Reflexões de Charlie Munger: investimentos, estilo de vida e a sua visão do mundo que nos espera - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Reflexões de Charlie Munger: investimentos, estilo de vida e a sua visão do mundo que nos espera

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Reflexões de Charlie Munger

No passado mês de fevereiro celebrou-se a Conferência Anual de Investidores do Daily Journal Corp (DJCO). A conversa tinha como objetivo ouvir as reflexões do seu presidente e diretor desde 1977, Charlie Munger. Ouvir o seu ponto de vista sobre estas temáticas é uma joia para todos os investidores que partilham a sua filosofia.

Reflexões de Charlie Munger 

“Os dias de ouro do negócio tradicional da imprensa acabaram”

Neste ponto comentou que o negócio tradicional da imprensa morreu. Inclusive mostra-se bastante pessimista e apologista da ideia que a maioria dos jornais tradicionais desaparecerá.

A taxa de declínio do negócio da imprensa está a aumentar a uma taxa cada vez mais rápida do que calculada por ele e Buffett. Para enfrentar esse declínio, no caso do Daily Journal optou pela introdução do jornal online, onde, esta modalidade já gera mais receita do que a versão tradicional.

Neste ponto, ele está emepnhado com o tratamento de informações legais através de base de dados que podem ser muito interessantes, especialmente no campo jurídico norte-americano, onde a jurisprudência tem um valor significativo. Além disso, este departamento está comprometido com a renovação de plataformas digitais de agências governamentais.

“O dinheiro que recebemos por acidente, transformamos em investimentos extraordinariamente importantes”

Neste ponto refere a que a companhia recebeu uma receita muito elevada pelos investimentos que realizaram com o dinheiro recebido com o boom imobiliário, mas que nos próximos 4 ou 5 anos não se pode esperar esse retorno que se realizou no passado. Esclarece que nos próximos trimestres devido à reforma fiscal ver-se-ão elevados os seus números, mas o qualifica como um “acidente”.

De todas formas esclarece que Daily Journal não é Berkshire Hathaway e não tem intenção do ser.

Dentro dos seus investimentos destaca o potencial de BYD Company, uma pequena companhia chinesa, que a transformou numa uma empresa com mais de 250.000 empregados. De Wells Fargo destaca que tinha demasiados incentivos para que fizesse as coisas mal, embora segue confiando em que estes mesmos erros lhes leve ao fazer melhor em um futuro.

“O melhor modelo de gestão é a Igreja Mórmon, os clérigos que não cobram dinheiro, e já contam com mais de 85 anos”

Neste ponto faz uma interessante reflexão a respeito da necessidade de quem gere os ativos não tenha uma pressão por resultados a curto prazo. Explica que as elevadas comissões dos fundos de investimento e a quantidade de ativos baixo gestão fazem quase impossível vencer o desempenho dos índices de referência, e mais fala de um mundo tão competitivo, onde as pessoas que investem querem irracionalmente enriquecer muito rápido.

“Os novos investidores não poderão conseguir as nossas rentabilidades fazendo o mesmo que fizemos Warren e eu”

Neste ponto não quer desanimar os investidores em valor, e que explica que as condições agora existentes são bem mais difíceis que quando eles começaram na sua gestão, onde existiam numerosas companhias de muito boa qualidade e subavaliadas.

Utiliza duas regras de pesca para explicar-se:

Pesca onde tenham peixes:

Não esqueças a regra 1

Comenta-se que em alguns locais existem muitos peixes e não tens que ser tão bom pescador para o conseguir, mas outros estão tão explodidos que por muito bom que sejas é impossível que te vá bem. Na sua opinião os mercados atuais encontram-se no segundo palco

“Se vives uma longa vida podes encontrar até duas oportunidades de situações favoráveis ao investimento em valor, com aproveitamento de uma, tu estás bem”

Neste ponto, ele diz que os mercados estão cheios de maus momentos para investir e vice-versa. Você deve compreendê-los como um jogo comprido onde haverá momentos difíceis, mas temos que saber como enfrentá-los e ter paciência para esperar por melhores oportunidades.

“Não sou um experiente em matérias primas, mas o cobalto me parece um metal interessante”

Esta resposta veio relacionada a uma pergunta sobre a sua aposta na companhia BYD que investe em aplicações do lítio e o cobalto.

 

“O sistema académico nas universidades está criado para converter-nos em especialistas em um ramo de conhecimento qualquer e esquecem-se do resto”

Ele defende que a psicologia e outros ramos explicados nos programas académicos não exploram todo o potencial que possuem, evitando todos os benefícios de gerar sinergias entre esses ramos. Neste tema destaca as teses defendidas pelo prêmio Nobel em Economia, Richar Thaler, e suas contribuições para a economia comportamental.

“As tentações de fazer algo estúpido num banco são demasiado elevadas”

A questão que ele responde é que ele não incluiu mais bancos no seu fundo da Berkshire. Diante disso, ele responde que as tentações de que um CEO de um grande banco tenha que fazer coisas erradas são muito altas. Ele argumenta que o curto prazo do banco faz deles um lugar perigoso e que eles apenas investem nas exceções encontradas no setor.

“O melhor sistema que conheço de comissões de um fundo, é o sistema Buffett”

Defende o sistema criado por Buffett no qual só se cobra uma comissão de 25% dos ganhos superiores ao 6% a cada ano, embora reconhece que uma marca de água tão elevada faz com que poucos investidores sigam este sistema. Reconhece neste ponto a carreira de Monnish Pabrai como um dos poucos gestores que foi capaz de ser fiel ao sistema.

“Li Lu é o único gestor externo ao que dei o meu dinheiro para que o gerir”

Considera que Li Lu é um dos investidores mais bem-sucedidos que conheceu e que as suas características pessoais fazem a pessoa ideal para este tipo de trabalho. Esta pergunta e a sua resposta põe a este investidor na cabeça da lista de sucessão de Berkshire Hathaway.

“As grandes marcas terão dificuldade, mas continuarão a ser valiosas”

Esta questão foi focada na competência da Amazon, pois isso poderia afetar as grandes marcas de consumidores. A Amazon responde que tem uma estratégia muito agressiva e que seu CEO é uma das pessoas mais ferozmente inteligentes que conhece. Em geral, sua opinião é que as grandes marcas não terão facilidade para gerar os grandes benefícios de décadas atrás, mas ainda serão valiosas.

“O petróleo será tão valioso nos próximos anos que os EUA devem parar sua extração nacional e comprá-lo agora aos países árabes”

Reconhece que, eventualmente, a produção de petróleo diminuirá, o que aumentará os preços e comenta que os hidrocarbonetos e seus derivativos continuarão a ser muito importantes nas próximas décadas, de modo que as reservas deveriam ter muito mais cuidado. De qualquer forma, reconhece que nenhuma das duas empresas investe em companhias de petróleo, e que já as teve na sua carteira em poucas ocasiões

“O modelo de gestão da General Electric foi um dos motivos para deixar a empresa”

Ataca o modelo de rotação de executivos da companhia, já que os diretores não tenham um envolvimento tão elevado como a que ele e os seus sócios têm em Berkshire. Reconhece que entraram na companhia no meio de um ataque de pânico do mercado e funcionou bastante bem para eles

“Estou preocupado com o nível de endividamento dos EUA”

Mostra a sua preocupação a respeito dos níveis de endividamento do governo, mas reconhece que é um tema novo no qual terá que ver as suas repercussões. Adverte que a macroeconomia não é como as regras da física, e o que aconteceu no passado não tem que acontecer da mesma forma.

Ele também reflete que não devemos ter medo das recessões, uma parte substancial do sistema e motor para incentivar o otimismo. Dá o exemplo da Alemanha na primeira metade do século 20, onde enfrentou diversas destruições da sua economia (hiperinflação, guerras mundiais) e se tornaram anos então num grande poder econômico.

“Berkshire teve sucesso porque não cometeu grandes erros”

Comenta-se que o sucesso da companhia se baseou no sucesso no negócio dos seguros, mas sobretudo em não cometer erros graves, muito acima das grandes correções dos investimentos que tiveram. Não acha que muitas companhias possam fazer isto e descarta que Daily Journal possa o conseguir.

 

Artigos Relacionados

Conteúdo produzido por PictetAM O fair value é um importante indicador de mercado, que visa dar objetividade a um ativo. É assim que funciona. “Fair value” significa literalmente “valor justo”. É um indicado...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments