Day trade: o que é e como funciona - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Day trade: o que é e como funciona

Subscrever Newsletter

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


O crescente número de pessoas que investem em renda variável tem feito crescer o setor financeiro. Com mais pessoas a mobilizar o mercado de capitais, o volume de compra e venda de ativos também aumentou. São cada vez mais os investidores que têm procurado estratégias para ampliar os seus ganhos na bolsa e uma dessas estratégias passa pelas operações de Day Trade.

Day Trade: o que é?

O Day Trade é uma estratégia de investimentos em renda variável que consiste na compra e venda de ativos, nomeadamente no mesmo dia. O intervalo de tempo que se dá entre a compra e a venda dos ativos é muito curto, podendo mesmo passar-se apenas minutos. Estas negociações ocorrem sempre dentro da mesma sessão de negociação, pelo que a principal estratégia é lucrar com as oscilações do mercado.

Os day traders estão atentos aos eventos que causam movimentos de mercado de curto prazo. Negociar com base em notícias é uma técnica popular. Anúncios programados, como estatísticas económicas, lucros corporativos ou taxas de juros, estão sujeitos às expectativas e  à psicologia do mercado . Os mercados reagem quando essas expectativas não são atendidas ou superadas – geralmente com movimentos repentinos e significativos – o que pode beneficiar muito os day traders.

Leia também: “Trader: o que é e quais os tipos de atuação”

Características de um Day Trader

Os day traders profissionais – aqueles que negociam para ganhar a vida, e não como um hobby – geralmente estão bem estabelecidos no campo. Eles geralmente também têm um conhecimento profundo do mercado. Aqui estão alguns dos pré-requisitos necessários para ser um trader do dia de sucesso.

Conhecimento e experiência no mercado

Indivíduos que tentam operar o dia sem uma compreensão dos fundamentos do mercado geralmente perdem dinheiro. A análise técnica e a leitura de gráficos são boas habilidades para um day trader. Mas sem um entendimento mais profundo do mercado em que você está e dos ativos que existem nesse mercado, os gráficos podem enganar. Faça a sua devida diligência e entenda os prós e contras dos produtos que trading.

Capital Suficiente

Os day traders usam apenas capital de risco que podem perder. Isso não apenas os protege da ruína financeira, mas também ajuda a eliminar a emoção das suas negociações. Muitas vezes, é necessária uma grande quantidade de capital para capitalizar efetivamente sobre os movimentos de preços intradiários. Ter acesso a uma conta de margem também é fundamental, pois oscilações voláteis podem incorrer em chamadas de margem em curto prazo.

Estratégia

Um trader precisa de vantagem sobre o resto do mercado. Existem várias estratégias diferentes que os day traders usam, incluindo negociação de swing, arbitragem e notícias de negociação. Essas estratégias são refinadas até que produzam lucros consistentes e limitem efetivamente as perdas.

Disciplina

Uma estratégia lucrativa é inútil sem disciplina. Muitos day traders acabam perdendo muito dinheiro porque não conseguem fazer negociações que atendam aos seus próprios critérios. Como se costuma dizer, “plano de trading” O sucesso é impossível sem disciplina.

Para lucrar, os day traders dependem muito da volatilidade do mercado. Uma ação pode ser atraente para um day trader se movimentar muito durante o dia. Isso pode acontecer devido a uma série de coisas diferentes, incluindo um relatório de lucros, o sentimento do investidor ou até mesmo notícias económicas gerais, ou da empresa.

Os day traders também gostam de ações com grande liquidez, porque isso lhes dá a chance de mudar de posição sem alterar o preço da ação. Se o preço de uma ação subir, os traders podem assumir uma posição de compra. Se o preço cair, o trader pode decidir vender a descoberto para lucrar quando ele cair.

Independentemente da técnica usada por um day trader, eles geralmente procuram negociar uma ação que se move (muito).

Melhores Estratégias Day Trade

Os traders usam várias estratégias de Day Trade. Essas estratégias incluem:

Scalping

Scalping é uma estratégia cujo propósito é conseguir pequenos lucros considerando as pequenas mudanças de preço que pode acontecer. Os ‘scalpers’ focam-se numa quantidade maior de operações, com uma relação de risco/retorno pior, o que exige uma alta taxa de acerto para serem lucrativos. O grande desafio do scalping é mesmo conseguir fechar as posições a tempo de não prejudicar os lucros.

Range trading

Esta estratégia usa principalmente níveis de suporte e resistência para determinar as decisões de compra e venda.

Trading baseado em notícias

Esta estratégia normalmente aproveita as oportunidades de negociação devido ao aumento da volatilidade em torno dos eventos de notícias.

Trading de alta frequência (HFT)

Essas estratégias usam algoritmos sofisticados para explorar as ineficiências do mercado de pequeno ou curto prazo.

Reversão de Tendência

Também conhecido como negociação contra tendência, com esta estratégia o trader lucrará com a reversão das tendências dos mercados, com a crença de que p valor está muito acima ou muito abaixo. É um estilo operacional mais arriscado, mas que funcionando traz um excelente retorno.

    Seguidor de Tendência

    É a estratégia mais utilizada, uma vez que se centra na procura dos movimentos de preços baseados na direção vigente. Aqui, o trader poderá tentar tirar vantagem do movimento do preço e retirar os seus ativos quando sentir que essa tendência terminará em breve.

    Day Trade: os principais indicadores técnicos

    Os indicadores podem ser classificados de várias formas, sempre em consonância com o que estiver a ser monitorizado, sejam movimentos de preço ou outras métricas. Os indicadores podem ser classificados em quatro categorias:

    Indicadores de Tendência

    Este tipo de indicador revela se há uma tendência no valor de um ativo. Isso auxilia os traders a perceber se o sinal é forte ou se pode haver uma reversão de preço. A Média Móvel (MM) é o indicador de tendência mais popular

    Indicadores de Momentum

    Consiste num modelo mais avançado de indicador de tendência, permitindo quantificar a força de um indicador. Os indicadores de momentum podem determinar se um ativo se apresenta em modo sobrecompra ou sobrevenda. O Índice de Força Relativa (RSI) e a Média Móvel de Convergência e Divergência (MACD) são os dois indicadores de momentum mais populares.

    Indicadores de Volume

    Os indicadores de volume utilizam o volume de operações e a frequência com que esses ativos são comprados ou vendidos. Estes indicadores são, muitas vezes, complementados com indicadores de tendência e momentum, uma vez que se entre ajudam a fundamentar os resultados de outros indicadores.

    Indicadores de volatilidade

    Com este indicador, o trader mede o desvio do preço em relação à sua média. Se o indicador nos revela uma volatilidade mais elevada, então é sinal que o preço está muito oscilante. As Bandas de Bollinger são um dos indicadores de volatilidade muito popular, usado muito regularmente pelos traders.

    Descubra o nosso e-book gratuito de Análise Técnica 

    Day Trade: Indicadores técnicos mais usados

    Deixamos agora uma lista dos indicadores técnicos mais frequentemente utilizados e até mais fáceis para quem se inicia neste mundo.

    Médias Móveis (MMs)

    Indicadores de tendência entre os mais utilizados. O valor de uma ação é definido em conjunto com o preço médio ao longo de um determinado espaço de tempo. Esse valor pode manter–se durante alguns dias, mas também pode ser personalizado e reduzir esse período para alguns minutos. Este indicador é também usado para determinar os pontos de resistência ou suporte

    Índice de Força Relativa (RSI)

    O RSI é um indicador de momentum que varia entre zero e 100. Um valor acima de 70 sugere que o ativo está em sobrecompra, o que pode gerar uma pressão de venda no futuro. Já quando este está abaixo de 30, é sinal que este está em sobrevenda, o que pode levar a um aumento de preço.

    Oscilador de Volume

    O oscilador de volume traz a credibilidade aos resultados obtidos a partir dos outros indicadores, pois em períodos de consolidação, os indicadores de preço podem não ser confiáveis, da mesma forma que não havendo um volume alto para dar suporte às oscilações do preço não poderem ser sustentáveis.

    Bandas de Bollinger

    Este é um indicador de volatilidade que usa a MMS e a volatilidade como entradas. As três linhas seguintes compõem a banda: uma linha média móvel simples de um determinado período, uma linha de Bollinger superior e uma inferior. Regra geral, a linha superior está dois desvios-padrão acima da MMS, enquanto que a inferior está abaixo.

    Os maiores riscos do day trade

    O maior desafio do day trader, ou seja, o investidor que utiliza esta estratégia, passa exatamente por identificar os momentos de alta e baixa do mercado.

    Entrar ou sair de um investimento na janela errada pode ser sinónimo de perdas significativas, que reduzem o rendimento da carteira mas também o património do próprio investidor. Dito isto, o maior risco do day trade é a operação em si.

    O melhor momento para o day trading

    Não há um horário melhor ou pior para se operar no day trade, mas existem horários com algumas peculiaridades, pelo que é perentório estar atento às mesmas antes de iniciar as operações.

    Horários próximos à abertura e encerramento do mercado apresentam maior volume de negociações, uma vez que grande parte dos traders começam a operar ou a parar os seus investimentos nessas horas.

    Regra geral, a manhã apresenta uma amplitude de preços maior que durante a tarde.

    Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
    Consent(Obrigatório)

    Artigos Relacionados

    Fazer trading é uma actividade complexa que é acompanhada por uma aprendizagem contínua, uma vez que envolve uma constante tomada de decisões. Desta vez, vamos analisar como negociar na XTB, um dos melhores ...

    Deixar uma Resposta

    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments