Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Market Makers: conheça o que são e como funcionam

Subscrever Newsletter

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Os Market Makers ou formadores de mercado são uma forma de operar das corretoras no mercado. Em muitos mercados, em vez de realizar transações diretamente no mercado, existem empresas, instituições ou organismos responsáveis pela criação do mercado, ou seja, escolher quem compra e quem vende no mercado de acordo com a Lei da Oferta e da Procura. Os Market Makers são especialmente comuns no mercado de divisas ou no trading de CFDs.

O que são os Market Makers?

Uma corretora Market Maker é exatamente o que o nome indica, uma corretora que cria o mercado. No mercado, não bastam compradores e vendedores, há necessidade de liquidez para fazer o mercado financeiro funcionar, e é aí que entram as corretoras Market Makers.

Os Market Makers são realmente a contrapartida do investidor, mesmo que trabalhem em conjunto. O objetivo de um Market Makers é interagir com o conjunto de clientes e bancos, independentemente das suas posições no mercado, criando fluxos de liquidez entre eles. Não funcionam exactamente como intermediários que cobram comissões pelo seu trabalho,  já que no Forex não existem comissões enquanto tal.

Os Market Makers dedicam-se a comparar e vender divisas para os seus clientes, assegurando a liquidez do mercado e, por sua vez, conectando ordens instantâneas entre traders. Os lucros dos Market Makers derivam da diferença dos preços de compra e venda de uma divisa, a que se chama o “spread”.

Resumidamente: os Market Makers atuam como grossitas comprando e vendendo ações para satisfazer o mercado: os preços que eles estabelecem refletem a oferta e a demanda do mercado:

  • Quando a procura por um título é baixa e a oferta é alta, o preço do título será baixo.
  • Se a procura for alta e a oferta for baixa, o preço da ação será alto.
  • Os market maker  são obrigados a vender e comprar pelo preço e tamanho que cotaram.

Como funcionam os Market Maker?

Quando um investidor ou trader emite uma ordem de compra/venda para o mercado, deve haver outro agente que aceite essa oferta em simultâneo, e pelo mesmo preço. E mesmo sendo um mercado gigante, como o Forex, por vezes isto não acontece de imediato. Ainda assim, os traders realizam constantemente e a executar ordens, e é aqui que os Market Makers começam a desempenhar o seu papel.

Os Market Makers oferecem a cada segundo durante o dia um preço de compra e venda, de acordo com a oferta e procura existentes, renovados a cada 30 segundos. Os investidores podem aceitar estes preços, ou seja, em vez de negociarem com outro particular, operam directamente contra o corretor. Isto tem as suas vantagens e desvantagens, mas, em geral, o objectivo é assegurar a continuidade do mercado sempre que seja necessário. Além disso, o corretor deve agir independentemente de as compras ou vendas do cliente serem um lucro, ou uma perda para ele.

É importante conhecer a regulamentação de uma corretora do tipo Market Maker, uma vez que isto nos fará confiar mais ou menos nela. A maioria deles estão registadas e autorizadas por instituições como a Commodity Futures Trading Commission (CFTC) dos Estados Unidos ou a Financial Services Authority (FSA) do Reino Unido. Em Portugal, o principal agente regulador é a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Existe alguma diferença entre uma corretora e um Market Maker?

Se a questão é se existe uma diferença entre uma corretora e um market maker, a resposta mais directa é que uma corretora pode ser um market maker OTC ou um simples market maker em simultâneo. Um market maker baseia-se na criação de mercado na execução da ordem, entre a oferta e a procura do lado do mercado e a cobrança do “spread”.

Enquanto alguns definem como intermediários maus do mercado, indo contra os seus clientes/investidores, uma diferença é que as corretoras market maker podem fornecer níveis mais elevados de liquidez do que as corretoras que não são dealers.

Que tipos de corretoras de mercado existem?

Existem diferentes tipos de Market Maker, claro que existem muito bons, bons, maus e piores, mas também é bom saber que existem diferentes formas de negociar com uma corretora criadora de mercado ou com uma corretora tradicional.

Entre os tipos de corretoras há as seguintes:

  • Market Maker with Dealing Desk (DD)
  • Market Maker No dealing desk (NDD)
  • STP
  • ECN
  • Corretoras Híbridas

Qual é a tarefa de uma corretora Market Maker?

A tarefa de um Market Maker é cotar dois preços para um par de moedas, ou seja, o preço de compra e o preço de venda, o que lhes permite criar um mercado. Em troca eles são pagos sobre a diferença entre os dois preços, o spread.

Além disso, o Market Maker no mercado Forex destaca-se no fornecimento de liquidez no mercado financeiro ao comprar e vender tanto para compradores como para vendedores. A importância do agente Market Maker destaca-se em momentos em que o mercado é ilíquido ou insuficientemente líquido por várias razões.

Outras funções ou tarefas são:

  • Eles são responsáveis por cotar os preços de compra e venda.
  • Eles estabelecem os preços de compra e venda em certos pares de moedas. Criar um mercado para traders.
  • Influenciar a liquidez e a rapidez das transacções.
  • Eles assumem o risco de posições em aberto.

Como é que os market maker ganham dinheiro?

Os criadores de mercado ganham dinheiro a partir das margens em cada operação coberta. Como criadores de mercado, um dos seus aspectos positivos é que eles ajudam a estabilizar o mercado. Sem os criadores de mercado, o mercado não conseguiria lidar com o volume actual, sendo muito menos líquido – ou seja, dinheiro disponível – e o valor seria reduzido para as empresas.

Alguns criadores de mercado visam estabilizar os preços, mas outros – os odiados – visam especular e procurar lucros elevados rapidamente, criando uma desestabilização dos preços no mercado.

Como é que sabe se uma corretora é Market Maker?

Quando em dúvida, os Market Makers são diferenciados pelo facto de serem os tipos de corretoras cujas operações de compra ou venda solicitadas pelos seus clientes não são realizadas directamente no mercado, mas sim na mesa de negociação da corretora.

Que papel desempenham os Market Makers no Forex?

Se nos concentrarmos apenas nos conceitos económicos e macroeconómicos básicos, poderíamos considerar o mercado de divisas como um verdadeiro “mercado perfeito”, uma vez que  se rege inteiramente pela oferta e pela procura e, sendo o maior mercado mundial, é praticamente improvável que um agente, mesmo um banco central, possa manipular o mercado no seu benefício.

Portanto, embora possamos por vezes considerar que uma corretora Market Maker pode manipular o mercado, na realidade não podem agir para alterar as taxas de câmbio no seu próprio benefício nem podem influenciar os preços de compra/venda de divisas.

Como tornar-se uma corretora Market Maker

Dissemos que as corretoras Market Maker lidam com a liquidez do mercado financeiro, o que lhe deve deixar claro desde o início que isto não é algo simples, embora a ideia de lucro na sua maioria automático possa parecer atraente.

Antes de mais, é preciso uma licença de intermediário financeiro europeu, capaz de emitir títulos OTC por conta própria. Também é necessária uma estrutura TI imponente, e esta exigência implica por si só custos enormes (estamos a falar de milhões de euros gastos todos os anos pelas grandes Market Makers) e enormes riscos, uma vez que seria necessário ter um nível de segurança incrivelmente elevado, sempre actualizado e sempre controlado.

Evidentemente, o acesso aos mercados também é necessário, o que implica licenças, daí outros custos. A não esquecer, claro, é a necessidade de pessoal sobre o qual não se pode economizar. É necessário pessoal para a actualização contínua das TI, pessoal para protocolos de segurança, pessoal para a manutenção e actualização de algoritmos, software e tudo o mais que diz respeito às TI, e pessoal para cuidar dos mercados, marketing e serviço ao cliente.

Os requisitos são, portanto, muito caros, leva tempo a obtê-los e não são fáceis de obter. Caso se encontre com um orçamento de vários milhões (10-20 milhões deverão ser suficientes para começar), poderá verificar a situação e considerar este investimento.

Vantagens e desvantagens dos Market Maker

Para terminar deixamos as vantagens e desvantagens dos Market Makers:

Vantagens Desvantagens
Disponibilidade instantânea para executar operações de compra e venda Os preços podem diferir do mercado interbancário
Comissões baixas por negociação e podem até não ter comissões, pois os corretores MM ganham com os spreads. Se os preços não são reais no mercado interbancário. Pode-se apontar que o corretor é um golpista
Variedade de opções de alavancagem, a alavancagem pode ser de até 1:500. Bloqueios da plataforma, devido à alta volatilidade do mercado.
Sem taxas de rollover, uma vez que as ordens são compensadas por contra ordens, as moedas não são transferidas, evitando comissões de swap. Os corretores MM geralmente não permitem estratégias de scalping.
Plataformas de negociação fáceis de usar e intuitivas. Risco de falência da corretora devido à má gestão da mesa de negociação.
Abertura de contas com baixos valores de depósitos.

Corretora DMA vs Market Makers

A diferença entre uma corretora DMA e um Market Maker é que:

Corretora DMA  ou acesso directo ao mercado (DMA) refere-se ao acesso às facilidades electrónicas e aos livros de ordens das bolsas do mercado financeiro que facilitam as transacções diárias de títulos. A DMA requer uma infraestrutura tecnológica sofisticada e é frequentemente propriedade de empresas do lado da venda, ou seja, em vez de dependerem de empresas market maker e corretores para executarem transacções, algumas empresas buy-side utilizam o DMA para executarem elas próprias transacções.

Em contraste, a Market Maker é uma participante individual ou uma empresa, membro de uma bolsa que compra e vende títulos por sua própria conta; assim, como mencionado acima, as corretoras market makers fornecem liquidez e profundidade ao mercado, beneficiando da diferença no diferencial entre a oferta e a procura.

Procura uma corretora? Abaixo encontrará algumas corretoras:

Comissões 0%
Ações e ETFs
ETFs
Grátis
Com mais de
1.5M de clientes
Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Consent(Obrigatório)

Artigos Relacionados

Na bolsa de valores existem muitos índices. Um desses índices utilizado por investidores é o STOXX 600. Não é tão conhecido como o Nasdaq ou NYSE, mas, é importante entender o que é e como funciona. Neste ar...

Deixar uma Resposta

guest
1 Comentário
Mais recente
Mais antigo Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio Pacheco
Convidado

Foi interessante a informação