TeleTrade: VIX: O indicador que revela o sentimento de mercado - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

TeleTrade: VIX: O indicador que revela o sentimento de mercado

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


TeleTrade: VIX: O indicador que revela o sentimento de mercado

O Índice de Volatilidade CBOE, é oficialmente conhecido como o VIX e considerado por muitos como um indicador de medo e ganância no mercado acionista. Através da utilização de uma grande variedade de preços, o índice oferece uma indicação da volatilidade implícita de 30 dias de um mercado acionista em particular. Historicamente, o índice VIX tem uma relação inversa com o desempenho do mercado acionista – normalmente enquanto um sobe, o outro desce, e vice-versa.

História do Indicador

O conceito por trás do índice VIX foi desenvolvido pelo Dr. Robert Whaley da Universidade de Vanderbilt em 1993. O VIX original baseou-se no preço das opções do S&P 100 (OEX) e utilizou apenas oito contratos de opções para determinar a volatilidade implícita no mercado.

No entanto, em 2003, houve uma nova metodologia de cálculo que foi desenvolvida através do trabalho realizado pelo CBOE e a Goldman Sachs. Embora o cálculo tenha sido alterado, o aspeto mais importante desta mudança é que as opções subjacentes mudaram do S&P 100 para as opções de negociação no S&P 500. Outra alteração significativa foi o aumento do número de opções utilizadas no cálculo do índice. Através de um maior número de contratos de opções a serem utilizados, um nível mais aproximado da real volatilidade implícita de 30 dias acaba então por ser conseguido.

Como interpretar o VIX

O VIX é expresso como uma medida de volatilidade anualizada, mas pode ser utilizado para determinar os movimentos a curto prazo dos preços de mercado. Quando o VIX é está a cotar com 20 pontos, isto pode ser interpretado como o futuro preço das opções num movimento anualizado, para cima ou para baixo, de 20% no índice em específico nos próximos 30 dias. 

Para determinar o movimento previsto a 30 dias do mercado de ações, tal como definido pelo VIX, é necessário dividir o VIX pela raiz quadrada de 12. A volatilidade implícita de uma ação é usada para interpretar o movimento de um dia esperado para as ações.

O VIX também pode ser usado como uma indicação da magnitude do movimento diário de preços que é então esperado por um índice. Neste caso, deve-se dividir o valor do VIX por 16 para obter uma estimativa aproximada do tipo de movimento diário esperado no mercado de ações. Assim, se o VIX estiver a cotar nos 16, indica então que as opções de índice acionista antecipam o movimento diário de 1% (16/16) no índice. Um VIX de 32 seria interpretado como o mercado de opções a sugerir uma mudança diária de preço de 2% (32/16).

A matemática por trás deste método não é exata, mas é útil e fácil de ser calculada e interpretada. 

 

Conteúdo produzido por Frederico Aragão Morais,  Senior Market Analyst, da TeleTrade.

 

Disclaimer:

O material postado é apenas para fins informativos e confiança nele pode levar a perdas. Os resultados passados não são um indicador confiável de resultados futuros. Por favor, leia o nosso aviso legal na integra.

Artigos Relacionados

O que são Triple Tops e Bottoms ? É um tipo de padrão gráfico usado para a análise técnica, com o fim de prever a inversão do movimento dos preços de um ativo. Os Triple Tops têm 3 picos ou pontas. O que é u...
Evergrande escapa à falência? Hoje falamos sobre as notícias! Os ursos à espera da grande queda nos mercados terão de...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments