Como comprar ações Portugal

Subscrever Newsletter

Selecione os temas de seu interesse e assine nossa newsletter abaixo:

Subscription Type(Obrigatório)

Existem diferentes maneiras de comprar ações. Tradicionalmente, o banco era responsável pela execução dessas operações e desempenhava o papel de corretor ou intermediário entre investidores e bolsas de valores. Hoje em dia até os próprios bancos apresentam um sistema online que permite ao investidor adquirir ações através de um clique.

 O sistema mais simples para comprar ou vender ações é passar pelo intermediário de produtos financeiros oferecido pelos bancos, nomeadamente as corretoras online. Devido ao funcionamento 100% online destas corretoras, pode enviar as suas ordens de compra e venda de ações em toda a simplicidade, sem se deslocar, através da Internet.

Estes sistemas foram baseados nas corretoras, tendo estas desenvolvido sistemas e plataformas para qualquer um ter acesso ao mercado.

O que são ações?

As ações representam uma forma de investimento numa empresa. Quando uma empresa decide tornar-se uma empresa cotada em bolsa, emite ações e vende-as a investidores. Ao comprar ações, os investidores tornam-se acionistas ou proprietários de uma parte da empresa.

As ações são unidades de propriedade em que uma empresa é dividida. Cada ação representa uma parte igual de propriedade e confere ao acionista certos direitos, como participação nos lucros da empresa, direito de voto em assembleias de acionistas e o direito de receber dividendos, caso a empresa distribua parte dos seus lucros aos acionistas.

As ações são negociadas em bolsas de valores, como a Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE) ou a Bolsa de Valores de Londres (LSE), onde os investidores podem comprar e vender ações. O preço das ações é determinado pelo mercado, com base na oferta e procura. Se existirem muitos compradores interessados numa determinada ação, o seu preço tende a subir. Se existirem mais vendedores do que compradores, o preço da ação pode cair.

As ações são consideradas investimentos de rendimento variável, o que significa que o seu valor pode flutuar ao longo do tempo. Os investidores podem obter lucros com a valorização das ações ou podem incorrer em perdas se o valor das ações diminuir. Os investidores também podem receber dividendos, que mais não são do que pagamentos em dinheiro feitos pela empresa aos acionistas como parte dos seus lucros distribuídos.

É importante destacar que investir em ações acarreta alguns riscos, uma vez que os preços das ações podem ser afetados por diferentes fatores, como o desempenho da empresa, condições económicas, notícias do setor e eventos globais. Antes de investir em ações, é recomendável realizar uma análise cuidadosa, considerar os objetivos financeiros, a tolerância ao risco e procurar orientação de um profissional financeiro qualificado.

Leia também 👉 Ações: o que são, como funcionam e como escolher

Que tipos de ações existem?

Existem diferentes tipos de ações, cada uma com as suas características e direitos específicos. Aqui estão alguns dos principais tipos de ações:

  1. Ações Ordinárias (ou ações comuns): São as ações mais comuns e amplamente negociadas. Os acionistas que possuem ações ordinárias têm direito a voto nas assembleias de acionistas e podem participar nas decisões da empresa. Eles também têm o direito de receber dividendos, se a empresa os distribuir, e de obter uma parte dos ativos e lucros da empresa em caso de liquidação.
  2. Ações Preferenciais: As ações preferenciais conferem certos privilégios aos acionistas em relação às ações ordinárias. Normalmente, os acionistas preferenciais têm prioridade no recebimento de dividendos e no pagamento de ativos em caso de liquidação da empresa. No entanto, eles geralmente não têm direito a voto ou têm um direito de voto limitado.
  3. Ações de Crescimento: São ações de empresas que apresentam um elevado potencial de crescimento em termos de receitas e lucros. Estas empresas geralmente reinvestem os seus lucros de forma a expandir os negócios e têm a expectativa de valorização no longo prazo. Os investidores que buscam crescimento de capital podem optar por investir em ações de crescimento.
  4. Ações de Valor: São ações de empresas que são consideradas subvalorizadas pelo mercado. Os investidores que procuram ações de valor buscam oportunidades de investimento em empresas cujo preço atual da ação é menor do que o valor intrínseco percebido. Essas ações podem oferecer potencial de valorização à medida que o mercado reavalia e reconhece o valor real da empresa.
  5. Ações Blue Chip: Referem-se a ações de empresas líderes e estabelecidas, com histórico comprovado de desempenho estável e confiável. Essas empresas costumam ter uma posição dominante nos seus setores e são conhecidas pela sua solidez financeira. As ações blue chip são consideradas menos voláteis e podem ser atraentes para investidores que buscam estabilidade e dividendos consistentes.

Estes são apenas alguns exemplos de tipos de ações e é importante observar que cada mercado e país pode ter as suas próprias categorias e nomenclaturas específicas. Antes de investir em ações, é recomendável pesquisar e entender as características e os direitos associados a cada tipo de ação.

Veja também o nosso artigo sobre 👉 Tipos de ações

Como evoluiu a compra de ações?

A compra de ações é um processo que evoluiu ao longo do tempo, e, como tudo na vida, este processo acelerou-se com o advento da Internet. No início era necessário comprar acções na própria bolsa de valores, tendo de se deslocar pessoalmente à bolsa de valores ou enviar um agente, ou corretora com uma ordem para comprá-las ele próprio. Mais tarde, os pequenos investidores individuais deixaram de ir tanto e contactaram os seus agentes ou corretores, que já lá estavam, por telefone para lhes dar a ordem relevante.

Se a questão psicológica já é difícil para os investidores, imagine se tivesse de comprar ou vender as suas acções cara a cara com a sua contraparte, com os nervos à flor da pele num lugar cheio de azáfama e uma atmosfera frenética.

Com o passar do tempo, o processo evoluiu e começou a ser efetuado através dos bancos: deslocando-se até à agência ou telefonando para a mesma. Os agentes ou corretores de bolsa desapareceram gradualmente até restarem apenas alguns em Wall Street, que basicamente têm uma função simbólica, para lembrar o que eram aqueles edifícios repletos de pessoas cheias de emoções e adrenalina. Um dos corretores mais emblemáticos é Peter Tuchman, que há alguns anos confessou que nunca tinha investido o seu próprio dinheiro, apenas o dos seus clientes.

Hoje em dia existem diferentes formas de comprar ações online. Como já mencionámos, durante as últimas décadas, os bancos foram responsáveis pela realização destas operações e desempenharam o papel de corretores ou intermediários entre os investidores e as bolsas de valores. Mas há já alguns anos que existem corretoras online independentes, ou seja, plataformas baseadas na web que lhe permitem ligar-se ao mercado a partir de qualquer computador ou dispositivo móvel. Embora ainda seja possível comprar ações por telefone ou numa agência bancária, torna-se cada vez mais comum comprar ações online, devido aos custos monetários e burocráticos mais reduzidos. Assim, o primeiro aspecto a definir é a escolha de uma corretora online.

Aspectos a ter em conta para comprar ações

Volume do investimento: mais uma vez, não aplicar-se-á o mesmo se quisermos investir com 3.000 euros ou 50.000 euros. Dependendo da corretora que escolhermos, as comissões que teremos que pagar pela intermediação financeira não serão as mesmas. Existirão corretoras que são mais vantajosas para um certo volume de investimento do que outras.

Horizonte temporal: não é o mesmo se quisermos comprar as ações para mantê-las a longo prazo, ou se quisermos comprar ações para vendê-las, no mesmo dia. Novamente, dependendo de cada corretora, o custo pode mudar -, algumas não cobram taxas ou taxas de custódia, o que a longo prazo pode apresentar-se como uma grande vantagem.

Tipos de ativos: também devemos questionar-nos perguntar se queremos operar com outros tipos de ativos que não sejam ações. Podemos querer negociar ativos como futuros e opções em índices, bem como CFDs de ações. Estes derivados nos permitem proteger parte do risco da nossa carteira de ações quando o mercado corrige. Ao usar posições vendidas nesses derivativos, quase podemos cobrir totalmente o risco da nossa carteira sem vender as ações.

Encontrar uma corretora equilibrada entre esses pontos é importante para operar da maneira mais confortável possível.

Como comprar ações e emitir ordens online

Da corretora que escolhemos, teremos que lançar os pedidos online por meio da sua plataforma. É importante primeiro experimentar a plataforma de demonstração da corretora para conhecê-la bem antes de experimentar com dinheiro real.

Observaremos que todas as ações têm dois preços:

  • Preço de compra (Bid): O preço de compra é ema que devemos prestar atenção para comprar as ações, pois é isso que pagamos por cada uma delasdas ações que compramos.
  • Preço de venda (Ask): Uma vez que queremos vender asnos livrar das ações, devemos emitir uma ordem de venda, sendo que as nossas ações serão liquidadas pelo preço de venda que surgir naquele momento.

A diferença entre Bid e Ask é conhecida como o spread interbancário. O spread interbancário não nos deve nos preocupar se estivermos a adquirir ações com eleva liquidez e no longo prazo. No entanto, se quisermos comprar ações num período muito curto, como operações intradiárias, um spread interbancário reduzido resultará em custos mais baixos para a nossa operação.

Obtenha mais informações sobre este tema no nosso artigo sobre 👉 Melhores contas demonstração

Passos para comprar ações em Portugal

Investir no mercado de ações pode parecer complexo e intimidante, mas com o avanço da tecnologia, tornou-se mais acessível do que nunca. Em Portugal, é possível comprar ações online, permitindo que os investidores participem nodo mercado financeiro de forma conveniente e eficiente, sem a necessidade de intermediários físicos. Neste guia, apresentaremos os passos essenciais para comprar ações online em Portugal, fornecendo orientações claras e práticas para aqueles que desejam iniciar a sua jornada como investidores.

Pesquisa e educação

Antes de iniciar qualquer investimento em ações, é crucial realizar uma pesquisa adequada e adquirir conhecimentos sobre o mercado de ações. Essa etapa engloba dois aspetos essenciais: avaliar o seu perfil de investidor e estudar o mercado de ações.

Avaliar o seu perfil de investidor é o primeiro passo importante. Cada pessoa possui um apetite diferente por risco e objetivos financeiros únicos. É fundamental compreender o seu nível de tolerância ao risco, ou seja, a quantidade de volatilidade que você está disposto a enfrentar nos seus investimentos. Além disso, é necessário estabelecer objetivos financeiros claros, como a criação de um fundo de emergência, a aposentadoria ou a compra de um imóvel. Ao conhecer o seu perfil de investidor, poderá tomar decisões alinhadas com as suas necessidades e conforto pessoal.

Além disso, é essencial estudar o mercado de ações. Isso envolve entender como o mercado funciona, acompanhar notícias financeiras relevantes e aprender sobre análise fundamental e técnica. Compreender os princípios básicos da análise fundamental permitirá que possa avaliar a saúde financeira das empresas, analise os seus fundamentos e identifique oportunidades de investimento com base em dados financeiros, desempenho passado e perspectivas futuras.

Da mesma forma, a análise técnica ajuda a identificar tendências e padrões nos gráficos de preços das ações, auxiliando na tomada de decisões de compra ou venda. Ao combinar essas duas abordagens, terá uma visão mais completa do mercado de ações e poderá tomar decisões de investimento mais fundamentadas.

Ao dedicar tempo à pesquisa e informação sobre o mercado de ações, estará apto para a compreender os princípios básicos, identificar oportunidades e tomar decisões informadas. Lembre-se de que a literacia financeira é um processo contínuo, e que é recomendável continuar a aprender e a atualizarar sobre as tendências e mudanças no mercado de ações.

Escolher uma corretora online

Ao escolher uma corretora online para comprar ações em Portugal, é importante considerar uma série de critérios para garantir uma experiência de investimento positiva. Aqui estão os principais critérios a serem considerados:

  • Taxas: Verifique as taxas cobradas pela corretora, como as taxas de corretagem, custódia, inatividade e outros encargos relacionados. Compare as taxas entre diferentes corretoras para encontrar uma opção que seja competitiva e se adeque ao seu perfil de investimento.
  • Plataforma de negociação: Avalie a plataforma de negociação oferecida pela corretora. Verifique se ela é intuitiva, de fácil utilização e se possui recursos que atendem às suas necessidades, como gráficos em tempo real, ferramentas de análise técnica, ordens avançadas, entre outros.
  • Suporte ao cliente: Considere a qualidade do suporte ao cliente oferecido pela corretora. Verifique se eles oferecem suporte por telefone, chat ao vivo ou e-mail. Adicionalmente, verifique os horários de atendimento e a disponibilidade de suporte no seu idioma de preferência.
  • Segurança: A segurança dos seus dados pessoais e dos seus investimentos é primordial. Certifique-se de que a corretora possui medidas de segurança robustas, como criptografia de dados, autenticação de dois fatores e proteção contra acesso não autorizado.

Exemplos de corretoras online em Portugal

Para fornecer exemplos de corretoras online populares em Portugal, é recomendado consultar um artigo específico sobre o assunto, pois a disponibilidade e popularidade das corretoras podem variar ao longo do tempo. Esse tipo de artigo fornecerá informações atualizadas sobre as corretoras mais recomendadas no país e sobre, as suas características, benefícios e possíveis restrições 👉 Melhores corretoras de Bolsa

Abrir uma conta na corretora:

Ao abrir uma conta numa corretora para comprar ações em Portugal, existem certos procedimentos e requisitos que precisam de ser cumpridos. Aqui está uma explicação geral de como funciona essa parte do processo:

Documentação necessária

A corretora geralmente exigirá certos documentos e informações para abrir uma conta. Essas informações podem variar entre as corretoras, mas, em geral, os seguintes documentos são comumente solicitados:

  • Documento de identificação pessoal, como passaporte, bilhete de identidade;…
  • Comprovante de residência;.
  • Informações pessoais, como nome completo, data de nascimento, número de telefone e endereço de e-mail.

Processo de registo

O processo de registo numa corretora online geralmente envolve os seguintes passos:

  • Escolha da corretora: Primeiro, deve selecionar a corretora online da sua preferência, com base em critérios como taxas, plataforma de negociação e suporte ao cliente;.
  • Acesso ao site da corretora: Aceda ao o site da corretora e procure a opção “Abrir uma conta” ou “Registar-se”.
  • Preenchimento de formulários: será solicitado a preencher um formulário de registo com as suas informações pessoais. Forneça os detalhes solicitados, como nome completo, endereço, data de nascimento, entre outros;
  • Verificação de identidade: Para cumprir os regulamentos de conformidade e segurança, a corretora geralmente exigirá uma verificação de identidade. Isso pode ser feito enviando cópias digitalizadas ou fotografias dos documentos solicitados, como o seu documento de identificação pessoal e comprovante de residência;
  • Confirmação e aceitação: Após o envio dos documentos e informações, a corretora irá rever e processará a sua inscrição. Regra geral, é enviada uma confirmação por e-mail assim que a conta for aberta.

É importante destacar que os detalhes exatos do processo de registro podem variar de corretora para corretora

Transferir fundos para a conta

Transferir fundos para a conta de negociação é um passo fundamental para começar a comprar ações online em Portugal. Aqui estão as informações importantes sobre esse processo:

Opções de depósito:

As corretoras online geralmente oferecem diversas opções para transferir fundos para a sua conta de negociação. Algumas opções comuns incluem:

  • Transferência bancária: A transferência bancária é uma forma comum e segura de depositar fundos na sua conta de negociação. Irá precisar de fornecer os detalhes da conta da corretora, como número da conta e código SWIFT/BIC. É importante verificar se existe custo associado às transferências bancárias e respetivos prazos de processamento;.
  • Cartão de crédito/débito: Algumas corretoras permitem que efetue um depósito através de cartões de crédito ou débito. Nesse caso, irá precisará de inserir as informações do seu cartão, incluindo o número, data de validade e código de segurança. Verifique com a corretora se existe alguma taxa adicional associada a esse tipo de depósito;
  • Pagamentos eletrónicos: Algumas corretoras também oferecem opções de pagamento eletrónico, como carteiras digitais ou serviços de pagamento online. Exemplos comuns incluem PayPal, Skrill ou Neteller. Verifique se a corretora aceita esses métodos de pagamento e se existe alguma taxa envolvida.

É importante observar que as opções de depósito podem variar entre as corretoras, portanto, verifique as opções disponíveis na corretora específica em que tem interesse.

Abaixo encontrará algumas corretoras para comprar ações em Portugal:

Comissões 0%
Ações e ETFs
Grande seleção
Ações, ETFs e opções de ações
Variedade de produtos
e plataformas

Cuidados de segurança

Ao lidar com transações financeiras online, é fundamental tomar precauções de segurança para proteger os seus dados pessoais e financeiros. Aqui estão algumas dicas importantes:

  • Verifique a segurança da corretora: Antes de realizar qualquer transação, verifique se a corretora possui medidas de segurança adequadas. Isso inclui a criptografia de dados, autenticação de dois fatores e políticas de privacidade claras;
  • Utilize conexões seguras: Ao acessar a plataforma da corretora para realizar transações, certifique-se de usar uma conexão segura. Evite fazer transações em redes Wi-Fi públicas ou não seguras;
  • Mantenha o seu dispositivo seguro: Certifique-se de que o seu computador, smartphone ou tablet se encontram protegidos com um software antivírus atualizado e uma firewall. Mantenha os seus sistemas operativos e aplicativos atualizados para evitar vulnerabilidades de segurança;
  • Tenha atenção a phishing e fraudes: Fique atento/a a e-mails suspeitos, links desconhecidos e solicitações de informações pessoais. As corretoras confiáveis nunca solicitarão as suas informações confidenciais por e-mail. Verifique sempre a autenticidade dos e-mails antes de fornecer qualquer informação.

Pesquisar e selecionar ações

Pesquisar e selecionar ações é uma etapa crucial no processo de compra de ações online em Portugal. Aqui estão as orientações para realizar essa pesquisa e tomar decisões informadas:

Análise de empresas

Ao pesquisar informações sobre empresas, é importante examinar uma variedade de aspetos, incluindo dados financeiros, desempenho passado e perspectivas futuras. Aqui estão algumas áreas-chave para se concentrar:

  • Dados financeiros: Analise os demonstrativos financeiros das empresas, como balanço patrimonial, demonstrativo de resultados e fluxo de caixa. Verifique a saúde financeira da empresa, a sua lucratividade, dívida, fluxo de caixa e margens de lucro;
  • Desempenho passado: Analise o histórico de desempenho da empresa, incluindo o crescimento de receita, lucros e valor das ações ao longo do tempo. Considere também fatores como dividendos pagos e recompras de ações;
  • Setor e concorrência: Entenda o setor onde a empresa opera e a concorrência que ela enfrenta. Avalie a posição competitiva da empresa relativamente aos concorrentes e as perspectivas do setor;
  • Notícias e eventos: Mantenha-se atualizado com as notícias e eventos que podem afetar a empresa, como lançamentos de produtos, aquisições, mudanças regulatórias ou desenvolvimentos tecnológicos.

Leia ainda 👉 Como fazer uma análise de desempenho das empresas?

Tomada de decisão

Ao avaliar as informações recolhidas, é importante considerar os seus objetivos e estratégias de investimento. Aqui estão alguns pontos a serem considerados:

  • Risco e retorno: Avalie o nível de risco associado a cada empresa e como ele se alinha ao seu perfil de investidor. Considere também o potencial de retorno que espera obter;
  • Diversificação: Procure uma diversificação adequada no seu portfólio, selecionando ações de diferentes setores e empresas com características distintas. Isso ajudará a reduzir o risco;
  • Análise fundamental e técnica: Utilize técnicas de análise fundamental e técnica para avaliar o valor intrínseco das ações, identificar tendências de mercado e pontos de entrada e saída;
  • Acompanhamento contínuo: Lembre-se de que a pesquisa e seleção de ações é um processo contínuo. Acompanhe o desempenho das ações escolhidas e esteja disposto a ajustar a sua carteira conforme as mudanças do mercado e as suas metas de investimento.

Ao pesquisar e selecionar ações, é importante lembrar que nenhum método de análise é infalível. Faça a sua própria análise e consulte fontes confiáveis, como relatórios de pesquisa financeira e opiniões de analistas respeitáveis. Tomar decisões de investimento informadas e alinhadas com os seus objetivos aumentará as suas oportunidades de sucesso no mercado de ações.

Realizar a compra de ações

Realizar a compra de ações é o momento em que o investidor concretiza a sua decisão de investimento. Aqui estão os passos para realizar essa compra:

Execução da ordem

Utilize a plataforma de negociação da corretora: Aceda à plataforma de negociação fornecida pela corretora online em que você abriu a sua conta. Essa plataforma permitirá que insira uma ordem de compra de ações;

Escolha a ação desejada: Selecione a ação que deseja comprar. Geralmente, você pode pesquisar pelo código da ação ou pelo nome da empresa;

Insira os detalhes da ordem: Especifique o tipo de ordem, que pode ser uma ordem de mercado (compra imediata pelo preço de mercado atual) ou uma ordem limitada (especificando o preço máximo, que está disposto a pagar). Insira também a quantidade de ações que deseja comprar.

Defina preço e quantidade

Preço: Decida o preço pelo qual está disposto a comprar as ações. Se optar por uma ordem de mercado, a compra será realizada pelo preço de mercado atual. Se optar por uma ordem limitada, defina o preço máximo, que está disposto a pagar;

Quantidade: Determine a quantidade de ações que deseja comprar. Certifique-se de que a quantidade escolhida se encontra conforme o valor que planeia investir e que visando a diversificação do seu portfólio.

Reveja e confirme

Reveja cuidadosamente os detalhes da ordem: Antes de confirmar a ordem de compra, verifique todos os detalhes, incluindo o preço, a quantidade de ações e o valor total da transação. Certifique-se de que as informações estão corretas;

Confirme a ordem de compra: Após rever os detalhes, confirme a ordem de compra. A corretora processará a transação e você receberá uma confirmação de que a compra foi realizada.

Acompanhe e faça a gestão da carteira de ações

Após a compra das ações, é importante acompanhar e gerir a sua carteira de investimentos. Aqui estão algumas orientações:

Monitorize o desempenho: Acompanhe regularmente o desempenho das ações que você adquiriu. Verifique se existem mudanças significativas nos preços, notícias relevantes ou eventos que possam afetar o desempenho das empresas;

Rebalanceamento: À medida que o tempo passa e as circunstâncias mudam, considere a necessidade de ajustar a sua carteira de ações. Isso pode envolver vender algumas ações ou adquirir outras para manter uma alocação adequada de ativos e atender às suas metas de investimento.

Que tipo de ordens existem para comprar ações online?

Existem diferentes tipos de ordens em bolsa com os quais podemos comprar ações:

  • Ordem ao mercado: Este tipo de pedido é o “standard”, no qual, quando compra, as ações são executadas a preço de mercado. Toda a ordem será executada mesmo se ocorrer uma alteração de preço devido à falta de volume a esse preço (a mesma ordem pode ser executada a vários preços);
  • Limitada: Neste tipo de pedido é o investidor que define um preço máximo pelo qual está dispostos a comprar. A diferença é que neste caso, se ocorresse uma mudança no preço, as ações que não pudessem ser adquiridas ao preço determinado, seriam adquiridas caso que o valor diminuísse novamente;
  • Ao melhor: A ordem é executada pelo melhor preço de compra é no momento no mercado, sendo que o volume restante apara ser comprado é “congelado”a até que o preço de novo regresse novamente a esse valor. Difere da ordem limitada, pois não definimos o preço, senão que o preço que é tomado será aquele que existe naquele momento no mercado.
  • Stop loss: Permite limitar as perdas de uma operação. Esta ordem será executada automaticamente quando o preço atingir o nível definido.
  • Stop loss dinâmico: segue o preço a uma certa distância, no momento em que o preço cai a percentagem ou montante definido ajusta-se igualmente, sendo, a ordem executada.

Porquê comprar ações online?

No final, comprar ações online é a opção mais conveniente e mais barata. Contudo, é preciso temos de ter em mente que as compramos para obter um retorno. As ações são um dos melhores ativos para obter rentabilidade a longo prazo, e criar uma carteira de ações pode ser uma boa opção para diversificar os riscos e obter rentabilidade das nossas poupanças.

Existem muitas variáveis a considerar na constituição de uma carteira de ações adequada, tais como perfil de risco, nível de diversificação, o momento do mercado, custos, etc. É melhor gastar tempo a aprender como construir uma carteira de ações ou delegar esta função a um gestor e fazê-lo através de fundos de investimento.

Vantagens e riscos de comprar ações online

Comprar ações online oferece algumas vantagens, mas também envolve riscos. Aqui estão algumas vantagens e riscos a considerar ao comprar ações online:

Vantagens de comprar ações

  • Acesso fácil: Comprar ações online permite que os investidores acedam facilmente aos mercados financeiros através de plataformas de negociação online. Isso oferece conveniência e flexibilidade, permitindo que os investidores comprem e vendam ações no momento em que desejarem, sem depender de intermediários físicos.
  • Menores custos de transação: As plataformas de negociação online geralmente têm taxas de corretagem mais baixas em comparação com intermediários tradicionais. Isso pode reduzir os custos de transação e permitir que os investidores invistam com quantias menores.
  • Informações e análises disponíveis: Comprar ações online permite que os investidores tenham acesso a uma ampla gama de informações e análises financeiras. As plataformas de negociação online geralmente fornecem ferramentas e recursos para pesquisar e analisar as empresas e os mercados, auxiliando na tomada de decisões informadas.
  • Controlo e autonomia: Comprar ações online dá aos investidores um maior controlo e autonomia sobre as suas decisões de investimento. Os investidores podem escolher as ações que desejam comprar, definir os seus próprios limites de preço e gerir as suas carteiras de forma independente.

Riscos de comprar ações

  • Risco de mercado: O investimento em ações está sujeito a flutuações do mercado. Os preços das ações podem subir ou descer com base em fatores económicos, políticos e eventos globais. Isso significa que os investidores estão expostos ao risco de perder parte ou todo o seu capital investido.
  • Risco de volatilidade: As ações podem ser voláteis e registar mudanças significativas nos preços em curtos períodos de tempo. A volatilidade do mercado pode resultar em ganhos ou perdas rápidas e os investidores precisam de estar preparados para lidar com essa volatilidade.
  • Risco de liquidez: Nem todas as ações têm elevada liquidez, o que significa que pode ser difícil vender determinadas ações rapidamente, especialmente em momentos de turbulência do mercado. Isso pode resultar em dificuldades para vender as ações nos momentos desejados e impactar a capacidade de realizar lucros ou limitar perdas.
  • Risco de segurança cibernética: Comprar ações online envolve a realização de transações financeiras pela internet. Isso expõe os investidores ao risco de violações de segurança cibernética, como roubo de identidade, hacking de contas e perda de dados financeiros. É importante adotar medidas de segurança adequadas ao investir online.
  • Risco de tomar decisões impulsivas: A facilidade de comprar ações online também pode levar a decisões impulsivas ou baseadas em emoções. Os investidores devem ter disciplina e seguir uma estratégia de investimento sólida para evitar tomar decisões precipitadas que possam resultar em perdas.

É importante que os investidores considerem os seus objetivos financeiros, tolerância ao risco e façam uma pesquisa adequada antes de comprar ações online. É recomendável procurar aconselhamento de um profissional financeiro qualificado para ajudar na tomada de decisões de investimento adequadas ao seu perfil e circunstâncias individuais.

Guia em Vídeo: Como Comprar Ações

No vídeo abaixo, apresentado por Gonçalo Malheiro no canal da Rankia Portugal, encontrará um guia passo a passo sobre como comprar ações online. Este vídeo é parte de uma série educacional destinada a principiantes ou experientes para que possam aprender um pouco mais.

Disclaimer: Este artigo não deve ser considerado aconselhamento de investimento. É meramente informativo e educacional.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF

Manual de Bolsa

Este e-book irá ajudá-lo a aprender o que precisa de saber para começar com sucesso nos seus investimentos:

  • Noções básicas financeiras
  • O que é e como funciona o mercado de ações
  • Dicas úteis para investir

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Mais recente
Mais antigo Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Carlos
Convidado

Eu até investia, mas sou contra as comissões cobradas pelos intermediários, logo invisto fora da bolsa