências de trading optimizadas e um apoio ao cliente de primeira linha. Projetada para acomodar tanto investidores iniciantes como os mais versados, a corretora apresenta um leque de ferramentas pensadas para simplificar a gestão de risco e permitir a execução de diversas estratégias de negociação no mercado de commodities.

Comissões baixas
14 CFDs de commodities
Plataformas avançadas

Antes de investir, é crucial considerar o perfil de risco, os objetivos de investimento e realizar uma pesquisa adequada. As commodities podem ser voláteis e o uso de alavancagem pode aumentar tanto os ganhos quanto as perdas potenciais. Assim, a educação e a gestão de riscos são fundamentais ao operar com CFDs ou qualquer outro instrumento financeiro relacionado ao milho.

Vantagens e desvantagens de investir em café

Gostaria de terminar este artigo dizendo que se estiver interessado em investir noutras matérias-primas agrícolas ou quiser saber que outras matérias-primas existem, convidamos a ler o nosso artigo 👉 Commodities agrícolas: como investir na agricultura.

Aqui estão algumas vantagens e desvantagens de investir no café:

VantagensDesvantagens
Procura constanteRisco de preço
Rentabilidade potencialRisco de colheita
DiversificaçãoRisco de investimento

Principais vantagens de investir em café

  • Procura constante: o café é uma das bebidas mais populares do mundo e está em constante procura, tornando-o uma matéria-prima com um mercado estável.
  • Rentabilidade potencial: o preço do café pode flutuar significativamente devido a factores tais como oferta e procura, condições meteorológicas e alterações regulamentares. Isto significa que, se forem tomadas as decisões correctas, é possível uma rentabilidade potencialmente elevada.
  • Diversificação da carteira: O investimento em café pode diversificar a carteira de um investidor, ajudando a reduzir o risco global da carteira.

Principais desvantagens de investir em café

  • Risco de preço: O preço do café é altamente volátil e pode flutuar significativamente a curto prazo devido a factores tais como oferta e procura, condições meteorológicas e alterações regulamentares. Isto significa que existe um elevado risco de preço para os investidores.
  • Risco de colheitas: O café é uma colheita anual e pode ser afectado por condições climáticas adversas, tais como secas ou inundações. Isto pode ter um impacto significativo sobre a produção e, por conseguinte, sobre o preço.
  • Risco de investimento: Como em qualquer investimento, existe um risco inerente de perda de investimento. É importante realizar uma investigação adequada e ter uma estratégia clara antes de tomar qualquer decisão de investimento.

Em resumo, investir no café tem vantagens tais como uma procura consistente, rentabilidade potencial e diversificação da carteira, mas também tem desvantagens tais como o risco de preço e de colheita e o risco de investimento. Como investidor, é importante avaliar cuidadosamente estas vantagens e desvantagens antes de tomar qualquer decisão de investimento – lembre-se sempre de investir de forma responsável e com conhecimento!

Investir noutras commodities agrícolas

Por último, se estiver interessado/a em produtos agrícolas de base, aqui está uma outra série de artigos sobre o comércio de produtos de base que pode ser do seu interesse:

👉Como investir em milho?

👉 Como investir em trigo?

👉 Como investir em algodão?

👉 Como investir em açúcar?

Em resumo, o investimento no café tem vantagens como a procura constante, os rendimentos potenciais e a diversificação da carteira, mas também desvantagens como o risco dos preços e das colheitas e o risco do investimento. Como investidor, é importante ponderar cuidadosamente estas vantagens e desvantagens antes de tomar qualquer decisão de investimento. E, claro, lembre-se sempre de investir de forma responsável.

Disclaimer: Este artigo não deve ser considerado aconselhamento de investimento. É meramente informativo e educacional.

Os CFD são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 82% das contas de investidores não profissionais perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este distribuidor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF

Artigos Relacionados

A máxima do trading sempre foi a mesma: obter uma estratégia vencedora e aplicá-la consistentemente, sem sair dela. Portanto, nesta guia de trading com ChatGPT, a primeira ideia – conseguir uma estratégia ve...
“Investir em ouro para se proteger da inflação”. Certamente todos já ouviram esta frase pelo menos uma vez quando se ...