Que fazer con ou dinheiro que poupei? - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Que fazer con ou dinheiro que poupei?

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Que fazer con ou dinheiro que poupei

Hoje, muitas pessoas ficam frustradas ao ver que suas economias não estão gerando os retornos esperados. Como poupador, você decide sair de suas economias e procurar o “que fazer com o dinheiro que poupei”. Saia da poupança e invista, um processo complexo e um tanto arriscado se não tivermos experiência.

Principalmente a rentabilidade da poupança é devorada pela inflação, e isso acontece em todo o mundo, se a carta sustenta que a poupança nem pode ser considerada um investimento, então você já está pensando em investir.

Poupança não é ruim, mas existem muitas outras maneiras de economizar e ganhar dinheiro. A poupança oferece segurança e liquidez, se for verdade, mas seu dinheiro estagnado teria gerado muito pouca lucratividade, mesmo bem abaixo da taxa de inflação. Então você estaria perdendo dinheiro.

Warren Buffet, um especialista em investimentos, disse: “A primeira regra é nunca perder dinheiro e, a segunda, nunca se esqueça da primeira.”

O dinheiro é perdido ao economizar.

Quanto dinheiro você está perdendo em economias conceitualmente. A poupança oferece segurança e liquidez. No entanto, existem investimentos garantidos pelos governos, que são mais seguros e em termos de liquidez, também oferecem amortizações a qualquer momento (liquidez diária).

Como começar a investir

Investir não é uma grande tarefa, como pensa a grande maioria. Não é preciso ter um capital milionário ou ser especialista em finanças e economia. O primeiro passo é buscar informações, na vasta gama de páginas da internet, ler um pouco sobre corretoras, Trading e páginas especializadas em finanças, como a Rankia, podem te ajudar muito.

Como se estivesse lendo uma revista, para não ficar sobrecarregado. A primeira coisa a fazer é definir-se como investidor, saber qual é o seu perfil de investidor (conservador, moderado ou ousado), depois visualizar o seu objetivo financeiro, como iniciante é aconselhável procurar os serviços de uma corretora, ele saberá como para orientá-lo no mundo dos investimentos e determinar qual produto ou pacote de produtos mais se adapta a você de acordo com seu perfil e objetivo financeiro.

Que opções existem para investir?

Um mundo de opções se abre como o horizonte, uma vez que decidimos sair da poupança e investir, aqui estão alguns exemplos:

  • Criptomoedas: é uma tendência nos dias modernos, moedas em código criptografado reguladas pela tecnologia Blockchain, um tanto arriscadas, pois não são reguladas por um banco central, mas muito lucrativas no longo prazo.
  • Ações da empresa: uma das formas mais difundidas do mercado de ações, aí você precisará do conselho de um consultor especializado (a Brokers, que se encarrega de fazer esse trabalho meticuloso e complicado para você).
  • Fundos de investimento: são um pacote de ações de diferentes empresas, com a vantagem de comprar ações, só que não seria você quem escolhe em quais empresas comprar mas precisaria da ajuda de um gestor profissional, que escolhe em quais empresas e quantas ações comprar para você. Graças à modernidade, existem Robots Advisor (gestor ou gestor automatizado) que fazem o trabalho de um gestor profissional, bastando responder a um questionário, o robô através de um algoritmo irá recomendar uma carteira de investimento ou outra.
  • Imobiliário: adquirir um imóvel como investimento não é uma ideia maluca ou de outro mundo, todo mundo já teve que alugar ou comprar um imóvel. Para investir em imóveis não é necessário pensar grande, como em um apartamento ou um espaço comercial de 150 metros quadrados. A aquisição de uma pequena garagem, ou estabelecimento comercial de poucos metros em um shopping center ou ponto específico da cidade, geraria uma boa renda mensal, além da reavaliação do imóvel de acordo com a área ou ponto comercial onde está localizado. Podemos também, com base na renda mensal, solicitar um empréstimo e adquirir outro imóvel ou garagem, pagando o empréstimo com a renda obtida e ainda houver dinheiro para economizar ou continuar investindo.
  • Cowdlending ou P2P Lending: Este tipo de prática tornou-se muito popular, nada mais é do que indivíduos emprestando dinheiro para indivíduos. Gerando rentabilidade muito boa, porém é uma prática arriscada. Existem várias plataformas de Crowlending na internet, outra forma é fazê-lo de uma forma particular (sozinho), porém, é muito mais arriscado, também o capital fica imobilizado até que expire o crédito que você concedeu.

Durante o tour deste artigo, fornecemos algumas idéias sobre o que fazer com o dinheiro de suas poupança , cabe a você decidir qual forma usar. Lembre-se de definir o seu perfil de investidor e ser claro sobre o objetivo a seguir. Uma ajudinha é sempre bom quando você é iniciante em um determinado assunto, na internet existem infinitas páginas que ajudam e orientam você no assunto. Uma das páginas financeiras mais completas é a Rankia.

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments