Bitcoin: uma moeda ou um investimento? | TeleTrade - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Bitcoin: uma moeda ou um investimento? | TeleTrade

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Bitcoin: uma moeda ou um investimento? | TeleTrade

Pode-se responder à pergunta “Qual é o valor real da Bitcoin?” usando dois conceitos económicos: valor mínimo e esquemas Ponzi. A abordagem do valor mínimo é uma abordagem prudente. Sob essa abordagem, os investidores gostariam de saber qual o valor que permanece quando tudo dá errado, como em casos de perturbação do mercado ou crise económica.

Bitcoin, uma moeda ou um investimento?

Antes de tentarmos avaliar uma bitcoin, é preciso defini-la como uma moeda ou um investimento. O seu uso como meio de pagamento por parte de alguns comerciantes pode nos levar a ver a bitcoin como uma moeda não vinculada a um país e sem banco central.

As bitcoins são geralmente medidas consoante a sua taxa de câmbio em relação ao iene japonês e ao dólar americano, pois essas duas moedas continuam a ser as principais moedas pelas quais as bitcoins são trocadas.

Agora é importante tentar olhar para as bitcoins como uma moeda, usando a abordagem de valor mínimo.

Todas as principais moedas têm um banco central que monitoriza a taxa de câmbio das suas moedas em relação a outras moedas e principalmente ao dólar. Ao contrário da maioria das moedas negociadas, a bitcoin não tem um banco central ou uma entidade afetando a sua taxa de câmbio. Portanto, a taxa de câmbio da bitcoin em relação ao dólar ou ao iene japonês poderia, teoricamente, cair para zero.

Como alguns investidores e profissionais iriam qualificá-lo, a bitcoin não pode ser considerada uma moeda, mas sim um investimento. Em finanças, mede-se o valor intrínseco de um investimento com a soma das receitas futuras que ele gera. As Bitcoins não geram nenhuma receita presente ou futura. Portanto, como um investimento e usando uma abordagem de valor mínimo, as bitcoins têm um valor mínimo de zero.

Será que a bitcoin é o novo metal amarelo?

Alguns ativos não geram receitas, sendo o ouro o bem mais conhecido. A Bitcoin tem sido frequentemente comparada ao ouro, visto que não pode ser considerado uma moeda, mas sim um investimento que não gera receita. Usando a abordagem de valor mínimo, pode-se supor que o ouro tem um valor de mercado mínimo devido ao seu uso industrial. Mais uma vez, a bitcoin neste mercado não tem nenhum uso industrial e não poderia pretender de um valor mínimo.

Dito isso, para evitar uma visão totalmente tendenciosa da bitcoin, pode-se argumentar sobre um valor potencial para ela como um investimento – os métodos de financiamento vêem um valor na diversificação. Para gestores de ativos com grandes carteiras de investimento, um valor da bitcoin poderia vir do facto de que a bitcoin não está totalmente correlacionado aos mercados financeiros.

Leia também: “Poderá a Bitcoin vir a ser o futuro ouro digital?“.

Ou a Bitcoin será um esquema Ponzi?

Em suma, porque é que as bitcoins têm valor no mercado? Como o homem de negócios, CEO da Berkshire Hathaway, Warren Buffet mencionou, “Tudo com o que tu podes contar é que a próxima pessoa vai pagar mais”. Esta resposta corresponde à definição de um esquema Ponzi.

Um esquema Ponzi pode ser definido como um esquema de investimento desonesto em que investidores mais velhos são pagos por novos investidores. Para que o esquema Ponzi funcione, precisa-se de ter um fluxo contínuo de novos investidores. Nesse tipo de sistema, apenas um gestor atua na atração de novos investidores. No caso da bitcoin, a especificidade está no facto de que todos os proprietários se tornam “gerentes” de bitcoin na maioria dos casos sem saber disso.

El Salvador tornou-se no primeiro país a aceitar bitcoin como uma moeda legal. A lei, que estabelece a legalidade apenas da bitcoin e não outra, foi aprovada pelo Congresso de El Salvador a 8 de junho.

A China, um antigo anfitrião de grandes mineradores de criptomoedas, proibiu todo o comércio e mineração de criptomoedas, forçando as trocas de criptografia e os provedores de serviços lutando para romper os laços comerciais com clientes da China continental.

Em vários países, o uso de criptomoedas é proibido, pela sua volatilidade, que tem suscitado alertas, por todo o mundo, por parte de bancos centrais, analistas e governos.

 

Conteúdo produzido por José Maria Castro Monteiro,  Senior Business Developer, da TeleTrade.

 

O material postado é apenas para fins informativos e confiança nele pode levar a perdas. Os resultados passados não são um indicador confiável de resultados futuros. Por favor, leia o nosso aviso legal na integra.

Artigos Relacionados

Com o preço da Bitcoin a atingir novos máximos este ano, os investidores estão procurando maneiras de sacar da Bitcoin e usá-lo para comprar online, em lojas ou sacar dinheiro em caixas eletrónicos. Este gui...
A criptomoeda Stellar refere-se a uma moeda digital ou virtual desenvolvida pela Stellar Development Foundation. A mo...
Quase três vezes mais instrumentos baseados em moedas criptográficas e spreads atrativos formam os dois pilares da no...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments